fbpx
SIC

Luciana Abreu recorda dias de terror com ex-marido Daniel Souza: “Era tratada como se fosse uma p*ta”

Luciana Abreu, Daniel Souza

Luciana Abreu colocou um processo em tribunal de violência doméstica contra o ex-marido, Daniel Souza.

O processo que Luciana Abreu abriu contra Daniel Souza por violência doméstica está a chegar ao fim, e nas alegações finais, a atriz revelou que sofreu de violência sexual e que chegou a pensar pôr termo à sua vida.

O Ministério Público pediu a condenação do ex-marido a pena suspensa pelo crime de violência doméstica. A artista começou então por explicar que até ao nascimento das filhas a vida sexual era “gratificante”, mas após o nascimento tudo piorou.

Conforme a procuradora, “quando ela o procurava era rejeitada, e quando dormia ferrada e cansada acordava com ele a despi-la e a forçá-la a ter relações sexuais”. O mesmo foi confirmado pelos pais de coração da atriz, segundo a TV7 Dias, que recordam que a figura pública se queixava por ser desprezada sexualmente.

Rui Bacelar, advogado de Daniel Souza, acha difícil de acreditar que “uma mulher, que esteja a dormir, possa ser despida de calças até meio das pernas, seja penetrada e só depois é que acorda” com o arguido “em cima dela, a fazer movimentos ascendentes e descendentes”.

“Ele dizia que não a excitava nem prestava para nada, mas quando ela estava derreada, queria uma rapidinha. Só a vontade dele é que importava. Ela era tratada como se fosse uma p*ta”, afirmou o Ministério Público.

Daniel Souza usou alegadamente expressões como: “mata-te, não és ninguém, julgas que és uma estrela, chupa-me os c*lhões e chupa-me a p*ça”.

Segundo Ana Micaela, ex-assessora, Luciana Abreu ia chorar no paredão para que as filhas não vissem. “Não via saída para a sua vida e pensou pôr termo à vida quando estava com ele ao telefone”, afirmou.

A versão foi contestada pelo advogado da defesa, que afirma que o guia turístico ligou aos familiares para pedir ajuda para a ex-mulher. Entretanto, surgiram imensos episódios de violência, Daniel chegou a entalar o braço da artista propositadamente, e chegou até a destruir os biberões, destruindo o leite para as filhas.

Tentativa de reconciliação

Em 2019, Luciana Abreu tentou dar uma nova oportunidade ao amor, com um documento que dizia tudo aquilo que Daniel Souza tinha que mudar. A atriz queria que ele acabasse com as ameaças, as agressões físicas e psicológicas, os risos de escárnio ou ironias sarcásticas, entre outros pedidos.

O casal deu então mais uma oportunidade ao amor e foi de viagem para Cabo Verde, viagem essa que foi descrita como “um terror”, porque o guia turístico deixava Luciana no hotel e ia fazer kitesurf. Ana Micaela recordou alguns telefonemas que a cantora lhe fez, a chorar, a dizer que queria vir embora.

Segundo a mesma publicação, a artista acusa o ex-marido de a ter tentado matar durante a viagem.  “O que ficou provado é que ela alugou uma mota, pôs-se na traseira da mota e ele arrancou, mas ela não estava na mota. Ela vem dizer que ele fez marcha-atrás e tentou passar por cima dela”, explicou fonte ligada ao processo.

Esta viagem ditou então o fim da relação, e quando Daniel Souza foi buscar os seus pertences a casa de Luciana Abreu, “deu um empurrão com as duas mãos no peito” e a irmã, Cristela Sousa, um encontrão contra o ombro”, segundo Ana Micaela.

Leia também: Luciana Abreu: “Pensei em cometer suicídio no paredão”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>