fbpx
Big Brother 2020 TVI

Big Brother! Goucha pronuncia-se sobre o ‘caso Hélder’

Manuel Luis Goucha 1 Big Brother! Goucha Pronuncia-Se Sobre O 'Caso Hélder'
Reprodução TVI

O apresentador falou sobre o assunto no programa ‘Você na TV’ desta quinta-feira, na TVI.

Para Manuel Luís Goucha, Hélder foi “deselegante” por não ter chamado “o Edmar para a conversa”, mas não considerou o comentário como “homofóbico”. “Eu não entendo como homofobia. Isto é uma atitude criticável, porque ele nem sequer tem coragem de chamar para a conversa o Edmar (…) Para mim, homofobia implica destruir o outro, fazer mal ao outro, marginalizar o outro”, explicou.

Ainda assim, o profissional de televisão, de 65 anos, disse que a forma como Hélder referiu que prefere ser mulherengo do que alguém homossexual como o Edmar, sem que tivesse pronunciado o nome dele e apenas com um gesto de cabeça, não foi correto: “Ele tem medo das palavras. Ele é medroso. Ele não tem poder de argumentação e não tem léxico. Não tem vocabulário suficiente”.

No seu raciocínio, Goucha acrescentou ainda que lhe chocou mais, no dia seguinte, Hélder ter dito a Cláudio Ramos que não tem nada contra esse “tipo de pessoas”. “Quando ele fala com o Cláudio e fala nesse tipo de pessoas, isso sim, essa frase choca-me mais… Isto já é preconceituoso”, lamentou.

“Ele tem o direito a achar que é preferível se mulherengo a ser homossexual. Não pode é maltratar, marginalizar, ostracizar, prejudicar, desrespeitar os homossexuais. A mim incomodou-me mais o desrespeito que ele teve no confessionário com uma mulher”, atirou. De recordar que no domingo, durante a gala, Hélder esteve com Jessica no confessionário e disse que ela já estava toda “molhada”.

Carregue AQUI para ouvir toda a opinião de Manuel Luís Goucha

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News