fbpx
SIC

Ricardo Araújo Pereira e o caso Will Smith: “Os limites que interessam são os da lei”

Ricardo Araújo Pereira, Will Smith, Chris Rock
Instagram

Ricardo Araújo Pereira condenou a agressão de Will Smith a Chris Rock e sublinhou que o único a violar a lei, com o crime de “ofensa à integridade física simples”, foi o ator.

O caso Will Smith tem feito correr muita tinta e são vários os humoristas que já vieram a público falar sobre o sucedido. Ricardo Araújo Pereira foi um deles.

Deixe-me recapitular o que aconteceu: Chris Rock fez uma piada. Will Smith respondeu praticando o crime que vem descrito no artigo 143º do código penal, que se chama «ofensa à integridade física simples». E a sua pergunta é se há limites para o que o agredido fez. Parece-me que isso é capaz de ser parte do problema“, disse ao Jornal de Notícias.

Naquele evento, ninguém se lembrou de fazer o que a decência mínima aconselhava: mandar o agressor sair da sala, uma vez que o seu comportamento é inaceitável“, frisou.

Ficaria muito surpreendido se tivéssemos descoberto que os limites do humor são o cabelo de uma atriz de Hollywood. Mais uma vez, os limites que interessam neste episódio são os da lei. Um dos intervenientes violou-os, o outro não“, referiu.

Questionado sobre se os humoristas devem ter mais cuidado quando o tema é sobre a saúde de alguém, Ricardo Araújo Pereira respondeu desta forma: “Saúde? Não estamos exatamente a falar de cancro do pâncreas, pois não? A piada é sobre o facto de Jada Smith ser fisicamente parecida com a personagem de ficção GI Jane. Recordo que a GI Jane é uma heroína que ultrapassa barreiras de género e acaba a salvar um companheiro num cenário de guerra. Parece-lhe uma comparação ofensiva?“, atirou.

Leia também: Diretor da CMTV recorda morte de jornalista americano para atacar Ricardo Araújo Pereira

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>