SIC

Pedro Santana Lopes chora em direto no programa de Cristina Ferreira

Reprodução SIC

O líder do partido Aliança esteve, esteve sexta-feira, no programa matinal da SIC. Pedro Santana Lopes falou, em entrevista a Cristina Ferreira, sobre o acidente de viação que sofreu no final da campanha do seu partido para as eleições Europeias e, em lágrimas, recordou os seus progenitores.

“Apercebemo-nos de que íamos ter um acidente. O carro de repente saiu e quando demos por nós estávamos às voltas, pelo menos duas. Quando o carro parou, olhamos um para o outro e vimos que estávamos vivos. O pior foi estar encarcerado durante uma hora com o carro a deitar fumo… não sabia o que ia acontecer. Pus-me ao telefone com a Dina e depois o fumo acalmou…”, recordou.

“Tive muita sorte. Sem fazer de piegas, tivemos sorte. O carro foi-se embora, ficámos nós”, disse, acrescentando que “toda a gente devia ter fotografias na família no carro” para quando acontecer uma situação destas.

“Se se sentasse naquela mesa qual era a pessoa se escolhia para ter na fotografia”, perguntou Cristina Ferreira, referindo-se a uma conversa em que os convidados anteriores falaram sobre os entes queridos que já morreram. “Dos que já partiram? Não sou capaz de distinguir o meu pai e a minha mãe, porque fazem os dois fazem falta”, disse, visivelmente emocionado.

“Ficamos mais sensíveis com a idade e quando passamos por estas coisas. Não quero fazer de piegas, não tenho vergonha de me emocionar, mas se me pergunta qual deles, não sei escolher… os dois!”, diz o antigo primeiro-ministro, em lágrimas.

Reprodução Instagram
Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News