Cabo RTP SIC TVI

Amigo de Tozé Martinho garante: “Foi muito maltratado pelas televisões”

Instagram

Tozé Martinho faleceu no domingo, dia 16 de fevereiro, aos 72 anos. Dois dias antes tinha dado entrada no hospital devido a uma infecção urinária. Depois, a situação complicou-se após várias paragens cardíacas. Assim que foi noticiada a morte do ator e argumentista, os amigos e colegas de profissão não se calaram e mostraram a sua revolta por ter sido esquecido pelas televisões. 

Uma fonte hospitalar disse, à TV7 Dias, que o ator “deu entrada em muito mau estado, com uma paragem cardíaca. Quando chegou, foi imediatamente levado para a sala de reanimação e só depois de o estabilizarem é que passou para o S.O. A infecção urinária foi detetada mais tarde, após as análises. Segundo a mesma fonte, a família não quis autópsia e foi posta a par de todos os procedimentos feitos até à data.

De recordar que a sua estreia em televisão foi em 1982 em ‘Vila Faia’ e foi autor de muitas novelas. Porém, com o tempo os projetos começaram a ser recusados e os amigos lamentam o facto de não o terem valorizado.

Fernando Beja, um dos seus melhores amigos, recorda que apesar de alguns problemas de saúde continuou sempre a trabalhar. “Lutou tanto pela TVI e cortaram-lhe as pernas dos projetos que tinha”, acusa. Vai mais longe e revela que tem no portátil guardado novelas e séries prontas. Inclusive, duas puseram na RTP e não saíram. “Ou não acreditaram na capacidade que o Tozé tinha ou não pensavam que era algo que viesse a dar resultados para aquilo que a RTP queria”.

Conta ainda que na SIC  e na TVI passou-se o mesmo, sendo que a estação de Queluz justificou que “não havia verbas” para o fazer. Fernando Beja recorda ainda as vezes que viu Tozé Martinho ligar para José Eduardo Moniz mas sem sucesso.

“Foi uma barreira tão grande que se criou entre as televisões e o Tozé Martinho, que não tenho explicação. Porquê?” questiona revoltado, lembrando que também o Porto Canal e a CMTV não lhe deram oportunidade.

“Foi muito maltratado pelas televisões e eu acompanhei. Estive com ele a bater às portas e fecharam-lhe as portas todas. Foi muito maltratado. E assistir a ‘não’ em todas as televisões é muito mau”, remata. Assim que foi anunciada a sua morte, vários famosos lamentaram o facto de ter sido esquecido e recordaram o seu trajeto, nomeadamente José Raposo, Bárbara Norton de Matos, Luís Esparteiro, Ricardo Carriço, Carla Janeiro e Joana Figueira

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News