fbpx
Resumos SIC

Por Ti: resumo dos próximos episódios

Resumo de 20 a 24 de junho

Por Ti

 

Episódio 83

 

 

Destaques

Mia e Afonso invadem o escritório de Renata em Lisboa.

Rui rejeita proposta de sociedade com Renata.

 

Na tasca, Afonso diz a Tó que está a pensar ir ter com Mia a Lisboa para fazer as pazes.  Aproveita e tenta ir à empresa de Renata para ver se descobre alguma coisa nos computadores. Tó acha difícil entrar nos computadores, mas Afonso diz que conhece os cantos à casa na empresa. Armanda entra e finge estar a falar ao telemóvel com um homem com quem se derrete, Tó pergunta com quem ela fala, mas Armanda não lhe responde continuando a chamada. Tó fica enciumado.

De um lado da sala está Isabel, de olhos vendados e do outro está Miguel. A separá-los estão vários objetos espalhados pelo chão, entre os quais, caixas de sapatos, bancos, montes de livros. Isabel repara que Miguel está nervoso pela voz a dar indicações para ela chegar até ele. O exercício de confiança proposto por Mary acaba por correr mal. Isabel acha o exercício uma parvoíce, mas Miguel acha que restaurar a confiança entre eles não é errado. Isabel aproveita a chegada de Orlando e manda Miguel embora.

Armanda pede a Nuno que diga sim a tudo o que Tó lhe perguntar, não explica porquê, mas ele aceita. Constança fez um bolo para Mia levar à mãe. Mia tenta ligar a Afonso, mas sem sucesso.

Mia traz o pequeno-almoço à mãe numa esplanada em Lisboa. Mónica está abatida, em Lisboa existem sítios que a fazem lembrar de Paulo. Mia pede-lhe para voltar a Rio Meandro, senão é uma questão de distância, ficava mais descansada se ela voltasse, mas ela não quer, diz que o tempo sara e não quer cruzar-se com Paulo na rua. Mia vai tratar de uma coisa, mas depois vai buscá-la para almoçar, não conta o que vai fazer.

Afonso de boné e com uma mochila às costas esgueira -se pela rua até chegar a um muro que trepa e salta. Do outro lado do muro, caminha até à porta das traseiras do edifício, onde está afixada uma placa onde se lê “Grupo Jones”. Marca o código para entrar, mas aparece uma luz vermelha, percebe que mudaram os códigos. Afonso esconde-se ao ouvir passos e observa um funcionário a marcar o código e a entrar. Quando achamos que a porta vai fechar, vemos o pé de Afonso a travá-la e entra.

Tó está ansioso que Afonso lhe ligue. Isabel bate à porta e pede para falar com Xana. Condena-a por estar a chantagear Zé. Atira que não lhe chegou prejudicar o padre ainda quer que o cunhado fique sem emprego. Xana só quer que Dulce desapareça dali e diz que ela não percebe porque tem um marido mole, se tivesse um Neca como ela, percebia. Isabel não responde e sai, magoada. Xana fecha a porta e faz uma expressão tensa e incomodada.

A secretária de Renata está distraída a ler uma revista cor-de-rosa e não se apercebe que Afonso, de boné e roupa de funcionário das limpezas, se aproxima. Afonso estaca a ver a funcionária e a pensar o que vai fazer. Ela afasta-se para atender o telemóvel e ele aproveita para passar para o gabinete de Renata. Afonso começa a vasculhar gavetas e armários, mas não encontra nada, segue para o computador.

Renata olha expectante para Rui, que está sentado em frente a ela. Rui agradece-lhe ter-se lembrado dele para a sociedade, mas não vai aceitar, enquanto o processo do divórcio não tiver terminado não vai comprar nada. Renata diz que quem sai a ganhar é Helena e vai ter de propor o negócio a outra pessoa. Rui diz que é a última palavra dele. Renata furiosa, esforça-se por sorrir.

Afonso tenso, a teclar rapidamente o seu nome de utilizador e a respetiva palavra-passe. Desbloqueia o ecrã e sorri. Neste momento, ouve a maçaneta da porta a rodar. Só tem tempo de se esconder debaixo da secretária. Afonso, faz um esforço para não fazer barulho a respirar, até que uma pilha de papéis cai no chão, sente-se encurralado, até que vê a cara de Mia aparecer debaixo da secretária. Ficam ambos surpresos.

Renata entra na casa de turismo a tentar conter a raiva que sente, diz para si mesma que Rui não podia ter recuado. Constança chega e percebe que ela está alterada, fica preocupada.

Mia e Afonso comentam que tiveram a mesma ideia de irem ao gabinete de Renata para tentar encontrar alguma coisa. Têm de tomar medidas mais drásticas. Começam a ler documentos.

Constança oferece ajuda a Renata, mas esta desvia o assunto e questiona-a sobre a agiota que foi presa. Diz-lhe que vai pedir uma indemnização por ameaça à integridade física. Constança, nervosa, diz que não tem como pagar, mas Renata diz que está a brincar com ela.

Rita pergunta como está o pai. Bernardo queixa-se da barriga às voltas, sente que a agiota pode voltar a atacar e faz um esgar de dor. Implora a Rita para o deixar voltar a ser manager da banda. Mas Rita diz que não, nem hoje nem nunca.

Eugénio fala com Zuzu que hoje têm uma tarefa importante, diz-lhe que vai ficar impressionada com o dono.

Mia e Afonso, nervosos e apressados, continuam à procura de um trunfo contra a Renata. Afonso continua em frente ao computador a abrir ficheiros, enquanto Mia aproxima-se do único armário que falta procurar. Vê que está trancado e tira um gancho da bolsa e começa com destreza a tentar destrancar o armário. Afonso olha-a espantado. Mia encontra faturas em nome de Carlos Silveira, engenheiro que fez o estudo ambiental, percebem que fez viagem às Maldivas depois da Renata ter revelado o resultado do estudo. Acham que pode ser um extra. De repente, a secretária entra, Mia beija Afonso para que ela não o reconheça. A secretária entra e fica escandalizada. Mia fala apressada, enquanto se vai aproximando da porta, sempre com Afonso atrás dela. Pede para não chamar o segurança e desculpa-se que veio para uma entrevista, mas encontrou um antigo colega de liceu. Mia puxa pela mão Afonso que esconde a cara com o boné. Afonso aproveita para tirar a mochila do carrinho de limpeza. Afonso e Mia ignoram-na e saem dali. A secretária fica atordoada, a olhar à volta.

Xana, frenética, vai limpando e arrumando a oficina, sente-se inútil. Tó Calhau fixa telemóvel e fica incrédulo com o que lê “de mãos dadas com a pessoa certa” e sai para perceber quem é a pessoa certa.

Isabel conta a Zé que as fotos dele com Dulce já não existem, ela achou que a chantagem que Xana estava a fazer era muito má e, por isso, estragou-lhe o telemóvel. É tudo bluff. Zé agradece-lhe e fica aliviado.

Eugénio oferece ajuda na tasca e Adelaide aceita. Helena entra, tenta falar com Rui, mas este não tem nada para falar com ela e diz que o advogado fala com ela. Eugénio diz-lhe que quando perdemos, acabamos também por ganhar. O tempo será seu aliado.

Miguel varre a capela, acha que Deus gosta de o ter na Capela, senão já o tinha juntado a Isabel. Lara aparece com o almoço feito por Dieter, Miguel olha com má cara e Lara diz que Dieter é boa pessoa. Miguel acha que ele abusa da filha, mas Lara diz que não e sabe defender-se.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 82

 

 

Destaques

Renata propõe sociedade a Rui para compra de terrenos.

Rita salva os pais da agiota que acaba presa.

Zé conta a Dulce que Xana está a fazer chantagem com ele com as fotos dos dois.

Mia escorraça Helena da loja Bio.

 

Bernardo quer fazer uma apresentação antes das aulas de meditação começarem, mas atrapalha-se porque se esquece do que planeou dizer. Luísa começa a aula e Miguel pede a Isabel para lhe dar a mão pois é pedido para estarem confortáveis e ele diz que estar de mão dada com ela é o lugar mais confortável do mundo. Mary faz sinal a Isabel para ceder. A agiota aparece de surpresa, Constança e Bernardo abrem os olhos de imediato e entram pânico.

Renata diz que o problema das obras da barragem está resolvido e mostra-lhe um mapa com terrenos assinalados que na sua opinião vão valorizar, sugere a Rui que seja a testa de ferro dela, pois não pode investir neles estando envolvida na construção da barragem. Diz que vão valorizar dez vezes o valor atual. Rui fica pensativo.

Mia fica irritada pela providência cautelar ter sido cancelada, não sente forças para fazer mais. Avisa que vai a Lisboa ver como está a mãe, Paulo diz que faz bem, ela precisa de carinho. Mia fica mais irritada.

Rui agradece a Renata a proposta de sociedade, mas não adquirir nada até o seu divórcio estar resolvido. Renata diz que a solução é acelerar o divórcio e dá-lhe a escolher um divórcio penoso e longo ou um divórcio rápido e seguir em frente de olhos postos no futuro. Já sozinho, Rui olha para o mapa que Renata deixou e lembra-se da proposta que ela lhe fez e da conversa com Helena quando soube que o traiu.

Helena entra na loja Bio e Mia olha indignada para ela, a partir daqui perde as estribeiras. quere-a na rua. Paulo diz que ela veio ter com ele e Mia diz que não têm vergonha na cara para estarem na loja que também é da mãe dela. Chama Helena de ordinária. Paulo diz que não lhe admite que fale assim com Helena. Afonso também está presente e também a repreende. Mia não ouve ninguém e diz a Helena para sair da loja. Paulo tenta impedir Helena de sair da loja enquanto discute com Mia que está completamente descontrolada. Afonso irritado diz-lhe que não a vai apoiar quando ofende a mãe dele.

Luísa de olhos semicerrados, vai controlando a agiota até terminar a aula. Bernardo e Constança saem com a agiota enquanto Luísa apressa-se a despachar os alunos. Nuno continuar as aulas. Miguel fala a Isabel que a respiração na meditação pode facilitar o sexo tântrico e Mary sugere a Isabel e Miguel fazerem uma sessão juntos.

A agiota quer o dinheiro que falta, Bernardo e Constança pedem mais tempo. Rita entra no quarto, descontraída e sem bater à porta, a agiota tira uma faca borboleta do bolso e pega no braço de Rita, que diz que lhe paga e resolve o problema. A agiota olha-a desconfiada. Ela deixa-a sair para ir buscar o dinheiro. Rita diz a Luísa que os pais estão feitos reféns da agiota, pede que fique de olho nela enquanto ela vai resolver o problema.

Helena chora, custa-lhe ser o saco de pancada desta gente e que não a vejam como a mesma Helena só porque se separou de Rui. Paulo tenta desvalorizar e passar-lhe que juntos vão superar. As pessoas vão cansar-se ao ver que não podem fazer nada contra a relação deles.

Renata está confiante que Rui vai aceitar a proposta dela e comprar os terrenos todos que assinalou no mapa. Nuno tenta abstrair-se controlando a respiração, diz que está a abstrair-se do ruido exterior. Renata acaba por sair irritada. Nuno abre os olhos e mostra-se surpreso ao ver que resultou.

Zé está tenso porque o táxi de Xana não está em lado nenhum e tem 48 horas para dizer a Xana onde está o táxi. Diz a Dulce que estão tramados porque ela tem fotos deles a dormir juntos e está a fazer chantagem. Dulce fica em pânico. Rita entra a correr no posto a pedir ajuda, diz que é muito urgente.

Bernardo comenta com Constança como é que Rita tem dinheiro. A agiota está farta de esperar Rita e Bernardo arranja desculpas para o atraso, a agiota faz um gesto com a mão que tem a faca, para Bernardo, que se encolhe. Sem querer, a fannypack que a agiota usa à cintura, solta-se e cai para debaixo da cama, sem que ninguém se aperceba. A agiota fá-lo ligar a Rita e dá-lhe 15 minutos para estar ao pé dela. Rita atende o pai, enquanto Dulce vai dando-lhe indicações para dizer que está a chegar.

Mia faz a mala para ir ter com a mãe a Lisboa. Lara já sabe que ela tratou mal Helena, Mia diz que talvez tenha exagerado, estranha receber uma chamada de Dieter, que quer falar com ela. Lara diz que não sabe do que se trata.

Afonso queixa-se a Tó do que Mia fez à mãe dele. Tó diz para lhe dar um desconto porque já estava chateada com as obras da barragem irem para a frente. Tó diz que se dispensar Mia, ele vai investir para esquecer a Armanda. Afonso atende Dieter que lhe pede para passar no bar.

Mary termina a sessão com Miguel e Isabel e dá-lhes um exercício para fazerem como trabalho casa. Miguel quer tentar, mas Isabel fica indecisa.

Dulce e Zé estão armados, a posicionarem-se. Luísa e Rita olham tensas para eles. Rita tem um saco de viagem a tiracolo. Dizem a Rita para confiar que vai correr tudo bem. Rita liga a dizer que já tem o dinheiro consigo e está na sala, pede para a agiota descer porque quer certificar-se que os pais estão bem. Dulce e Zé escondem-se e Luísa e Rita ficam de pé, no meio da sala. Instantes depois Bernardo entra, seguido de Agiota que empurra Constança, mantendo a faca nas suas costas. Rita pede que largue a mãe primeiro, passa o saco a agiota ao mesmo tempo que ela larga Constança. Luísa abraça a mãe. A agiota abre o saco e percebe que está vazio, avança para Rita com a faca, quando Dulce e Zé saem dos esconderijos, com as armas em riste. A agiota acaba por atirar a faca ao chão e Zé avança começa a algemá-la.

Armanda pede a mão de Dieter e põe em cima da dela e tenta tirar uma foto com o telemóvel para fazer ciúmes a Tó. Mia e Afonso entram no bar, tensos, Dieter diz que os chamou para saber o que vão fazer a seguir para travar a barragem e não para falar do que se passou com os pais deles.

Zé procura o telemóvel de Xana, assusta-se com ela que vem de dentro. Xana diz que o tempo dele está a terminar, ele continua a dizer que não foi ele que roubou o táxi, agarra em Xana e tenta tirar-lhe o telemóvel, que acha que ela tem nos bolsos, mas ela diz que não o tem com ela. Zé diz-lhe que Dulce já sabe sobre a chantagem que ela está a fazer. Xana fica irritada.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 81

 

 

Destaques

Rui beija Renata.

Obras da barragem voltam a ter ordem para avançar.

 

Constança mostra-se indignada e pede a Paulo para ligar a Mónica, ela está a sofrer sozinha. Paulo diz-lhe que ela lhe pediu para não a contactar e está a respeitar a sua decisão. Helena entra e Constança, incrédula, atira que eles têm muito descaramento, decide sair.

Renata tenta disfarçar o desconforto que sente com a proximidade de Rui, que a olha fixamente enquanto fala. Rui elogia Renata, acha-a incrível. Vai avançando e beija-lhe o pescoço. Renata controla-se para não reagir com brusquidão e Rui tranca a porta, diz-lhe que têm a casa só para eles. Renata sente-se encurralada.

Tó, Mia e Afonso brindam ao sucesso da Meandro Bikes, falam do acidente de Tosso e que não é má propaganda porque as pessoas percebem que têm de cumprir as regras e seguir os trilhos. Tó tem ideia para novo negócio: calções almofadados. Brindam ao fim de Renata e da barragem.

Rui tenta puxar Renata para si, que, cada vez mais enojada, vai sorrindo enquanto subtilmente se vai esquivando. Rui sorri e rouba-lhe um beijo no pescoço, mas ela empurra-o. Rui estranha a reação e Renata disfarça, diz que não quer estragar a amizade que têm e que ele ainda está muito sentido com a separação o que deixa Rui confuso.

Matias tem saudades de Amélia, diz que não precisam de se afastar por causa dos filhos e convida-a para almoçar. Amélia não aceita depois de perceber que ele acha bem que Rui tire tudo a Helena.

Zé não pára de fazer chamadas à procura do táxi de Xana e diz que estão tramados. Dulce não percebe por que razão ele diz que estão tramados, ele disfarça e diz que Xana pode fazer queixa deles por incompetência. Dulce acha que isso não faz sentido, fica tensa quando ele pergunta se fica à espera dele.

Xana irritada porque Zé desapareceu com o táxi, diz que Dulce anda com ele e que só vai descansar quando for expulsa dali. Diz a Isabel que tem fotos que provam que Dulce anda a puxar dos galões para dormir com os subalternos, mostra as fotos no telemóvel e entrega-o a Isabel. Esta mete o telemóvel dentro do bule de chá para ela não fazer mais disparates. Xana indignada, tira o telemóvel do bule e sacode-o.

Mia está preocupada com a mãe, mas Afonso não quer falar disso e ela irrita-se. Afonso acha que ela devia falar com o pai e todos juntos tentarem arranjar uma solução para ajudar Mónica.

Paulo conta a Dieter que Simão pensa que Helena é a sereia e por isso invadiu a casa de Helena. Mary entra, vinda da rua, e interrompe a conversa, diz a Dieter que Miguel acha que ele anda a assediar a filha e que devia resolver isso porque tem mais maturidade que Lara.

Afonso confronta o pai se avisou a mãe que mudou a fechadura da porta de entrada de casa. Rui diz que ela já não vive ali, vitimiza-se, diz que mal consegue sair à rua por causa da humilhação que sente.

Tosso está com dores devido a queda de bicicleta. Orlando aliviado porque a história do soutien foi esclarecida. Rita e Simão falam da Sereia. Constança distribui mais flyers e Orlando fica tentado em experimentar a meditação. Tosso sente uma pontada de dor na coluna, perde o equilíbrio e cai.

Eugénio vai a casa de Isabel e intercede por Miguel, diz que tudo não passou de uma armadilha e que ela devia acreditar no marido. Isabel não esperava nada que Eugénio viesse falar com ela. Eugénio diz que não gosta de se meter na vida alheia e o que aconteceu pode ter sido importante para alertá-los para os problemas que tinham no casamento e que ela devia dar-lhe uma oportunidade.

Rui desculpa-se a Renata, não se lembra bem, mas sabe que se excedeu com ela. Renata é cínica e diz-lhe que até se sentiu lisonjeada. Pede para remarcar novo encontro para falarem de negócios.

Afonso conta à mãe que o pai mudou a fechadura, mas se ela quiser faz-lhe uma cópia. Helena agradece-lhe pelo apoio. Helena atende Orlando que diz que Tosso caiu.

Mia preocupada com a mãe e que fique presa à desilusão. Desabafa com Constança que está revoltada porque o pai não se preocupa com o sofrimento da mãe. Constança diz que ontem disse o mesmo ao Paulo. Mia fica preocupada com a chamada que recebe.

Renata desliga chamada com o advogado e, eufórica, diz a Nuno que a providência cautelar foi levantada e que as obras da barragem podem avançar. Nuno ainda magoado com o estalo que ela lhe deu, diz-lhe que não é nenhum objeto que ela põe e dispõe, Renata diz-lhe que pode pôr e dispor sim. Nuno não responde e Renata diz que vai relevar o queixume dele e sai.

Tó está cheio de dores nas nádegas desde o passeio de bicicleta, vê a fotografia de Armanda no Instagram e fica cheio de ciúmes ao ler a legenda “A dar tudo para um almoço com uma pessoa especial.”, indignado diz para ele mesmo que não combinou almoçar com ela e sai.

Armanda está a pôr batom quando Tó entra no salão e quer saber com quem ela vai almoçar. Armanda diz que ele não tem nada a ver com isso. Tó sente-se triste e ela fica satisfeita porque está a conseguir fazer-lhe ciúmes.

Helena acha melhor Tosso ir ao hospital. Ele não sabe porque a chamaram, não quer que Rui pense que ele tomou partidos. Helena fica desiludida e incomodada, diz que está ali como médica. Orlando diz que o leva ao hospital.

Nuno ainda chateado com Renata, que lhe diz que nunca teria nada com Rui, só está a manipulá-lo para o deixar sem nada. Diz que as partilhas daquele divórcio vão ser entre ela e Helena e Rui fica sem nada. Luísa chama Nuno para aula meditação e Renata fica indignada ao ver que ele não ligou para o que ela disse e sai com Luísa.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 80

 

 

Destaques

Xana ameaça Zé com a foto que tirou dele e Dulce.

Negócio do tour de bicicletas estreia o primeiro passeio.

 

Miguel vem convidar Isabel para um passeio de bicicleta, diz que escolheu o trilho mais romântico. Isabel diz-lhe que está atrasado vinte anos, devia tê-la convidado antes de a trair. Miguel está cansado de lhe dizer que não a traiu e que não lhe importa se as pessoas vão pensar que voltaram a estar juntos. Isabel diz-lhe adeus e Miguel diz-lhe que fica à sua espera, Isabel sai a seguir, mas ainda hesita a olhar para o panfleto.

Simão pensou que Rita pudesse ter o seu telemóvel. Bernardo entra e deixa flyers da nova atividade de meditação no turismo. Tosso aconselha-o a deixar na igreja e Simão lembra-se que devia estar na missa a esta hora.

Dulce vai ter com Orlando, precisa de se confessar. Ele não quer ir para o confessionário, pois acabou de se reconciliar com a comunidade e, baixinho, Dulce conta-lhe que se envolveu sexualmente com Zé e gostou muito. Diz que isso pode pôr em causa a carreira dela se chegar as altas patentes e pede-lhe ajuda para não voltar a cair na tentação. Orlando diz que ela tem de ser forte e rezar. Dulce fica pouco convencida.

Zé olha chocado para Xana, que lhe mostra o telemóvel com a fotografia que tirou dele e de Dulce. Diz para ela apagar a foto, mas Xana ameaça-o, tem 48h para lhe devolver o táxi, caso contrário mostra a foto dele com Dulce a toda a gente. Zé fica aflito.

No salão, Amélia fala com Mia sobre Helena e Paulo, acredita que não seja fácil ela aceitar a relação. Amélia diz-lhe que Helena nunca teve nem tem intenções de magoar ninguém, mas Mia, desconfortável prefere não falar sobre o assunto.

Armanda surpreende Tó Calhau ao trazer tacos e sobremesa do bar de Dieter. Ele diz que ela está a dar tudo e fica mais surpreendido quando ela abre a gabardine e mostra a lingerie sexy que tem vestida, diz que nunca se sentiu tão pronta como agora e começa a beijar o pescoço de Tó que não aguenta e agarra em Armanda. Tó pede que ela não fale para não o lembrar que ela é virgem e lembra-se, nervoso, afasta-a, acusando pressão. Diz que não é esquisito, mas que a respeita. Armanda fica novamente chateada.

Renata quer que assinem o acordo de indemnização, mas Neca diz-lhe que agora é uma péssima altura com a questão do roubo do táxi, por ele já tinha assinado mas Xana é casmurra. Renata fica surpreendida quando ele conta que a chave do táxi foi encontrada no casaco de Zé. Renata sai e Zé entra enraivecido, conta a Neca sobre a chantagem de Xana e garante-lhe que vai encontrar o táxi, nem que seja na China.

Nuno pesquisou sobre o poder da mente no combate às doenças, está interessado nas aulas de meditação. Luísa brinca com ele, acha que a patroa não o deixa frequentar as aulas. Falam do movimento anti barragem, ele diz que não se vai converter, já Luísa não tem tanta certeza, já que vai começar a meditar.

Afonso, Mia e Tó estão montados nas suas bicicletas. Afonso agradece a presença de todos. Bernardo anota o discurso dele. Miguel fica para trás, na espectativa que Isabel apareça. Mary diz-lhe que tem de encarar a realidade e deixar de responsabilizar os outros pelos seus erros. Falam de Dieter, Miguel diz que Dieter a deixou porque Mary está velha e conta que viu Dieter ter um avanço com Lara. Acha que ele pode estar interessado em Lara.

Helena vai ao encontro de Simão, quer saber porque é que ele foi a casa dela. Simão, nervoso, confessa as suas suspeitas de que ela seja a sereia de Rio Meandro e foi à procura de provas. Pergunta-lhe diretamente se é a sereia e Helena fica surpreendida, diz a Simão que não é  a sereia, pede-lhe para esquecer esse assunto pois não vai entrar em casa de todas as mulheres de Rio Meandro. Simão sai para o quarto e Helena ri-se com situação.

Miguel cruza-se com Eugénio que passeia com a cadela, diz que não quis ir dar o passeio sozinho sem Isabel para as pessoas não gozarem com ele e dizerem que foi abandonado. Eugénio aconselha-o a contar a Isabel que roubou a cruz e que só foi ter com aquela mulher porque pensava que ia obter informações e que caiu numa armadilha. Ele diz que nunca vai contar-lhe.

Rui está alcoolizado e conta ao pai que os advogados já enviaram o levantamento dos bens em comum com Helena. Rui só se arrepende de ter passado 25 anos da vida dele com ela. Matias, preocupado, diz-lhe que ele tem de seguir em frente e não olhar para o passado.

Renata confessa a Nuno ter colocado a chave do táxi de Xana no bolso errado. Pede-lhe opinião sobre que vestido usar para ir jantar com Rui, quer usar o mais convidativo. Nuno não gosta da atitude dela e insinua que ela quer envolver-se sexualmente com Rui. Renata dá-lhe um estalo e diz que não lhe admite esse tipo de insinuações. Expulsa-o do seu quarto.

Mia e Afonso acham que este projeto pode ser uma pedra no sapato de Renata. Tosso fica irritado quando Mary Louise fala das suas aventuras e, para mostrar à neta que também é aventureiro, segue por um trilho não marcado. Afonso apercebe-se e aproxima-se. Tosso ganha velocidade para se exibir e todos começam a temer o pior, acabando Tosso por cair no meio da vegetação para espanto e preocupação de todos.

Renata, arranjada e maquilhada, espera no lobby por Rui. Olha para o relógio, verifica em vão, se tem mensagens no telemóvel e começa a ficar irritada. Decidida, sai para o exterior e vai ao encontro de Rui que já não se lembrava que tinham combinado jantar. Renata pergunta se o jantar ainda está de pé e Rui assente, diz que ela tem sido uma grande amiga e sempre atenciosa. Renata pede-lhe uma bebida.

(conclusão)

Por Ti

 

Episódio 79

 

 

Destaques

Rui procura aliança com Mónica contra Helena e Paulo.

Providência cautelar que Mia interpôs é aceite e obras da barragem têm de parar.

Mónica parte para Lisboa.

Zé e Dulce envolvem-se. Xana quer tramá-los.

 

Mia fala sobre a ida da mãe para Lisboa e Mónica continua a achar que é o melhor a fazer. Mónica abre a porta a Rui, que pergunta se podem falar.

Paulo e Helena falam sobre a rapariga que saiu do salão porque Helena entrou. Paulo diz-lhe que a culpa não é dela e que as pessoas gostam de ocupar-se com a vida dos outros para fugirem aos problemas delas. Helena diz que está cansada e vai tomar um banho, tem de acordar cedo. Paulo diz que já bebeu vinho e pode acusar no balão, quer dormir ali. Helena não resiste, ele abraça-a e beija-a.

Rui conversa com Mónica sobre sair dali por causa de Paulo e Helena, acha que ela tem o direito de ficar tal como Paulo tem. Acha que, se Mónica se afastar, vai dar mais liberdade a Helena e Paulo para assumirem a relação deles. Mónica diz-lhe que não são aliados, Rui irrita-se e acusa-a de não ter controlado Paulo ao que Mónica responde que pela mesma ordem de ideias, ele também devia ter posto uma trela na mulher dele. Rui apela a que se unam contra Paulo e Helena, mas Mónica diz que não há união possível. Mia e Mónica expulsam-no de casa e pedem que não volte.

Renata diz a Nuno que repreendeu o chefe da obra por ter dado um murro a Rui. Pergunta sobre o táxi de Xana pois andam a circular panfletos que recompensam quem encontrar o táxi, Nuno diz que vendeu a um ferro velho longe dali e a esta hora está a ser desmontado em cem peças.

Afonso vem falar com Luísa e pede desculpas por ter avançado no projeto das bicicletas sem ela. Bernardo fica a ouvir a conversa, fazendo sinal a Constança para se calar. Luísa diz que não estão juntos e ele não lhe deve nada. Bernardo aparece e diz que amanhã também lançam o projeto deles, diz para Afonso estar atento ao site da casa de turismo porque vai ser uma coisa em grande. Luísa e Constança ficam surpresas a olhar para ele. Depois de Afonso sair, Luísa repreende o pai, Constança também não percebe para que é que ele mentiu, mas Bernardo quer mesmo seguir com a ideia das meditações e até já fez um horário. Constança gosta da ideia dele.

Neca, Tó Calhau, Xana e Zé terminam de jantar. Tó conta sobre a visita de Dulce à oficina e que ela está desconfiada dele, fica chateado por desconfiarem dele e sai. Xana finge também sair, mas deixa a porta entreaberta. Neca e Zé pensando que estão sozinhos e falam sobre as chaves do táxi, Zé acha melhor que Xana continue a pensar que Dulce tem alguma coisa a ver com o desaparecimento do táxi e Neca fica indignado que ele queira culpar Dulce quando as chaves foram encontradas no bolso do casaco de Zé. Xana ouve e intervém, quer saber que história é essa. Zé diz que foi alguém que colocou as chaves no casaco dele para o incriminar e não sabe onde está o táxi. Dulce não acredita, acha que Zé quis vingar-se por ela não ter deixado Neca assinar a indeminização e diz a Zé que não o quer mais lá em casa. A seguir, avisa Neca que hoje ele dorme no sofá porque sabia de tudo e não lhe contou.

Tó fica surpreendido ao ver Armanda entrar na oficina com champanhe e morangos. Pensava que estava chateada com ele, mas ela diz que já esqueceu. Tó, nervoso diz-lhe que podem tentar hoje. Despem-se, mas Tó mais uma vez sente-se impotente e diz que se calhar não é suposto ser ele o primeiro. Tó não percebe como ela nunca encontrou a pessoa ideal, pergunta se foi violentada e Armanda diz que não, pelo contrário e conta-lhe o seu trauma com o ex-namorado que morreu de ataque cardíaco durante o ato sexual que não chegou a ser consumado.

Zé entra no posto e vê Dulce dançar descontraída, ela pára e pergunta o que ele faz ali. Zé avisa que vai dormir ali porque Xana expulsou-o de casa por causa dela, mas quando reunir provas fala com ela. Dulce não quer que ele durma ali, mas Zé teima, os dois discutem até se instalar uma tensão sexual entre os dois. Dulce não aguenta e beija Zé que corresponde de imediato. Os dois envolvem-se sedentos. Vão fazer amor.

Xana entra no posto e avança até que para e leva a mão à boca em choque ao ver Zé e Dulce a dormirem agarrados no colchão, com um lençol a tapá-los até à cintura. Vemos que estão nus na parte de cima. Xana, surpresa, olha a volta sem saber bem o que fazer, em seguida, pega no telemóvel e tira uma fotografia aos dois.

Mia vem do quarto ainda em pijama e estremunhada, repara numa folha, dobrada, em cima do balcão e chora ao ler o bilhete de Mónica a dizer que já partiu para Lisboa e que a ama muito.

Nuno e Renata tomam o pequeno-almoço e Luísa pergunta a Nuno se dormiu melhor com o efeito dos óleos. Nuno diz que sim, mostra-se maravilhado e diz que também gostava de participar nas aulas de meditação. Renata não gosta da proximidade deles e é rude com ela, chamando-a de vendedora ambulante. Nuno repreende Renata, diz que Luísa está a tentar ajudar e Renata olha-o surpresa. Mia entra e entrega a Renata o documento que atesta que a providência cautelar foi aceite, diz que as obras vão parar e por vontade dela nunca serão retomadas. Renata fica em choque e Mia sorri vitoriosa. Nuno pede a Renata para ter calma, pois Mia já percebeu que tanta intransigência de Renata em relação à barragem mostra que é uma questão pessoal e pode pôr em causa a identidade dela. Renata diz-lhe que este projeto vai acontecer, nem que seja a última coisa que faça em vida.

Tosso olha curioso para um panfleto que retirou da pilha que o Afonso acabou de pousar no balcão. Afonso explica-lhes que vai oferecer um passeio de bicicleta grátis aos primeiros dez interessados. Adelaide, entusiasmada, quer ir. Miguel também se quer inscrever.

Paulo fica em choque ao ver mensagem de Mia a dizer que Mónica foi para Lisboa. Helena pergunta se ele se arrepende, Paulo nega, mas Mia implorou-lhe que ele falasse com Mónica para tentar que ela ficasse em Rio Meandro, acha que não vão ter a vida facilitada. Ouvem um telemóvel a tocar e encontram um telemóvel no chão da sala que Helena diz parecer pertença de Simão, pois tem uma foto dele no ecrã. Paulo estranha o que faz ali o telemóvel dele.

Simão anda à procura do telemóvel, não sabe onde o deixou e discute com a irmã. Fica em pânico quando percebe que o pode ter deixado em casa de Helena.

Dulce diz a Zé que o que aconteceu entre eles não pode sai dali e que ninguém pode saber que dormiram juntos. Zé, apaixonado, ainda não acredita que aconteceu, pensava que ela o achava insuportável. Beija Dulce, ela, fica encarolada, pára-o e diz que não pode voltar a acontecer, embora os dois não pareçam convictos disso.

Xana mostra a Neca a foto que tirou de Dulce e Zé juntos. Xana quer que Neca mostre foto às altas patentes para que Dulce seja expulsa de Rio Meandro e Zé lhe devolva o táxi. Neca diz para ela ter calma, pois Zé também está envolvido e ela não tem provas que ele roubou o táxi. Xana acha que Dulce agarrou Zé porque não conseguiu nada com Neca. Este pede para ela parar de fazer filmes, mas Xana está decidida a prejudicar Dulce e Zé.

Renata conta a Rui que Mia pôs uma providência cautelar para travar a barragem e foi aceite. Rui conta-lhe sobre a proposta que fez a Helena para ir embora de Rio Meandro, como ela não aceitou, já só quer depená-la para que fique sem nada. Renata convida-o para jantar.

Afonso faz surpresa a Mia, quer comemorar mais uma vitória contra Renata. Mia conta-lhe que Mónica foi para Lisboa e Afonso diz que Mónica é uma mulher forte, só precisou de se afastar porque está a sofrer, diz que faria o mesmo no lugar dela. Pede-lhe que se anime, pois é o primeiro passeio da Meandro Bikes e ela vai com ele. Os dois abraçam-se apaixonados.

(conclusão)

Tags
Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>