fbpx
Resumos SIC

Nazaré: Resumo dos próximos episódios

EPISÓDIO 86 (9 a 13 de novembro)

 

Destaques:

Bernardo descobre que sangue de Floriano é afinal sangue de porco.

Rui quase chega perto da mãe, mas afasta-se quando Joaquim se aproxima dela.

 

 

Júlia vai ao quarto de Roberto e chama-lhe a atenção que não devia deixar a porta aberta por causa do Cortez. Roberto aparece todo nu em frente a Júlia. Ela esforça-se para não olhar para ele. Roberto nota e provoca-a. Júlia sai furiosa.

Bernardo triste porque colegas não o veem como um deles. Ermelinda vem com mãos sujas de sangue, insiste com Bernardo que tem de investigar o desaparecimento de Floriano.

Toni serve-o almoço aos dois à bruta, está frustrado por estar ali, mas Adolfo persiste em criar um clima romântico. Toni introduz o tema do mercado e Adolfo vai falando. Entretanto, no mercado, Dolores e Glória vasculham a banca de Adolfo à procura de uma prova do que o projeto do mercado é uma treta. Toni desinteressado na conversa. Adolfo roça o pé nele e manda-o parar, diz que não gosta de homens. Toni fica confuso com a atitude. Adolfo diz-lhe que precisa meter as ideias em ordem, porque se sente atraído por Toni. Sai em direção ao mercado. Toni fica aflito e segue-o também.

Adolfo apanha Dolores e Glória a vasculharem a sua banca, elas improvisam, dizem que era uma barata. Toni colabora. Adolfo manda-as sair dali porque precisa pensar. Olha Toni apaixonado.

Natália diz a Nazaré e Duarte que neste momento sabe tanto quanto eles. Pergunta se foram eles que mandaram Joaquim colocar uma microcâmara no quarto dela. Duarte confirma que foi ele. Nazaré chama a atenção de Natália que ao proteger Rui está a escolher em detrimento de Duarte que também é filho, não confiam nela. Natália desesperada, diz que podem ficar com o seu telemóvel como prova de confiança.

Dolores retira alguns queijos da sua carrinha e oferece um ao mendigo Rui que come com avidez.

Nazaré tem pena de Natália, que diz que tudo o que fez foi por amor. Joaquim diz que estava a proteger a filha quando colocou a microcâmara. Ela pede que não a procurem a não ser que tenham notícias de Rui.

Ana provoca Amélia que se mostra muito calma. Ana diz que vai arrepender-se de ficar no hotel. Natália quer falar com Amélia sobre Rui. Natália desorientada, acha impossível Rui ter sobrevivido sozinho mas Duarte acha que ele continua vivo e ela acaba por ter esperança. Amélia é sincera com o que possa acontecer, diz que vai ajudá-la.

Ana tensa por causa de Amélia. Cris e Érica descem dos quartos. Érica diz que veio a casa do namorado. Ana fica muito feliz, pergunta se pode ser ela a contar aos pais.

Sónia mente à irmã, diz que foi à consulta e que Cris a acompanhou, mas nada disso aconteceu. Sónia deixa a irmã sair para tomar uma anfetamina.

Adolfo convida Toni para irem passear de barco, pede desculpas por ter deixado Toni à mesa sozinho. Toni esquiva-se ao passeio mas a mãe faz sinal para que continue a dar-lhe conversa.

Nazaré pergunta a Duarte o que fez com os diamantes. Duarte diz que podiam aproveitá-los para pagar as indemnizações aos trabalhadores da Atlântida. Nazaré hesita.

Natália pede ao agente da PJ que mantenha a distância enquanto faz compras no mercado. Rui está quase a chegar à mãe mas Joaquim adianta-se para pedir desculpas a Natália que desiludida, não entende a atitude dele. Dolores ouve tudo. Quando Natália se afasta, Joaquim pede desculpas a Dolores que o evita magoada.

No lar, todos fingem-se de nervosos e insistem que o sangue é de Floriano. Bernardo diz que o sangue era de porco, foram feitas análises pela PJ.

 

(CONCLUSÃO)

Resumo de 2 a 6 de novembro

EPISÓDIO 85

 

Destaques:

Toni tropeça em Rui a mendigar à entrada do mercado, mas não o reconhece.

Pescador confirma que foi chantageado por Amélia.

Cris declara-se a Érica que aceita voltar a namorar com ele. Sónia, revoltada, ouve tudo.

 

Chegados ao hotel, Duarte furioso, culpa Natália por não ter dito há mais tempo onde Rui estava. Natália chora, só pensa que o filho está morto e não consegue responder.

Bernardo e Érica acabaram de chegar à quinta chamados por Nazaré, que aponta para o que recuperaram no cofre encontrado na Atlântida: os documentos, o telemóvel e o saco dos diamantes. Os dois também não percebem porque o pai guardou um telemóvel com o conteúdo apagado.

Ismael combina com Toni e Vânia ensaiaram a música para fazer uma surpresa a Glória. Vânia adora a ideia. Toni desdenha do talento de Ismael.

Sónia pede à irmã para ser Cris a ir com ela, quer provar que quer mesmo curar-se e que há uma Sónia boa pessoa, acha que a história deles ainda não acabou. Vânia hesita.

Cris ficou a tomar conta da loja de surf e escreve uma carta a pensar em Érica, esconde-a quando Ana, Gil e Yara chegam. Gil percebe que ele tenta esconder o que estava a fazer mas Cris muda de assunto. Ana pede a Gil para tomar conta da loja enquanto vai com Cris levar a Yara a Érica pois precisa de falar com ela.

Ana conta como foi o dia com Yara. Cris diz que ela também esteve a ver o pai trabalhar. Cris vai dar peluche à filha e aproveita para esconder no carrinho a carta que escreveu para Érica.

Nuno é desagradável para Roberto, diz que não devia sair do quarto, não quer mais cenas desagradáveis como aconteceu com Cortez que pode andar à espera de apanhar Roberto. Roberto pergunta se toda a proteção à mulher será só amizade. Júlia não o deixa terminar. Roberto contém os ciúmes.

Duarte conta que a polícia bateu o terreno todo e não encontraram Rui. Natália acha que o vão encontrar morto. Matilde preocupada que Rui apareça e faça mal a Nazaré.

Ermelinda chateada porque Bernardo não deu importância ao desaparecimento de Floriano, diz que tem de esperar 24 horas. Acha que têm de ser mais drásticos. Ermelinda tira-lhe sangue para simular algo mais grave.

Toni canta desafinadamente para um micro ligado ao computador. Ismael faz caretas enquanto grava e manda-o parar, quer que ele faça de coro. Toni lembra-o que Adolfo já sabe que é Toni por isso só está a ajudá-lo porque quer. Ismael pede ajuda para conquistar Glória e decidem dar mais protagonismo à voz de Vânia.

Érica fala com Yara, quando repara que ela tem um papel na boca, é a carta de Cris, só consegue ler o início por estar molhada e ilegível, pede a Dolores para ficar com a menina que não demora.

Amélia traz um presente para Ana, quer pedir-lhe desculpas. Ana quere-a longe do seu hotel. Amélia diz que não vai desistir de recuperar a sua amizade. Nuno insiste que não a quer ali, Amélia diz que não há vagas noutro hotel. Nuno volta atrás e diz que o pescador resolveu dizer que ela chantageou-o. Amélia diz não ter medo mas fica insegura.

Joaquim veio ver de Natália. Ela culpa-se que não cuidou do filho e ele morreu. Joaquim manda-a arranjar-se para tomarem café. Natália, desmotivada, acaba por ceder e sai para a casa de banho para se arranjar. Joaquim olha para o quarto.

Duarte e Nazaré olham para o tablet que passa imagens do quarto de Natália. Estão felizes por Joaquim ter conseguido. Joaquim faz ok para a câmara e afasta-se. Natália sai pronta e agradece-lhe pela preocupação.

Dolores acha que Toni devia vestir outra roupa para se encontrar com Adolfo. Toni frisa bem que não é gay e começa a dizer que já não vai a almoço nenhum. Quando segue para o mercado, Toni tropeça num mendigo deitado no chão, tapado com um cobertor, Toni não reconhece que é Rui e dá-lhe uma moeda. Dolores e Glória estranham a presença de um mendigo e acham melhor avisar alguém.

Érica diz a Cris que já leu a carta, mas apenas o início, porque o resto a Yara comeu e babou. Cris acaba por declarar-se. Sónia que vinha a chegar, deteve-se à entrada da loja e ouviu tudo revoltada e triste. Érica, feliz, aceita namorar com ele.

 

(CONCLUSÃO)

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

2 Comentários

Clique aqui para comentar

ATV News

<>