fbpx
SIC

Sara Matos revela medos e receios sobre o nascimento do filho

Sara Matos
Instagram

Sara Matos transmitiu em direto, do Instagram de uma conhecida marca de roupa e produtos infantis, os seus receios após o nascimento do seu primeiro filho.

Sara Matos esteve à conversa com a pediatra Joana Martins e os seguidores puderam ouvir atentamente os receios da atriz.

“Esta gravidez não aconteceu por acidente. Era uma coisa que eu já queria há muito tempo. Quer dizer, não estava à espera que acontecesse logo, mas já queria há algum tempo e já falava sobre isso. Portanto, é uma gravidez desejada e quando isso acontece a mulher já está preparada”, começou por dizer.

“Quando descobri, já estava de dois meses e qualquer coisa, e confesso que foi um bocadinho desafiante no sentido em que tive alguns enjoos”, contou, acrescentando que estava sob pressão porque estava a meio de um projeto.

Os enjoos já passaram, mas agora chegam as dúvidas. “Há vários desafios no dia-a-dia. Às vezes sentimos dores e às vezes são só gases, mas nós não sabemos o que é e ficamos ‘ai, meu deus, mas que dor é esta? Será que são contrações?’”, questionou Sara Matos.

Um dos seus maiores receios é a reação do seu cão. Como tal, a pediatra sugeriu ir colocando já barulhos de bebé a chorar, de vídeos de Youtube, para ele se ir habituando. Aconselhou também a atriz a espalhar produtos de limpeza para o bebé pela casa e, quando este nascer e ainda estiver no hospital, Pedro Teixeira levar algumas peças já usadas para o cão cheirar.

A pediatra aconselhou depois Sara Matos a entrar em casa sem o bebé e dar-lhe um biscoito. Depois deverá ir buscar o bebé e dar-lhe os pézinhos do menino para cheirar.

“Há um mês, pensei ‘temos aqui um problema com o Góji’, porque ele é um cão… ele não pára, está sempre a correr. Ele é querido, dá-se bem com os cães todos, mas é muito ciumento. Quando alguém se aproxima de mim, ele começa logo a ladrar e a impor respeito”, revelou Sara Matos.

Quanto a dormir na cama dos pais, a pediatra explicou que o bebé não pode lá dormir se um dos pais for fumador, obesos ou se tomarem algum tipo de droga ou medicação.

O bebé nunca pode ficar entre os dois adultos e nunca pode partilhar a roupa de cama com os adultos. Em suma, o menino tem de ficar por cima da roupa de cama, protegido com um saco de dormir.

Veja o vídeo:

Leia também: Kelly Bailey mostra-se de férias em Ibiza e Lourenço Ortigão deixa conselho

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>