fbpx
Resumos SIC

Por Ti: resumo dos próximos episódios

Resumo de 11 a 15 de julho

Por Ti

 

Episódio 99

 

 

Destaques

Eugénio conta a Mia sobre a premonição. Mia preocupada, avisa Afonso para ter cuidado e pede ajuda a Helena para Afonso fazer exames.

Mia e Luísa entram no quarto de Nuno e acedem ao portátil.

 

Simão é preso.

 

Eugénio pede ajuda a Mia para convencer Afonso a ter cuidado, conta-lhe sobre a premonição que teve, viu-o morto e contou a Afonso, mas ele desvalorizou. Mia recupera do choque e tenta entender o que ele pode fazer para evitar. Eugénio diz que ele tem de estar atento aos sinais e fazer tudo para estar a salvo.

Nuno pergunta a Renata se tem a certeza que quer mesmo seguir o próximo passo do plano Renata está confiante e Nuno avisa-a que vai ficar sozinha. Ela diz que sempre esteve e tem a certeza que Rui não vai abandoná-la porque tem uma divida de gratidão com ela. Luísa traz um chá, Renata cínica, elogia a atenção dos empregados do hotel enquanto Luísa olha para o portátil.

Neca traz umas roupas para doar e deixa-as no lobby do turismo, Bernardo reclama de as deixar ali em vez de entregar na capela. Constança convida-o e a Xana para jantarem no restaurante e provar o novo menu, pede-lhe que passe a palavra a dizer que Paulo vai ser o novo chef.

Mia entra com Afonso e pergunta a Rui se tem novidades sobre a barragem e se sabe qual o próximo passo de Renata, Rui diz que quando houver novidades todos vão saber. Afonso diz a Mia para ir à junta quando tiver de falar com o pai dele. Mia diz que veio por ele, está preocupada com o que Eugénio disse, quer que Afonso tenha cuidado e que Eugénio disse que se Afonso estiver atento aos sinais pode evitar o pior.

Paulo cozinha e diz a Helena que já tem várias hipóteses para o menu do turismo. Helena quer descansar, está cansada de tudo o que tem acontecido. Ele sugere viajarem no final do mês para a Ásia, mas ela diz que para a Ásia não vai porque já o levou dela uma vez. Falam das aulas de meditação e Helena diz que vai experimentar.

Mónica vai experimentar a meditação. Mary fala bem das aulas, diz que sai de lá revitalizada. Dieter gosta de ver Mónica animada, ela diz que já passou a fase da mágoa e raiva, não vai fazer a vida negra a Paulo. Dieter diz que há pessoas que não conseguem afastar-se do ex-companheiro e manda indireta a Mary. Miguel entra bem-disposto à procura de Paulo para lhe emprestar o caiaque. Dieter estranha porque ainda ontem estava doente. Diz a Lara que é um bom dia para pedir a mão da filha em casamento. Tosso aparece entusiasmado para recolher votos para decidir onde colocar a cruz.

Isabel pede ajuda a Orlando, conta-lhe que Miguel disse que queria sexo em todo o lado. Orlando fica desconfortável com a conversa e tenta despachá-la. Isabel está confusa, tem medo que seja só pena dele por estar a morrer e esteja a confundir as coisas. Não sabe como dizer não a um pedido de Miguel.

Bernardo separa roupa e encontra o bilhete que Dulce meteu nas calças de Zé que fala de beijos atrevidos, lê-o e fica escandalizado. Simão montou uma mostra de santos e terços que vende como sendo do Vaticano e está a tentar vender um a uma senhora quando Raquel entra e acusa-o de ter enganado a mãe dela com um terço de plástico por 50 euros. desmascara Simão, liga à polícia a denunciá-lo. Simão tenta fugir, mas Raquel agarra-o com a mão livre.

Dulce não sabe o que aconteceu à sua mota porque começou aos solavancos e parou. Tó diz que vai tratar dela e depois liga-lhe. De seguida, Tó liga à mãe e pergunta porque a mota de Dulce cheira a azeite.

Paulo abre a porta de casa da amiga de Helena, onde vivem e fica surpreso ao ver a filha, Mia pergunta a Helena se podem falar.

Renata fala com Rui ao telemóvel, diz que quer um estudo de impacte ambiental bem feito, mas leva tempo, quando tiver novidades saberá. Luísa pergunta se vão sair e Nuno diz que vão a Vila Passos. Luísa provoca Renata e pergunta se gostou do chá, ela responde que sabia a água suja. Luísa fica com o quarto de Nuno livre.

Mia fala com Helena sobre a visão de Eugénio, está preocupada. Helena não dá importância, é uma mulher da ciência e da razão, não valoriza o que não é palpável. Mia fica impaciente e pede que esqueçam as crenças e pensem no Afonso. Não custa nada que ele faça uns exames para ver se está tudo bem com a saúde dele. Atende chamada de Luísa e diz que vai ter com ela. Mia atira que vai ter a consciência tranquila, já ela não vai poder dizer o mesmo de Helena se acontecer alguma coisa a Afonso. Helena fica incomodada.

Bernardo mostra a Constança o bilhete que encontrou na roupa que Neca trouxe, acha que ele anda a trair Xana. Constança fica a pensar se Xana saberá da traição.

Simão está na cama da cela do posto. Isabel e Miguel entram de rompante pelo posto. Zé explica que Simão estava a vender terços dos chineses como se viessem do Vaticano abençoados pelo Papa a preços exorbitantes. Isabel fica furiosa com Simão, mas Miguel mostra-se compreensivo para espanto de todos.

O quarto de Nuno está vazio, vemos a porta abrir-se e Luísa entrar seguida de Mia. Fecham a porta e Mia olha-a agradecida. Luísa encontra o portátil de Nuno dentro do armário e descobre a password na parte de baixo do computador. Ligam-no, mas não conseguem entrar na pasta do Grupo Jones.

Afonso prepara as coisas para mais um passeio. Afasta-se para buscar uma série de cantis e enquanto está de costas para a entrada, Tó Calhau entra a fazer rolar a roda de uma carroça Afonso volta-se para Tó e repara na roda da carroça. Fica apreensivo, lembrando-se das palavras de Eugénio. Tó diz que pediram para arranjar a roda.

Nuno caminha pelo corredor, em direção ao quarto. Aproxima-se da porta, mas o seu telemóvel começa a tocar e ele para a procura dele. Mia e Luísa ficam em pânico, percebem que vem aí alguém. Nuno atende a chamada, apressa-se a desligar e entra no quarto e fica em choque. Luísa está deitada sobre a cama e, na parte de cima, está apenas de soutien. Nuno continua estático a olhar para ela, atarantado, diz que afinal não foi só ele que sentiu a tensão sexual e começa a desapertar a camisa para a beijar, mas Luísa desvia-se e diz que não é boa ideia. Olha na direção da fuga para a casa de banho e sai apressada. Escondida, Mia, incrédula, fica em pânico. Nuno, ainda meio atordoado, recomeça a abotoar a camisa. Segundos depois, Luísa volta a entrar e puxa Nuno pela mão, saem os dois e fecham a porta. Mia espera uns segundos e só depois é que sai da fuga para a casa de banho. Nesse momento, abre a mão e olha fixamente para uma pen que tinha escondida.

Renata assume uma postura sonsa e diz que veio ver se o chantagista voltou a ligar. Rui diz que não e conta-lhe sobre os terrenos que sugeriu, o dono ligou e quer vendê-los mais barato com medo de que a barragem não seja construída. Renata reforça que é um ótimo investimento.

Luísa distrai Nuno, Mia consegue sair e passar no lobby sem que ele a veja. Nuno quer voltar ao quarto, mas Luísa esquiva-se e diz que tem uma aula de meditação para dar. Nuno fica a achar que ela não é boa da cabeça.

Mónica vem reservar um passeio e fala com Afonso. Acabam por falar dele e de Mia, diz que nunca envenenou o relacionamento deles por causa da traição de Paulo com Helena. Afonso não culpa ninguém de terem acabado, diz que ele e Mia estavam em patamares diferentes e quando é assim fica difícil continuar. Mónica diz que talvez ainda se encontrem como foi o caso da mãe dele e de Paulo. Afonso fica surpreso com o comentário e Mónica arrepende-se, sai e diz para escolher ele o roteiro.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 98

 

 

Destaques

Eugénio tem visão de Afonso morto e conta-lhe.

Luísa e Mia fazem as pazes para lutarem contra a barragem.

Mónica tenta aproximar-se de Paulo, mas ele corta.

 

Mónica e Mia comem enquanto ouvem o podcast da entrevista de Renata em que Mia interveio. Mia acha estranho a postura de Renata e quer perceber o que ela anda a tramar. Mia vai abrir a porta e volta com Paulo, que traz um peixinho dentro de um saquinho de água. Mónica fica surpreendida ao vê-lo e ajeita-se subtilmente. Mia vai tirar cafés e deixa-os sozinhos. Mia fica enternecida a ver os pais a conversarem, sorri pela ideia que o pai teve em trazer-lhe o peixe. Mónica e Paulo conversam descontraídos, Paulo acha que Mia ficou mais animada. Mónica convida-o para beber um porto que trouxeram numa das viagens que fizeram ao Douro. Mónica estende a garrafa e ele fica incomodado com a cumplicidade de Mónica. Não lhe quer dar esperanças e diz que é melhor ir. Mónica assente, desiludida.

Renata diz a Rui que Nuno conseguiu chegar ao computador e apagou tudo. Rui só espera que não haja mais cópias, mesmo sendo falso ia ficar sempre a dúvida se viesse a público.

Isabel pede ajuda a helena para ver uns exames que diz que são do marido de uma amiga. Helena diz que não há muito a fazer, vão ter de ter muita força. Isabel fica emocionada.

Orlando está a cozinhar quando Miguel entra cheio de apetite. Orlando condena o que está a fazer a Isabel, se acha que é assim que vai conquistá-la, escolheu uma péssima estratégia ao enganá-la. Miguel está confiante que vai resultar.

Xana enche um jerrican de azeite, diz que ninguém se mete com ela sem levar troco. Tó não percebe e abre a porta a Armanda, que entra vestida de sereia, com uma cauda e um soutien que são duas conchas. Tó arregala os olhos e agarra-a pela cintura. Xana volta a entrar e manda-a ir vestir-se, diz que parece uma sardinha.

Mia vem falar com Luísa, que acha que Mia quer falar de Afonso, mas ela quer é falar da luta contra a barragem. Mia pede-lhe ajudá-la a entrar no quarto de Nuno. Ela pergunta se está interessada nele. Mia só quer ver o computador dele para se certificar de que as obras da barragem nunca vão acontecer. Luísa diz a Mia que amanhã liga-lhe quando Nuno sair. Bernardo diz-lhes que fazem bem em voltar a ser amigas, Afonso já não é assim tão bom partido.

Afonso prepara as coisas para o passeio de amanhã quando é surpreendido por Zuzu que lhe ladra como que o chamando para o exterior. Afonso entra em casa de Eugénio e Zuzu avança para a sua comida. Eugénio entra e ele diz que veio entregá-la porque ela apareceu na oficina. Eugénio agradece-lhe de coração. De repente sente-se mal e fica de olhos fechados. Abre-os, numa expressão de terror. Respira ofegante, quase sem ar. Afonso segura-o, preocupado. Eugénio tem uma visão fica angustiado. Vê uma velha roda de carroça, largada no meio do mato e um marco divisório de pedra onde está inscrito o número 7. Vemos o corpo de um homem caído coberto pela vegetação, parece estar morto, é Afonso. Eugénio tem um olhar de enorme angústia para Afonso, na iminência de lhe dizer algo. Eugénio agarra o pulso de Afonso com firmeza. Olha-o de olhos bem abertos e diz-lhe que é ele que vai morrer. Afonso fica apreensivo e recua. Eugénio apoia a cabeça nas mãos e tapa os olhos, nervoso, conta-lhe sobre as visões que teve, e como agora tem a certeza que é ele que vai morrer. Afonso acha que ele bateu com a cabeça ou não se tem alimentado bem, não acredita nele e manda-o descansar.

Renata paga a Henrique e manda Nuno guardar o resto do dinheiro para usar no momento certo. Renata aproxima-se de Nuno, mas este afasta-se e diz que está cansado de se sentir um boneco nas mãos dela.

Dulce satisfeita, diz a Zé que ele é incansável. Zé vai continuar a dormir ali, por momentos achou que o ia convidar para ficar na sua casa. Dulce diz que ainda é cedo e ninguém pode saber que estão juntos.

Afonso tenta perceber o que o pai sabe sobre Eugénio. Rui percebe que ele está preocupado e diz-lhe para não ligar aos delírios dele.

Isabel está muito abatida e Miguel contrariamente a quem está muito doente, está bem disposto, vai começar a correr e fazer coisas que nunca fez. Isabel verifica se ele tem febre, ele fala em sexo, diz que se ela quiser é todo dela, dia e noite. Isabel está muito surpresa, nem sabe o que dizer.

Xana vem abrir a porta e assusta-se com Armanda, que reclama que não a quer a dormir ali em casa. Tó também vem ver quem toca à porta e quer que Armanda fique. A seguir vem Tosso que entrega os papeis sobre o referendo para Xana assinar. Zé vem do quarto a dizer que dormir na cela era mais tranquilo, abraça Xana para fazer as pazes. Xana queixa-se da confusão naquela casa.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 97

 

 

Destaques

Rui entrega o dinheiro pela gravação. Renata e Nuno aparecem.

Afonso ignora Mia.

 

Afonso, em tronco nu e transpirado do exercício físico, está debruçado sobre o guiador da bicicleta que entortou na queda. Continua chateado e não dá por Mia entrar na oficina a dizer que precisa dos conselhos de Tó. Os dois fitam-se, tensos. Afonso diz que Tó foi almoçar. Mia pergunta se pode esperar por Tó ali, Afonso é frio com ela e ela disfarça o incómodo que sente com essa frieza. Afonso pede a Mia para desviar-se para apanhar a sua t-shirt. Mia pergunta se ele vai sair, ele diz-lhe que sim para ela poder estar à vontade com o seu confidente. Mia fica indignada com a atitude dele. Armanda chega e vê Mia triste à espera de Tó. Pergunta o que está ali a fazer e com ciúmes pergunta desde quando ela e Tó são assim tão amigos. Mia diz que foi desde que ela a tentou juntar a Afonso, mas terminaram. Armanda não se cansa de dizer que namora com Tó para que Mia não pense que por não ter namorado não vai para perto de Tó queixar-se.

Rui, nervoso, limpa o suor da testa e olha para a mala do dinheiro que está no banco do lado. Alguns segundos depois, repara, pelo retrovisor, que um carro se aproxima. Rui nervoso, abre a porta do carro e sai. Logo a seguir, Henrique, encapuzado, sai do seu carro. Rui, nervoso, aproxima-se carregando a mala preta. Ficam frente a frente e Rui entrega a mala a Henrique e pergunta pela gravação. Henrique diz-lhe que ele é quem dita as regras e vira costas caminhando para o carro. Rui avança para Henrique, que lhe dá um empurrão e Rui com o impacto desequilibra-se e cai ao chão, nesse momento, Henrique tira uma faca do bolso e aponta-lhe. Fica na tensão de Rui.

Rui muito nervoso diz que o combinado era o dinheiro pela gravação e ele cumpriu com a parte dele. Nesse momento, para surpresa de Rui, o carro de Renata aproxima-se e trava a fundo junto a eles. Henrique finge-se surpreendido. Renata e Nuno saem do carro e Henrique finge -se encurralado e pergunta se Rui chamou ajuda. Nuno avança para Henrique, de forma, a deixar Renata atrás dele. Num impulso, Henrique avança para “atingir” Rui, mas antes disso Renata surpreende-o e empurra-o pelas costas. Rui recua e Nuno avança para cima de Henrique. Os dois caem no chão. Rui olha surpreso para Renata e aproxima-se dela. Logo em seguida Henrique “consegue” escapar a Nuno, entra no carro e arranca. Rui olha desesperado para Renata, diz que vai ser o seu fim. Ela diz que Nuno vai apanhar Henrique, mas Rui diz que ele é perigoso, tem uma faca. Nuno e Henrique param, Henrique passa-lhe o dinheiro junto com o portátil e um telemóvel. Nuno rasga-se e diz que agora é avançar para a terceira parte do plano.

Paulo conversa com helena enquanto cozinha, vai ser chef no turismo, mas por pouco tempo, relembra o que passaram na juventude quando namoravam e diz que talvez se Mia soubesse o que passaram, a aceitasse. Helena fica a saber que Mia e Afonso terminaram.

No mato, Renata diz a Rui que devia ter avisado a polícia. Rui preocupado se Nuno vai conseguir recuperar a gravação. Nuno chega com algumas dores abdominais e diz que conseguiu o computador e o telemóvel, mas o dinheiro não. Renata diz que o importante é ele estar vivo, com sorte a gravação está na mala e pergunta o que afinal tem essa gravação de especial.

Miguel não contava com a visita de Dieter. Isabel conta que ele foi casado com Mary, Dieter diz que só no registo e tenciona casar na igreja, Miguel diz que está explicado porque não deu certo. Lara entorna chá para cima de Dieter de propósito para ele não falar do casamento e ele acaba por ir embora.

Mia liga a Afonso e pergunta se mandou o avô segui-la porque tem andado o dia todo atrás dela. Afonso estranha Mia estar a ligar atende, diz que não mandou o avô atrás dela, já acabaram e não quer saber o que ela anda a fazer. Matias disfarça para não olhar, Mia vai pedir-lhe satisfações. Matias diz que até se sente ofendido por achar que ele anda a segui-la. Mia diz que vai fingir que acredita.

Tosso assume uma postura profissional e pede ajuda a Eugénio para fazer uma pergunta que deixe as pessoas na dúvida. Eugénio manda-o simplificar, que pergunte se querem a cruz no posto ou na capela.

Bernardo está atrasado para o trabalho comunitário. Acha que investir no restaurante é um risco, mas Constança acredita que vai ser bom para eles.

Rui agradece a Renata, se não tivessem aparecido não sabe o que podia ter acontecido. Conta sobre a gravação que recebeu e diz que é falsa, não manipulou os resultados das eleições. Renata diz que acredita.

Nuno em tronco nu, toalha de banho à cintura e de cabelo ainda molhado, abre a porta do quarto. Luísa está do outro lado, com uma caneca de chá. Ele elogia-a, a tensão sexual é evidente. Os dois aproximam -se cada vez mais, até que Renata entra de rompante. Luísa e Nuno disfarçam e afastam-se. Renata fica surpresa com o que vê e não gosta. Luísa sai e Renata manda-o vestir e sai também, irritada. Nuno estranha o comportamento, mas dá um gole no chá e, ao lembrar-se de Luísa, sorri embevecido.

Dieter diz que não vai continuar a esconder-se. Lara cai em si e diz que só tem medo de que eles estraguem tudo. Paulo fala com Mónica que Constança convidou-o a dinamizar o restaurante, mas queria falar com ela primeiro por causa dos horários da loja. Mónica acha bem e dá-lhe apoio.

Matias quer saber porque Rui o mandou andar atrás de Mia. Rui diz para esquecer isso, achou que ela estava por trás de um assunto das eleições, mas já está resolvido, ou espera que esteja.

Adelaide fica esperançosa quando Simão diz que terminou a banda e o namoro com Rita.

Eugénio preocupado, chama Zuzu e ela não vem, decide procurá-la.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 96

 

 

Destaques

Rui é pressionado a entregar 50 mil euros.

Orlando recusa ter a cruz da discórdia na igreja.

Miguel mente e diz que tem uma doença terminal.

 

Renata ficou furiosa por Rui não lhe ter contado sobre a chantagem que está a receber, disse que eram só problemas na junta. Nuno diz que afinal ele não confia tanto na sua nova amiga e pergunta como ela vai seguir o plano. Renata diz que vai pensar, mas é certo que vai ter Rui na sua mão, fica pensativa.

Rui tenso atende chamada de Henrique, fica desorientado quando ele diz para estar num local, o qual vai enviar as coordenadas, com 50 mil euros. Rui diz que não tem esse dinheiro e Henrique diz para se desenrascar ou todos ficam a saber da fraude eleitoral. Matias chega e fica confuso com o que Rui lhe pede, não entende porque tem de ficar de olho em Mia durante todo o dia.

Afonso entra furioso na oficina, pergunta por um capacete. Tó tenta entender o que se passa com ele, Afonso desabafa sobre o que aconteceu com Mia e não deixa Tó falar.

Afonso descarrega a frustração da zanga com Mia no desporto. Equipado, em cima da bicicleta, desce trilhos de elevada dificuldade com o máximo de velocidade que consegue. Pára e relembra as suas últimas palavras com ela em que disseram que estavam cansados, volta a pedalar com toda a raiva que sente.

Mia desabafa com Lara sobre Afonso, sente-se insegura por achar que está errada no que sente. Lara acha natural que se sinta assim, conta-lhe sobre o pedido de casamento que Dieter lhe fez. Não queria dizer-lhe porque está muito feliz e Mia terminou a relação. Mia abraça-a.

Miguel entrega a Isabel os exames que roubou. Isabel emocionada ao saber que Miguel só tem seis meses de vida devido a um tumor na parede intestinal. Ela quer pedir uma segunda opinião médica e acaba por deixá-lo ficar ali em casa. Miguel sorri, apesar de sentir-se culpado.

Orlando pede perdão a Deus por estar a ajudar o Miguel a mentir. Dulce chega e entrega-lhe o Crucifixo, Orlando diz-lhe que não o quer ali, pois só traz problemas e que ela pode ficar com ele ou entregar ao Papa, ali é que não fica.

Zé olha para Simão, convida-o a jogar às setas. Dulce entra na tasca vinda do exterior. Ao vê-la, Zé rasga um sorriso que Dulce não retribui. Pelo contrário, é dura e fria com ele. Dulce diz que foi a junta, mas o presidente não estava, fala sobre o crucifixo com Tosso, que lhe diz que vão fazer um referendo sobre o futuro da cruz.

Nuno olha impaciente para Renata. Nuno e Henrique dizem-lhe que já perceberam o que é para fazer. Renata diz que não podem ser vistos juntos, sai, Nuno e Henrique ficam tensos.

Mia, triste, repõe fruta no expositor, sob o olhar atento de Matias que, da zona do bar, controla todos os seus passos, enquanto fala ao telemóvel e dá informações a Rui sobre Mia. Rui enquanto fala com o pai, verifica o dinheiro que está no interior de uma mala preta e sai.

Paulo chega e fala com Mia sobre Afonso, Mia não aguenta e chora, diz que todos têm o direito a serem felizes, mas ela também tem direito a não aceitar. Paulo puxa-a para si e abraça-a, Mia diz-lhe que precisa de apanhar ar e sai.

Tó entra no salão vestido de Jack do filme Titanic – com uma camisa bege, calças e suspensórios para passearem de barco. Armanda adora a maneira como ele está vestido. Armanda não quer dizer que o ama ali no salão, Amélia diz que já chega de mel. Armanda combina ir ter com ele à oficina mais tarde.

Luísa está a meditar no exterior, abre os olhos e vê Afonso a ir na direção dela. Afonso derrapa com a bicicleta e acaba por cair sem grande aparato, diz-lhe que está bem e afasta-se a pedalar. Luísa fica confusa com a atitude dele.

Rita está deprimida por causa da banda, Bernardo diz-lhe que a avisou. Bernardo dá-lhe ideias para ter a banda sozinha, Rita não gosta das ideias do pai e manda-o sair do quarto.

Constança explica a Paulo que a sua ideia era ele mudar o menu do restaurante. Paulo diz-lhe que precisa de falar com Mónica por causa da gestão da loja, se for só um ou dois meses não deve ter problema. Luísa conta a Constança que teve um encontro surreal com Afonso, Nuno não gosta quando ouve Constança perguntar a Luiza se vai reconquistar Afonso.

Rui está tenso, Renata entra e tenta falar com ele sobre os terrenos. Rui diz-lhe que falam depois sobre isso e sai stressado. Renata satisfeita, sai em seguida.

Isabel está inconsolável por causa de Miguel, Orlando entra e ela pede-lhe ajuda. Ele fica atrapalhado e não sabe como disfarçar a mentira, bate com o pé nervoso e diz a Isabel para confiar em Deus.

Lara fica surpresa ao ver que Dieter entra com um ramo de flores para ela, mas nervosa por ele estar ali, diz que não é a melhor altura porque o pai acabou de sair do hospital. Miguel pergunta quem tocou a campainha, fica surpreso ao ver Dieter ali.

Tó desabafa sobre Armanda com Zé e Neca, sente-se mal por ter dito que a amava. Xana pergunta a quem ele disse e o quê e diz-lhe que ele é um mole. Neca não gosta, o filho tem sentimentos e Xana diz que não confia naquele namoro.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 95

 

 

Destaques

Dieter pede Lara em casamento, que aceita.

Afonso termina namoro com Mia.

 

Zé pergunta a Dulce quando é que vão devolver a cruz, ela diz que trata disso depois. Dulce faz poses sensuais, mas Zé não repara, ela acha que ele está a rejeitá-la. Zé quer tanto quanto ela e acabam por envolver-se.

Miguel sai do quarto e com rapidez procura processo do senhor idoso que morreu de doença terminal, a enfermeira aparece, mas não o vê. Miguel segue para o quarto, a sentir-se vitorioso porque encontrou o processo.

Renata leva vinho para Rui, ele diz que não é o momento, pois sente-se abatido e num dia mau. Desabafa com ela, diz que tem mais inimigos do que pensava. Rui recebe telefonema e afasta-se para atender. Renata sorri.

Rui desnorteado, entra apressado e fecha a porta. Pergunta quem fala e garante que não manipulou os resultados das eleições, Henrique ameaça-o. Ou paga bem ou as gravações serão enviadas para os meios de comunicação e corre o risco de ser acusado de fraude eleitoral. Rui diz que não vai ceder a uma chantagem reles como esta, mas fica tenso. Rui volta para junto de Renata que quer saber o que o preocupa, mas ele disfarça e não diz.

Amélia vê foto de Paulo e Helena juntos em jovens. Afonso quer saber se a relação que Helena e Paulo têm é séria. Helena conta-lhes que estão a pensar viver juntos. Amélia fica surpresa e Afonso fica sem reação.

Mia fala com Paulo ao telemóvel e mente-lhe diz que há um problema com o alarme da loja. Mónica, nervosa, não sabe onde tinha a cabeça para pensar num plano destes para conseguir falar com Paulo, mas não quer desistir.

Dulce e Zé estão deitados e abraçados na cama da cela, exaustos, mas felizes. Por eles, passavam ali a noite. Neca bate à porta e estranha estarem os dois fechados. Neca questiona o facto de a cruz estar ali, Dulce culpa Zé de ser desleixado e tê-la deixado ali.

Paulo fica surpreendido ao ver Mónica na loja, ela tenta parecer convincente e diz que mandou Mia para casa pois estava cansada. Ele vê que o sensor do alarme estava desligado e recebe uma chamada de Helena que os deixa constrangidos. Helena fica tensa ao perceber que Paulo está com Mónica. Afonso percebe que mãe não está bem, mas tenta tranquilizá-la, lembra-a que eles ainda têm um negócio juntos e uma filha.

A enfermeira traz boas novidades, Miguel vai ter alta. Ele, apreensivo, gostava de ficar mais uns dias. Conta a Orlando que precisava de pensar sobre uma situação e quer confessar-se.

Dieter diz a Lara que precisam de falar, está farto de estar com ela às escondidas e nunca estão à vontade. Pergunta se ele está a acabar com ela, mas ele surpreende-a com um pedido de casamento. Dieter diz a Lara que vai seguir as regras de Miguel para poder ficar com ela. Dieter pede-a em Lara, feliz, aceita casar com ele, os dois beijam-se, apaixonados.

Afonso conta a Mia que Helena e Paulo estão a pensar morar juntos. Mia entende que Afonso está do lado da mãe e acabam por discutir. Afonso não sabe onde estava com a cabeça quando pensou que o amor deles era mais forte que tudo e termina a relação com ela. Mia processa racionalmente a conversa amarga que teve com Afonso. Procura o contacto dele no telemóvel, mas não realiza a chamada. Deita-se na cama, à procura de algum conforto.

Paulo arruma loiça do jantar da noite anterior, enquanto conta a Helena como correu a conversa com Mónica. Helena diz a Paulo que tem tempo de procurar uma casa para os dois.

Constança conta a Mónica que quer investir no restaurante, fala de Paulo como chef de cozinha e Mónica diz para falar com ele.

Simão tenta convencer Rita em aceitar Adelaide na banda, a banda também é dele e se não aceita mais ninguém, então prefere sair da banda. Rita fica surpresa.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 94

 

 

Destaques

Xana atropela Miguel.

Rui tenso com gravação que recebe.

 

Miguel e Isabel entram em casa vindos do passeio. Isabel vem à frente de expressão fechada. Miguel segue-a, tentando parecer mais animado, mas Isabel diz-lhe que está cansada da pressão que sente, diz-lhe que ele está a tentar reatar uma coisa que não existe. Miguel pede a Deus que o ajude a entender Isabel.

Rui avisa Matias que tem de ir até à junta, Matias diz-lhe que vai até ao Salão cumprimentar Amélia. Rui diz que com tanta mulher bem podia arrastar a asa para outra que não fosse a ex-sogra. Matias diz-lhe para se meter na vida dele.

Afonso deixa os flyers da empresa no cabeleireiro, falam sobre Tó e Armanda. Helena entusiasmada, convida-a mãe e o filho para jantar com ela, Afonso pede-lhe que Paulo não esteja. Helena compreende.

O táxi de Xana aproxima-se com ela no lugar do condutor, de óculos escuros. Zé olha para o táxi, surpreso por ver XANA a conduzi-lo. Xana olha nos olhos de Zé, baixa os óculos até à ponta do nariz e faz-lhe um manguito. Zé olha para ela boquiaberto. O slowmotion pára quando o táxi embate em alguém, que não se vê quem é. O choque faz com que Xana volte a olhar para a frente. Xana, agachada, tenta que Miguel acorde. Zé pergunta como é que ela foi encontrar táxi, enquanto verifica o pulso de Miguel. Simão, preocupado, tenta com que o pai se levante, mas Miguel queixa-se de dores.

Rui entra e no gabinete da junta, quando se aproxima, repara logo num envelope branco endereçado em seu nome. Estranha, abre-o e tira do seu interior uma pen, coloca o ficheiro a tocar. Ouve a sua própria voz, fica em choque ao ouvir a gravação “A Mia não vai ganhar. Ela não vai ser presidente da junta! Se for preciso eu ter mais um voto, que seja. Arranja maneira de trocar os votos. Falsificamos a recontagem se for preciso.

Rui, tenso, fala com a secretária, quer saber se alguém entrou no gabinete. Ouve nova falsa gravação, sabe que não disse aquilo e fica muito perturbado. Afonso chega e percebe que o pai não está bem, pergunta se se passa alguma coisa, mas Rui não partilha a sua inquietação.

No bar de Dieter, Renata está sentada frente a Orlando para começar a gravar o podcast. Agradece a oportunidade de dar a entrevista e diz que foi um erro ter contratado Carlos, valeu Afonso e Mia terem descoberto a verdade. Cínica, sorri e chama Mia, quer agradecer-lhe por terem descoberto a verdade. Mia aproxima-se e alinha no cinismo de Renata. Os ânimos exaltam-se e Orlando tenta prosseguir com a gravação do podcast.

Lara pede satisfações a Mary Louise, não percebe porque é que ela foi beijar Dieter. Mary acha-a uma miúda com medo de assumir a relação. Diz que Dieter é um estpirito livre, que tanto ama hoje como não ama amanhã. Lara está cansada que Mary se meta na sua relação e pede para deixar Dieter em paz.

Dulce pede os documentos a Xana, ela não percebe os procedimentos, uma vez que foi Miguel a pôr-se à frente do táxi, diz que ele se mandou ao chão. Dulce diz-lhe para ficar atenta ao telemóvel, pode ser chamada outra vez para depor depois das testemunhas e Miguel falarem. Xana sai e Dulce e Zé sorriem, cúmplices.

No hospital, Miguel está deitado na cama, com a cabeça ligada e ainda debilitado, mas já consciente. Isabel e os filhos estão preocupados com Miguel. Ele diz-lhes que vai sair de casa e eles acham que mais parece um reality show. Já sozinho, a enfermeira entra e conta a Miguel que um senhor de 94 anos morreu de doença terminal, mas ao menos morreu feliz, voltou a estar com a mulher, depois de 50 anos divorciados. Miguel fica pensativo.

Renata está radiante, o podcast correu melhor do que estava à espera, conseguiu fazer-se de vítima. Diz que Rui a esta hora está a remoer-se como é que pode ser acusado de algo que não cometeu. Quer avançar para o grande xeque-mate e pede a Nuno que avance quando ela estiver com Rui.

Paulo oferece a Helena, uma foto dos dois no tempo que eram jovens, ela fica muito emocionada e ele diz que é para ela se lembrar porque voltaram para os braços um do outro. Lamenta não poderem jantar todos, mas ele quer fazer a sobremesa favorita de Afonso, diz que é rápido. Helena ainda tem tempo de agradecer a tela e beijam-se com desejo.

Mia diz à mãe que as tapas ficam só para elas, Afonso vai jantar com Helena. Mónica pergunta se tem ideia onde Paulo vai jantar, Mia diz que não sabe. Mónica quer falar com Paulo sem ter de o convidar para jantar. Tem uma ideia e pede ajuda à filha.

Armanda tem um sonho e quer que Tó Calhau a levante no ar, como no Dirty Dancing. Armanda corre para Tó e salta para os braços dele. Tó levanta-a no ar e roda com ela. Armanda ri, entusiasmada. Estão felizes. Tó Calhau diz que a ama e Armanda pede que ele repita, ele diz-lhe que ela ouviu bem à primeira. Beijam-se, apaixonados.

Mary Louise pergunta a Dieter porque contou a Lara sobre o beijo. Acha que Lara não tem maturidade para ter uma relação com Dieter, acha que nem sabe o que quer. Dieter pede-lhe que não se volte a meter, gosta mesmo dela, quer que as coisas resultem. Mary fica tensa.

Bernardo está agarrado à barriga, conta a Constança que sabe que Mónica quer reconquistar Paulo. Ela diz-lhe que é segredo e ele fica mais tenso porque sente a pressão de ter de guardar segredo. Constança está mais preocupada com as obras da barragem, quer investir no restaurante do turismo, ele aproveita e tenta saber onde está dinheiro que guardou, mas ela não lhe diz.

(conclusão)

Tags
Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>