fbpx
Big Brother TVI

‘BB 2020’. Hélder: “Tenho a certeza absoluta de que estava a ser um bom jogador”

Helder-Big-Brother-3
Reprodução Youtube

Hélder saiu há uma semana da casa mais vigiada do país e, até hoje, não entendeu ainda o motivo de ter sido escolhido pelos portugueses para abandonar a casa. Acredita que o motivo tenha sido que já estava a ser “queimado demais”.

O ex-concorrente esteve à conversa com a repórter digital da TVI, Marta Neves, e não deixou nada por dizer. Sobre estes últimos dias fora da casa, conta que ainda está a adaptar-se, embora os primeiros dias não tenham sido fáceis. “O que custa são os horários para dormir”, conta, acrescentando que no primeiro dia que chegou a casa imaginava que tinha câmaras também lá dentro.

No entanto, tem recebido muito apoio e tem a certeza que era um bom jogador. “Se calhar já estava a ser ‘queimado’ demais, digo eu… Tenho a certeza absoluta de que estava a ser um bom jogador. Eu era o mais divertido da casa, porque toda a gente tem-me dito que a casa, agora, já não é a mesma coisa… E não sou eu a gabar-me, é mesmo verdade. Muita gente diz-me que eu devia voltar para a casa e, sinceramente, eu entrava outra vez, na boa“, afirma.

Não mudava nada no reality-show, mas reconhece que tem um defeito. “Não iria mudar nada em mim, porque eu sou assim, sou genuíno. Mas reconheço que tenho um defeito. Por vezes, devo parar um bocadinho, antes de falar. Pensar bem, respirar e, depois, falar. Como eu sou do Norte, a malta desta região é mais impulsiva e muita gente pode interpretar como maldade, mas, na verdade, esta é a minha natureza. É assim que sou. Genuíno, brincalhão”, remata.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News