fbpx
Big Brother 2020 TVI

Big Brother! Ana Arrebentinha: “Sinto que foi parte de mim com ele”

Ana-Arrebentinha-Foto

Ana Arrebentinha, comentadora do Big Brother, partilhou, este domingo, 26 de julho, uma reflexão sobre “perder um pai”.

“Eu sei o que doi… Hoje vou despir a minha capa de comentadora, comediante e atriz… Hoje vou falar sobre perder um PAI. Falo hoje porque uma das concorrentes do Big Brother perdeu o seu pai, sinto cada lágrima, cada olhar vazio e perdido, cada suspiro porque eu sei, eu senti e sinto ainda todos os dias”, começou por referir.

A comunicadora sofreu muito com a partida do progenitor. “Sinto que foi parte de mim com ele, sinto-me por vezes revoltada, outras de consciência tranquila, outras olho para o céu e pergunto, porquê? Outras olho para o céu e digo “obrigada pelo pai que foste e ainda és”, complementou.

“Ninguém está preparado ou preparada para perder o seu pai ou mãe, ninguém nos ensinou a lidar com morte, ninguém nos disse que um dia íamos ficar sozinhos ou sozinhas, ninguém nos disse que um dia não temos aquele beijinho ao adormecer”, defendeu ainda.

A comentadora termina a publicação de forma muito original e reflexiva. “Não quero que comentem, quero sim que ligues ao teu pai, mãe, irmão, tia ou tia … quero que ligues ou que dês um beijinho ou um abraço porque, amanhã… Amanhã pode amanhecer sem eles ou elas”, finalizou.

Ora veja:

View this post on Instagram

Eu sei o que doi… Hoje vou despir a minha capa de comentadora, comediante e atriz… Hoje vou falar sobre perder um PAI. Falo hoje porque uma das concorrentes do @bigbrothertvi perdeu o seu pai, sinto cada lágrima, cada olhar vazio e perdido, cada suspiro porque eu sei, eu senti e sinto ainda todos os dias. Sinto que foi parte de mim com ele, sinto-me por vezes revoltada, outras de consciência tanquila, outras olho para o céu e pergunto, porquê? Outras olho para o céu e digo "obrigada pelo pai que foste e ainda és. Ninguém está preparado ou preparada para perder o seu pai ou mãe, ninguém nos ensinou a lidar com morte, ninguém nos disse que um dia iamos ficar sozinhos ou sozinhas, ninguém nos disse que um dia não temos aquele beijinho ao adormecer. Não quero que comentem, quero sim que ligues ao teu pai, mãe, irmão, tia ou tia … quero que ligues ou que dês um beijinho ou um abraço porque, amanhã… amanhã pode amanhecer sem eles ou elas. ❤

A post shared by Ana Arrebentinha (@anarrebentinha) on

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>