Cabo TVI

Cofina irá avançar com OPA ao grupo dono da TVI

A semana começa com mais detalhes sobre o acordo existente entre a Prisa, dona da TVI, e o grupo Cofina. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo dono do Correio da Manhã avança com a informação de que está a negociar com a Prisa a aquisição da Vertix, que detém 94,69% do capital da Media Capital. 

No mesmo comunicado, a Cofina fala da possibilidade de avançar com uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre o grupo dono de ativos como a TVI, Rádio Comercial e Media Capital Digital.

O grupo que é também dono do Record acredita “que a Cofina venha a adquirir à Prisa a totalidade do capital social na Vertix, SGPS, S.A., sociedade comercial através do qual a Prisa detém acções representativas de 94,69 por cento do capital social e dos direitos de voto da Media Capital, ao invés de proceder directamente à aquisição da participação na Media Capital”.

Neste momento, o grupo Cofina tem estado a estudar toda a documentação relativa à Vertix para poder concretizar o negócio com a Prisa.

” A Cofina e a Prisa encontram-se atualmente a negociar, em regime de exclusividade que vigora durante um período de 30 dias, que pode ser prorrogado por vontade das partes, os termos e condições de uma potencial aquisição, pela Cofina, da participação da Prisa na Grupo Media Capital”, sublinha o comunicado da Cofina.

Caso as negociações cheguem a bom porto haverá lugar à “celebração de um contrato de compra e venda – que incluirá os termos e condições” do negócio, avançando depois a Cofina para “a divulgação de um anúncio preliminar de Oferta Pública de Aquisição sobre as acções remanescentes da Media Capital”.

Já esta manhã, 19 de agosto, e depois de ter sido suspensa a negociação das ações dos dois grupos de comunicação, as ações da Cofina valorizaram em 15% face ao valor negocial pré-anúncio do memorando de entendimento Prisa – Cofina. As da Media Capital, por sua vez, não apresentam qualquer oscilação face aos valores anteriores.

Recorde-se que, depois de concretizado o negócio entre as partes, o mesmo terá de ver validado pela autoridade da concorrência, o que poderá obrigar à venda da CMTV ou fusão da mesma com a TVI 24, uma vez que são canais concorrentes.

Esta não é a primeira vez que o grupo Media Capital é alvo de uma OPA.

Tags

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News