fbpx
TVI

Ann-Kristin, a «rainha do gelo» que soube colher os frutos do «MasterChef»

35E0Ff60 150E 4280 8828 3486F9C1Be5A Ann-Kristin, A «Rainha Do Gelo» Que Soube Colher Os Frutos Do «Masterchef»
35E0Ff60-150E-4280-8828-3486F9C1Be5A
A teoria do sucesso, segundo Ann-Kristin.

Para já, a participação no MasterChef trouxe-lhe a oportunidade de comercializar um bolo e um livro. Ann-Kristin está a aproveitar ao máximo a notoriedade que ganhou no concurso de culinária da TVI. Se antes passava despercebida, agora já não é bem assim. «As pessoas já me levam mais a sério. Antes, quando queria realizar alguns projetos, mandava e-mails, mas nunca recebia resposta. Agora respondem sempre», disse ao A Televisão. A vice-campeã da segunda edição do MasterChef Portugal defende que é possível «colher frutos» de um programa de televisão, mas que é preciso também arregaçar as mãos e ir à «luta». «Se não fizermos nada depois, não vai acontecer nada. Ninguém vai pegar em ti e dizer: “Olha, vou dar-te o mundo”. Tens que saber aquilo que queres fazer».

Sobre a experiência no MasterChef, Ann-Kristin garante que não mudava «absolutamente nada» daquilo que foi e fez, mas recorda agora a forma como as pessoas olhavam para si. «Criticavam que eu estava sempre muito concentrada e muito séria, diziam que eu levava aquilo muito a sério. Mas eu queria ganhar, entrei com esse objetivo!» A jovem, que também já foi manequim, era considerada pelos telespetadores a «rainha do frio e do gelo», uma rapariga «fria e sem sentimentos». No entanto, as pessoas, ao conhecerem a verdadeira Ann, mudaram de opinião. «Tu sorris? Ai, não estava à espera. Pensava que estavas sempre com mau feitio…» Facto é que o MasterChef mudou-lhe a vida (profissional, porque no campo pessoal está tudo igual: Ann continua a viver com o seu namorado e com o seu cão). «Deixei de ser manequim e estou focada só na área da culinária. Isto é uma grande mudança, mas também é aquilo que eu queria. Mudou para melhor», confessou, visivelmente feliz com as «medalhas» que tem conquistado.

Pois bem, a aventura na TVI não podia ter corrido melhor. Em colaboração com a Doceleia, Ann-Kristin confecionou em setembro um bolo de cenoura, que já está à venda no Continente. Este projeto impossibilitou de ir já a «correr» para Madrid, para usufruir do prémio que ganhou no programa da TVI. «Depois do programa foquei-me no projeto do bolo. Então, não podia ir. Tinha que fazer uma tour, havia muitas coisas para tratar». Mas a viagem que tem como destino a escola Le Cordon Bleu já está marcada e vai acontecer em julho de 2016. «Falei com o Manuel [vencedor] e ele diz que são exigentes. Gosto disso. Quanto mais exigentes são, melhor. Tem que haver alguma pressão em cima de mim, senão “Deixa estar, está tudo bem…”» Entre a tour do Continente e o blog Flirt Gourmet, Ann-Kristin conseguiu ainda arranjar tempo para escrever um livro de receitas, técnicas e empratamento. A novidade está prevista sair ainda antes do Natal. «No livro eu vou pegar em receitas tradicionais e fazer um empratamento assim mais para os “olhos”», revelou ao nosso site. E não, não ficamos por aqui. A jovem criou recentemente um canal no YouTube, onde promete divulgar vídeos de apresentação, de receitas, entre outras coisas relacionadas com culinária. Um verdadeiro non-stop para a segunda classificada do MasterChef.

Ann-Kristin, um exemplo de que ainda vale a pena participar num programa de televisão. Isso, aliado a algumas doses de determinação e persistência.

Veja a entrevista a Ann-Kristin:

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News