fbpx
TVI

«A Única Mulher» serviu para «mudar mentalidades» e «mostrar novos talentos»

A Unica «A Única Mulher» Serviu Para «Mudar Mentalidades» E «Mostrar Novos Talentos»

Gravada entre Portugal e Angola, a novela A Única Mulher estreou em março de 2015 e, em poucos meses, tornou-se no programa mais visto da televisão portuguesa. Muitas vezes acompanhada por um milhão e 500 mil telespectadores, a história protagonizada por Ana Sofia Martins e Lourenço Ortigão serviu para mudar mentalidades e, também, para mostrar emergentes e estreantes talentos na representação. Quem o diz são os próprios atores.

Para Ana Sofia Martins, a novela A Única Mulher foi a «melhor escola». Permitiu, explica a própria, conhecer «pessoas incríveis» e aprender com «os melhores atores». «Agradeço à TVI esta oportunidade única. A Mara colou-me à pele e confesso que ela ainda vive em mim de vez em quando», disse a atriz que esta sexta-feira, dia 6 de janeiro, faz o seu «funeral», até porque «já chega». Também Marta Melro caracteriza o projeto como «único» porque permitiu «imaginar o que seria a personagem de cada um na continuidade». «A novela deu a oportunidade de ser várias personagens dentro de uma só. Começou com algo leve mas ao longo do tempo houve cenas mais emocionais e intensas», descreve a atriz que já guarda «saudades» da novela: «É estranho pensar “Acabou”».

Marta Melro considera, ainda, que A Única Mulher mudou o atual paradigma da indústria audiovisual e, também, a «mentalidade» de todos. Atores negros, até então com «papéis mais pequenos e secundários», assumiram pela primeira vez o protagonismo de uma novela portuguesa: «O elenco fez com que se mudasse as mentalidades. A novela era Angola e as suas raízes. As pessoas identificaram-se com isso».

E nem mesmo a longa duração da novela levou à saturação dos atores. Quem o diz é João Catarré, que integrou as três temporadas. «O ritmo foi tão rápido que não deu tempo para saturações. A história era brutal!», afirma o ator que partilha, assim, da mesma opinião de Joana de Verona. «Eram dias de muita aventura! Todos os dias, estávamos em grandes dramas por razões diferentes», relembra a atriz. O grande final de A Única Mulher é transmitida na noite desta sexta-feira, a partir das 21h41.

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News