SIC

«Não inventem o que não existe», disse Cláudio Ramos em defesa de Sara Matos

Sara Matos esteve nos últimos dias no centro das atenções depois de ter dado a entender, horas antes das votações fecharem, que o prémio de Revelação do Ano da XXII Gala dos Globos de Ouros iria ser entregue a Beatriz Frazão. A atriz já pediu desculpa pela «confusão», conforme noticiado, no entanto, Cláudio Ramos quis também vir a público esclarecer a polémica.

Para o apresentador da SIC, a situação não passou de apenas um «lapso linguístico». «Disse como certo aquilo que gostaria que acontecesse de verdade. Não faz sentido dizer-se que se sabia quem ia receber o prémio […] Existe uma auditoria, os e-mails ficam registados e é impossível simular qualquer outro resultado que não seja o verdadeiro», escreveu no seu blog Eu, Cláudio.

Cláudio Ramos lamentou ainda que se tente «arranjar uma polémica para manchar uma gala que a mim pessoalmente me pareceu irrepreensível»: «Não inventem o que não existe […] Num direto com um espetáculo a acontecer ao mesmo tempo e com três emissões paralelas, existem nervos […] Não acho justo crucificarem a Sara», acrescentou o apresentador.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News