fbpx
SIC

Marta Rangel de ‘Casados’ revela dificuldades na reta final da gravidez

Marta Rangel, Casados À Primeira Vista

Marta Rangel, ex-participante de ‘Casados à Primeira Vista’ está na reta final da gestação.

A ex-concorrente de ‘Casados à Primeira Vista’, Marta Rangel, confessa sentir “falta de ar” na reta final de gestação. “Tenho bastante falta de ar e perturba-me”, diz.

Este domingo, a jornalista, de 39 anos, fez um novo desabafo nas redes sociais. Grávida de 36 semanas, de uma menina — Caetana —, revela agora os pontos mais altos e mais baixa desta fase final da gestação.

Levo cada pontapé da Caetana que até vejo estrelas; Tenho bastante falta de ar e perturba-me; Passo as noites entre a cama e o sofá para conseguir dormir; Desisti de dormir de lado (porque a Caetana desatava aos pontapés) e passei a dormir de barriga para cima (a Obstetra diz que não há problema, desde que eu esteja confortável); Estou a “fazer o ninho” e não me apetece fazer rigorosamente mais nada; Começo a sentir-me angustiada pela quantidade de coisas que ainda tenho para tratar até ela nascer; Vou ter de refazer a mala de maternidade porque, na última ecografia, soube que ela é maior do que pensava; Continuo a ter bastante apetite e não tenho azia; Tenho muitas cãibras e dores num pé onde tive uma lesão há vários anos que ficou mal curada (supostamente, por causa de uma hormona que contribui para “alargar” os ossos, é comum antigas lesões voltarem a dar chatices); Não voltei a ter contrações, mas mantenho a medicação (por indicação da Obstetra)”, explica.

No final do ano passado, Marta Rangel esteve infetada com covid-19 e chegou mesmo a ter “sintomas graves, que evoluíram para pneumonia”. A ex-concorrente de ‘Casados à Primeira Vista’ esteve internada nos cuidados intensivos no Hospital São Francisco Xavier.

Descobri que a ‘memória de grávida’ não é um mito como eu imaginava; Já perdi a conta a quantos vídeos gravei da barriga a mexer; Já conheço os horários da Caetana (quando está a dormir, quando está acordada) e o que a faz reagir e mexer-se (ainda) mais; Penso várias vezes antes de comer um doce porque já sei que a pequena vai ficar numa agitação que ninguém a agarra; Encho-me de creme e óleo na barriga porque pareceu-me ver uma estria; Estava que a minha casa fosse maior para poder fazer um quartinho para ela; Tenho saudades da Sunny, que foi para casa da minha irmã porque eu não podia passeá-la por causa dos puxões; Ao contrário do que muita gente me pergunta, não estou ansiosa para conhecer a Caetana nem a desejar que nasça já. Quero conhecê-la no tempo dela. E tenho a sensação que, dentro da minha barriga, posso protegê-la, mas, cá fora, não. Estranho?”, conclui Marta Rangel.

Na caixa de comentários foram deixadas várias mensagens dos seus seguidores. “Vai correr tudo bem”, “Está linda” e “Os últimos dois meses já custam mais” são alguns dos exemplos.

Leia também: Cláudio Ramos mostra-se com Maria Cerqueira Gomes e apresentadora reage: “Que cromos”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News