fbpx
TVI Big Brother

Big Brother. Queixa de Bruno Almeida sobre a discriminação na doação de sangue foi arquivada

Big Brother, Bruno Almeida, Cristina Ferreira
TVI

Bruno Almeida, concorrente do ‘Big Brother’, contou que foi impedido de doar sangue, por ser homossexual. O participante acabou por levar o tema à Assembleia da República.

Bruno Almeida é um dos concorrentes da nova edição do ‘Big Brother’ e contou que foi impedido de doar sangue por ser homossexual.

O jovem, de 32 anos, acabou por levar o tema à Assembleia da República, mas o Instituto Português do Sangue (IPST) acabou por arquivar o processo, entendendo não haver factos que justifiquem infracção disciplinar.

Numa nota enviada à Lusa, citado pelo Público, o conselho diretivo do IPST conclui que os processos foi arquivados, dado que entenderam “não existirem factos susceptíveis de gerar qualquer infracção disciplinar” e que o instituto “é um organismo inclusivo”.

“[A avaliação] baseia-se nos critérios de elegibilidade, previstos na legislação em vigor, e na avaliação individual do risco relacionado com comportamentos da pessoa candidata à dádiva de sangue, com vista a garantir a segurança das pessoas receptoras”, refere o IPST.

Leia também: Big Brother. Helena Isabel ‘desvaloriza’ causa de Bruno Almeida na Assembleia da República

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News