fbpx
Globo

Conheça a história de «Meu Pedacinho de Chão»

Meu Pedacinho De Chao 532359C40542A Conheça A História De «Meu Pedacinho De Chão»

Meu-Pedacinho-De-Chao-532359C40542A

Com estreia marcada para esta tarde, o A Televisão apresenta em seguida a história de Meu Pedacinho de Chão, a próxima novela do canal Premium da Globo no nosso país.

O Coronel Epaminondas (Osmar Prado) é um latifundiário que se posiciona contra todas as formas de progresso. Retrógrado e centralizador, não admite que Pedro Falcão (Rodrigo Lombardi), um entusiasta do desenvolvimento de Vila Santa Fé, tenha doado parte das suas terras para que fossem construídas a venda de seu Giácomo (Antonio Fagundes) e até mesmo uma capela, que ficou aos cuidados do padre de descendência alemã, querido por todos, e chamado de Padre Santo (Emiliano Queiroz). Além disso, Epa nunca perdoou Pedro por tê-lo derrotado nas últimas eleições municipais, elegendo o seu protegido e parceiro político, o Prefeito das Antas (Ricardo Blat).

O duelo entre os dois torna-se ainda mais aceso quando Pedro Falcão, com a aprovação de todos, decide criar a primeira escola daquela região. Epa levará até às últimas consequências a luta contra a escola, que é considerada uma afronta pessoal. Epaminondas é o arquétipo do Mal, representa a Sombra, o Retrocesso, a Decadência, a Vaidade e a Prepotência. Já Pedro Falcão é o símbolo da Justiça, representa o Trabalho e a Terra.

O Coronel Epa, depois de enviuvar de dona Sofia, casa-se, pela segunda vez, com Madame Catarina (Juliana Paes). Exuberante, Catarina carrega consigo a força e a intensidade do feminino. Ela é o protótipo da Graça, da Sensualidade, da Maternidade e dos Instintos. Com Catarina, Epa teve a singela Pituca (Geytsa Garcia) ou Pituquinha, como muitos a chamam.

Além de Pituca, ele é pai também de Ferdinando (Johnny Massaro), oriundo do seu primeiro casamento. Desde muito jovem, Ferdinando saiu de casa para estudar. Já homem feito regressa à Vila Santa Fé após ter concluído a faculdade de Agronomia. Só que o pai aguarda o seu primogénito como um brilhante advogado, justamente para fazer frente, como político, ao senhor Pedro Falcão (Rodrigo Lombardi), ao atual Prefeito (Ricardo Blat) e a todos os seus aliados. Madame Catarina, madrasta querida de Ferdinando, é a única pessoa que sabe que o rapaz vai voltar agrónomo e não advogado, para grande deceção da vida de Epaminondas.

Na fazenda de Epa vivem também, entre outros agregados, a Mãe Benta (Teuda Bara), parteira e benzedeira respeitada por todos, e o seu filho Zelão (Irandhir Santos), além de Rodapé (Flávio Bauraqui). Também trabalham na Casa Grande, como é chamada a residência de Coronel, Amânica (Dani Ornellas) e Rosinha (Letícia Almeida).

Vila Santa Fé

A magia de um mundo de brinquedos, com árvores de várias cores e casas revestidas de latas enfeitadas, é o caminho para o diretor ressaltar a atmosfera da infância que traz o texto. Escrito em 1971, quando a novela foi transmitida pela primeira vez, Meu Pedacinho de Chão ganha agora ares atemporais, longe do realismo da primeira versão e com espaço para uma boa dose de humor.

A cidade cenográfica é um dos elementos principais da narrativa, própria representação do olhar da infância emoldurada pela memória. Para garantir este tratamento, Luiz Fernando Carvalho orquestra um trabalho de equipa, desde a produção de arte artesanal do artista plástico Raimundo Rodriguez e da cenografia de Keller Veiga ao criativo figurino de Thanara Schonardie, passando por recursos de animação e computação gráfica.

O universo rural ganhou um novo significado a partir do olhar de uma criança, mas com um tom de modernidade. E de mãos dadas com o universo arquetípico do autor. Estarão lá os coronéis, os capangas, a professorinha revitalizados pelos códigos da contemporaneidade que absorvem, com generosidade, todas essas influências.

Nesse sentido, o texto de Benedito Ruy Barbosa é um clássico que pode, e deve, ser lido de várias maneiras. Na primeira versão, de maneira realista; agora, lírica – o que denota a abrangência do texto. É através da lente lúdica de Serelepe e Pituca que o Coronel Epa, latifundiário da região e pai da menina, avesso ao progresso em todas as suas formas, trava uma luta contra o seu inimigo, Pedro Falcão.

Com estreia marcada para hoje, às 17h55, Meu Pedacinho de Chão conta no elenco com atores consagrados como Antônio Fagundes, Osmar Prado, Juliana Paes e Rodrigo Lombardi e também um elenco estreante em novelas, como Cintia Dicker, Bruno Fagundes, Irandhir Santos e Johnny Massoro. Compõem o elenco ainda Bruna Linzmeyer, Flávio Bauraqui, Emiliano Queiroz, Ricardo Blat e Inês Peixoto, entre outros.

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>