fbpx
TVI Big Brother

Big Brother. Joana: Vitória, a relação com Bruno Savate e as polémicas

Joana Big Brother Tvi
TVI

Joana foi a grande vencedora do ‘Big Brother – Duplo Impacto’ e esteve à conversa com os jornalistas esta segunda-feira. A ‘beta de Cascais’ fez um balanço da sua participação e falou sobre todas as polémicas em que se viu envolvida.

Vitória: 

“É surreal. É muito bom, senti que de certa forma se fez justiça”, começou por dizer Joana, recordando os insultos de que foi alvo ao longo de todo o programa.

Mostrou-se ainda perplexa por dizerem que fizeram manipulação nos resultados. “Queimaram-me nas 13 galas, fui criticada pelos comentadores, as perguntas eram tendenciosas (dos apresentadores)…”, atirou.

Joana criticou Teresa Guilherme e disse que nunca devia tomar posição, que só tem que fazer perguntas e não dar opinião.

Big Brother, Bruno Savate, Joana D'Albuquerque
Instagram

Relação com Bruno Savate: 

“Ele não me quer telefonar. Ele não me quer contactar”, respondeu sobre Bruno Savate, com quem começou e acabou uma relação durante o mesmo programa.

Lógico que ainda gosto dele, apesar das coisas que ele disse. Ele fez aquilo de cabeça quente, ainda estou à espera que ele venha  falar comigo e possamos ser pelos menos amigos. Não tenho tempo para odiar ninguém. Acho que podíamos ser pelo menos amigos“, acrescentou.

Joana garantiu que não sabe ao certo como o mal-estar entre os dois começou. “Eu não sei como começou, mas acho que talvez o bruno seja um bocadinho inseguro e talvez tivesse ali algumas dúvidas. Tivemos um discussão por causa do pedro, começou devagarinho e começou a aumentar. (As discussões) foram prejudiciais tanto para um como para outro“, disse ainda.

Joana considerou que foram tempos difíceis os que estiveram de costas voltadas no ‘Big Brother’. Quanto a uma possível reconciliação, acha que isso não vai acontecer, mas está disposta a resolver as coisas.

“Não vou encarar as coisas de ânimo leve e sei que aconteceram algumas coisas que eu errei, mas ele também errou”, salientou.

Questionada se acha que o ex-namorado foi influenciado pela opinião dos outros, não tem dúvidas que todos os concorrentes o são, quer queiram ou não.

É da opinião que não levou o programa às costas sozinha, até porque acha que algumas pessoas a ajudaram a ter protagonismo e chegar até ali. Porém, não acredita que a relação com Bruno Savate a levou à vitória, embora assuma que possa ter tido alguma influência.

Não vou dizer que amei o Bruno“, afirmou, recordando que a relação foi curta e só cá fora e com o tempo é que o podia dizer.

Big Brother, Bruno Savate, Joana
Instagram

Caso Rui Pedro: 

Joana disse aos jornalistas que não ia falar sobre o assunto do Tribunal. Porém, gostou da atitude do colega a ter felicitado pela vitória.

Perseguida de carro após a gala: 

Notícias davam conta que Joana foi perseguida de carro após a gala deste sábado. A ‘beta de Cascais’ confirmou e garantiu que o caso já está entregue à GNR.

“É verdade. Eu vinha concentrada nas chamadas, a falar com a minha mãe ao telefone. Quando estava a chegar perto de casa, reparámos que estavam-nos a seguir“, começou por contar.

Arranjaram logo uma estratégia de despistar a pessoa em questão e acabaram por ir virado ao posto da GNR. Joana revelou que conseguiram tirar a matrícula do carro e descobriram que este era alugado.

“A GNR já está a tratar desse processo”, confirmou. A ‘beta de Cascais’ não sabe quem é a pessoa em questão, se queria fazer bem ou mal e aproveitou para ironizar com as ‘bocas’ de Cinha Jardim.

“Pode ser a Cinha Jardim a comprovar que não moro em Cascais“, disse, entre risos. Confirmou ainda que se antes tinha dois seguranças, agora anda sempre com três.

Joana, Big Brother, Tvi
TVI

Respostas a outras polémicas. 

Joana garantiu que a mãe não trabalha na TVI, tal como foi avançado pela imprensa. Recusou falar de Jéssica Nogueira e lamentou que alguns colegas não lhe tivessem felicitado pela vitória.

Não esqueceu o gesto de Helena Isabel, que embora não “morra de amores por ela” deu-lhe os parabéns. Quanto aos comentários de alguns comentadores mostrou-se desiludida por criticarem o seu aspeto físico e garantiu que jamais tinha coragem de fazê-lo.

Durante a ‘Curva de Vida’ criticou três colegas de Universidade e arrependeu-se. “Nunca mais dou protagonismo a essa gente. Só tenho três colegas, como são tantas mães? Como vieram 80 pessoas manifestar-se? Não tenho nada a dizer sobre isso, elas que aproveitem o protagonismo“, atirou.

Joana recordou ainda as críticas da mãe de Gonçalo Quinaz e os insultos que recebeu dela quando ainda estava a participar no reality-show da TVI.

 “Achava que a senhora era educada, só o filho é que é rico. Só tenho pena dela que não tenha o mínimo da educação. Os meus pais nunca fizeram, têm valores morais”, atirou, afirmando ainda que a mãe tem trabalho logo tem falta tempo e não sabe se a mãe de Quinaz o tem.

Desvendou que chorou muitas vezes no confessionário e pediu para as imagens não serem reveladas para não parte fraca. Alguns colegas vão ficar na memória, assim como Jéssica Fernandes, Edmar, Sofia e Helena Isabel.

Venho cansada, preciso dormir, descansar. Quero tirar umas férias, estar com as minhas amigas“, disse, admitindo que não sabe se volta a participar no ‘Big Brother’, mas que gostava de participar numa ‘Quinta’.

Leia também: Joana confirma que foi perseguida de carro: “A GNR já está a tratar desse processo”

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News