fbpx
TVI

Após ser dispensado da TVI, Fernando Correia atira: “Acho que não merecia isto”

Fernando Correia
Instagram

Fernando Correia viu o seu contrato com a TVI ser rescindindo e lamentou o facto de ter sido informado por carta, sem ter tido direito a qualquer palavra de reconhecimento. 

Fernando Correia trabalhou 16 anos na TVI e saiu repentinamente, algo que o deixou dececionado. “Apanhou-me completamente de surpresa. Foi em agosto, num período em que estava de férias“, começou por dizer ao jornal SOL.

O jornalista explicou que inicialmente houve um constrangimento por causa da pandemia, depois seguiram-se as férias e, como o futebol estava mais ou menos parado, tiveram um “argumento válido” para não haver comentários.

Fernando Correia critica TVI

Sérgio Figueiredo disse-lhe depois para voltar, mas com um novo acerto de vencimento ou um novo contrato. Os dois chegaram a um entendimento de valores. Porém, Fernando Correio sofreu uma trombose ocular no dia em que regressava à TVI para a nova temporada.

Após três semanas, Fernando Correia disse que poderia regressar, mas disseram-lhe que o ambiente estava confuso, devido à saída de Sérgio Figueiredo e a entrada de Anselmo Crespo, e era melhor esperar. Telefonaram-lhe depois a dizer que o contrato ia ser rescendido porque havia uma nova política de comentadores.

A solução era ser pago à peça, receberia 200 euros por cada vez que lá fosse. Em resposta, disse que dependeria das vezes que fosse aos estúdios. “Depois recebi uma carta registada a dizer que o contrato tinha sido rescindido“, lamentou.

Entrei para a TVI em 2004. Foram 16 anos de trabalho continuo, quase diário. Não esperava um final destes. Mas a surpresa maior foi pela forma como o contrato foi rescindido (…) Acho que não merecia isto“, disse, apontando o dedo à nova direção de informação.

Leia também: ‘A Máscara’ alvo de críticas: “Quem tudo quer tudo perde”

 

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News