SIC

Luciana Abreu: Atriz já desenha estratégia para o divórcio

As coisas entre Luciana Abreu e Daniel Souza, o guia turístico com quem a cantora está casada há 15 meses, parecem não ter remédio e a atriz da SIC já desenha a estratégia para o divórcio e para a luta pela guarda das gémeas.

Segundo avança a edição do Correio da Manhã desta sexta-feira, a “eterna” Floribela esteve reunida com o seu advogado, a sua melhor amiga – Ana Micaela e Maria Odette, a sua conselheira espiritual. O diário de tiragem nacional garante também que esta quinta-feira o advogado de Luciana Abreu (António Cerejeira Leitão) e o de Daniel Souza estiveram reunidos para começar a mediar a separação do casal.

Já a TV Guia garante que as frequentes discussões do casal, que se terão intensificado nos últimos seis meses, conduziu ao desfecho da separação com Daniel Souza a sair de casa antes da entrada em 2019. Um amigo de Daniel garante à revista semanal que “tentaram salvar as coisas, mas não deu. Já nem moram juntos nem nada. Houve muitas discussões e não dava para continuarem juntos”, garantindo que Daniel “está em sofrimento com isto tudo que se está a passar”.

O pai de Amoor e Valentina já não vê as filhas, de acordo com o Correio da Manhã, há cerca de duas semanas, altura que coincidiu com a saída de casa onde o casal morava com as duas filhas em comum e as duas crianças da relação anterior de Lucy.

A separação ainda não foi confirmada oficialmente, sendo que a própria Luciana Abreu se recusa a falar sobre o tema, situação que levou Nuno Eiró a alertar a atriz e cantora para o facto de “não se pode abrir a porta quando nos dá jeito e fechar quando queremos”. O comentário feito pelo apresentador de Manhã CM tem em consideração o facto de Luciana Abreu ter falado abertamente sobre o seu casamento (e aberto a cerimónia, até) à imprensa cor-de-rosa.

Recorde-se que Luciana Abreu tem ainda assuntos da sua anterior separação pendentes com um processo a decorrer em tribunal contra o antigo jogador do Sporting CP, Djaló, a quem exige 111 mil euros de pensões de alimentos em atraso.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close