fbpx
TVI Big Brother

As razões da separação de Joana Albuquerque e Bruno Savate

Joana Albuquerque, Bruno Savate, Big Brother

Está acesa a guerra à volta do ex-casal Savana. Bruno Savate está envolvido em polémica após o fim da relação com Joana Albuquerque.

Bruno Savate foi apanhado com uma amiga e, desde então, têm sido muitas as críticas e as ofensas. Joana Albuquerque garante que não quer voltar para os braços do empresário.

O ex-casal Savana continua a dar muito que falar, depois de Bruno Savate ter sido apanhado em Lisboa com Jéssica das Neves, uma amiga do nortenho. Sobre o fim do namoro, duas semanas depois de terem ido confirmar a reconciliação ao ‘Cristina ComVida’, Joana Albuquerque diz à TV7 Dias, que no final de abril, antes da sua partida para a Madeira, notou algumas alterações de comportamento em Savate.

A partir do momento em que lá pôs os pés, parou de me responder às mensagens. (…) Estava muito bem até ele chegar a Lisboa e decidir fazer a viagem para a Madeira, e eu percebi que algo se passava. Ele estava com um comportamento estranho e eu não admito estas coisas! Não respondia às mensagens, mudava os planos constantemente. Eu não sei os motivos. Pode ser muita coisa, mas também não sei o que é que é verdade e o que é que é mentira, e se o Bruno não fala comigo desde essa altura, não tenho como saber”, explica.

Quanto aos noivos que ditaram o fim da relação, o nortenho tem uma versão diferente da de Joana. Bruno Savate explica que se deixou de falar com a ‘ex’, não é por ser “maluquinho. Se uma pessoa te liga várias vezes e tu não atendes o telefone é porque algo se passa, é porque essa pessoa te fez alguma coisa e não queres falar com essa pessoa porque estás magoado. Foi o que se passou, mas não vou falar sobre isso“.

Para a vencedora do ‘Big Brother – Duplo Impacto’, a forma como tudo terminou não foi fácil e garante estar a ser difícil “gerir o fim de uma relação quando
termina desta forma. É horrível, não é nada fixe. Acho que podia ter havido outro tipo de tratamento porque nunca lhe faltei ao respeito desta forma. Inclusive, estou no Algarve porque ele me tinha dito que queria muito vir ao Algarve. E eu estou aqui… Eu tinha preparado tudo, umas férias muito lindas, e acabei por ter de vir com a Andreia e com a Marta, que também são ótima companhia. (…)”.

Joana Albuquerque garante que não se sente arrependida por ter voltado para os braços de Bruno Savate, mas admite estar a sentir-se “muito triste”. Tem apenas uma única certeza: “É impensável voltar. Vim a descobrir muita coisa e não sei o que é verdade e o que é mentira, e como ele não fala comigo, fica complicado perceber. Isto assim não dá.”

“Rival”? Joana não quer nem vê-la

Jéssica das Neves pode ter sido a responsável pelo fim da relação, após uma alegada proximidade com o ex-concorrente do ‘Big Brother’. Joana reage às informações que lhe chegaram aos ouvidos.

Isso eu sei porque fui ver, pois comecei a notar um comportamento estranho. Toda a gente faz isso, não me venham dizer que não fazem. E eu vi que seguiu essa rapariga e outra que estava envolvida num evento que ele estava a fazer. Não sei mais nada. (…) Não sei se o afastamento foi por causa dessa rapariga, isso só ele poderá responde, e se ele não me responde, fica complicado“, lamenta Joana Albuquerque à TV 7 Dias.

Por sua vez, Jéssica das Neves garante à referida publicação que não teve qualquer tipo de envolvimento amoroso com Bruno Savate, “nem sequer um beijinho”. Quanto às fotos publicadas no mesmo restaurante no Porto, a jovem afirma que não foram tiradas no mesmo dia. Já Bruno Savate desmente a amiga e revela que os dois estiveram “juntos aqui no Porto, num restaurante. Ela estava com um grupo de amigos e eu estava com um grupo de amigos meus. Estou de consciência tranquila”.

Encontros em restaurantes

Já sobre o encontro no restaurante do Tamariz, no Estoril, Jéssica das Neves explica que foi uma coincidência: “Eu não sabia que ele ia lá. Eu estava a trabalhar e a minha colega, que é próxima do Quinaz, é que ficou a atendê-los. Eu nem sequer soube que eles lá estavam, só soube no fim, quando aquilo ia fechar, e foi porque passei pelas mesas.”

Jéssica das Neves foi alvo de comentários depreciativos nas redes sociais, inclusive, garante, da própria Joana Albuquerque, que acusa de a ter chamado de “vaca peluda”.

Contudo, Joana Albuquerque fez questão de esclarecer a polémica em torno dos comentários difamatórios: “É um bocado estranho dizerem que eu teci algum tipo de comentário racista, porque nunca na minha vida o iria fazer”, garantindo que tudo não passou de um mal-entendido: “Isso é tão estúpido… qualquer pessoa que vá ao meu Twitter percebe que não é nada disso. Uma apoiante minha, que é a Jojo, fez um tweet e anexou uma fotografia de umas vaquinhas peludas amorosas, e eu faço tweets sobre vaquinhas peludas há imenso tempo. Não tem mesmo nada a ver”, remata Joana Albuquerque.

Leia também: João Baião chora em direto: “O que vai ser de nós sem ti, Maria João Abreu?”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News