TVI

Conceição Queiroz em lágrimas ao recordar desaparecimento das irmãs: “Tive de me segurar”

Conceição Queiroz foi a enviada especial da TVI para acompanhar a tragédia que assolou Moçambique devido à passagem do ciclone Idai, ceifando a vida de mais de 600 pessoas.

A jornalista da TVI esteve no programa ‘Você na TV’, esta quinta-feira, à conversa com Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes onde recordou o trabalho desenvolvido em Moçambique como jornalista no terreno.

Em conversa com a dupla de apresentadores, a profissional, que nasceu e cresceu em Moçambique até aos 12 anos, recordou o primeiro impacto quando desembarcou e foi confrontada com um cenário de completa destruição. “Choca quando desembarcas do aeroporto e te deparas com um cenário de destruição. Uma parte do telhado do aeroporto tinha desaparecido, a torre de controlo também foi atingida, tinhas os voos todos condicionados”, começou por dizer a jornalista.

Quando questionada sobre se foi possível dissociar o coração da razão enquanto profissional, Conceição Queiroz confessou ter sido “difícil”. “Essa imparcialidade de que tanto se fala não sei até que ponto isso existe. É difícil porque a tua perspectiva vai lá estar sempre enquanto jornalista”, admitiu.

Durante a conversa, Conceição Queiroz revelou o aspeto que mais lhe doeu ao longo do acontecimento. Com as lágrimas no canto dos olhos, a jornalista desabafou que esteve quatro dias sem saber do paradeiro das irmãs. “Quando saí de Lisboa já tinha notícias das minhas irmãs mas elas estiveram desaparecidas. Eu estava a trabalhar, dar notícias e a fazer ligações em direto e não tinha notícias delas…Tive de me segurar”, desabafou, emocionada.

Apesar da preocupação constante, a jornalista continuou a trabalhar porque só assim conseguia saber o que se estava a passar. “Eu precisava de trabalhar porque era a única forma de ter informações sobre o acontecimento”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News