SIC

Liliana dá o peito às balas e defende todas as mulheres de ‘Casados à Primeira Vista’

Instagram

De um modo geral, o público tende a defender os homens e a criticar as mulheres na segunda edição de ‘Casados à Primeira Vista’, da SIC. Tal situação voltou a repetir-se após o abandono do casal Lucas e Anabela do formato. Por esse motivo, Liliana Oliveira, uma das mais polémicas participantes do programa, saiu em defesa do sexo feminino.

“Vamos pensar um pouco sobre isto. Toda a gente critica as mulheres desta edição, aponta o dedo e ofende em praça pública, e será que têm esse direito?”, começou por questionar a ex-companheira de Pedro Pé-Curto. “Bem liberdade de expressão todos temos, mas falta de respeito, ofensas e calúnia é bem diferente”, continuou.

“Todo o ser humano tem uma perspetiva diferente sob o mesmo assunto e, apesar de ser dito da mesma forma, pode ser interpretado de maneiras diferentes, e isso não quer dizer que um tem razão e o outro não. Pensemos fora da caixa. Mulheres independentes, de personalidade forte, com carácter, que têm bem presente e definido o que querem e não querem nas suas vidas, não faz delas pessoas doentes da cabeça ou malucas”, acrescentou.

Liliana colocou ainda uma série de questões: “Mulheres que se afirmam e não têm medo de ser julgadas pelos outros têm de se calar?
Afinal, nós, mulheres, continuamos a ter de viver no silêncio e na submissão da vontade de terceiros? Será que a igualdade do género por tantos apregoado afinal não passa de palavras ditas em vão? Será que todas estas pessoas que tanto julgam têm assim vidas tão maravilhosas e sem problemas que lhes permite serem tão intransigentes nas críticas?”.

“Ninguém é melhor que ninguém nesta vida e neste grupo de mulheres nunca ninguém faltou ao respeito ao marido. Disseram, sim, o que lhes ia na alma e mostraram o seu ponto de vista do que sentiam e achavam. Sejamos prudentes nas palavras, pois elas ferem mais do que as ações, principalmente quando quem critica não vive a experiência e nem sequer lá esteve para poder tecer qualquer tipo de acusação”, completou.

View this post on Instagram

Vamos pensar um pouco sobre isto. Toda a gente critica as mulheres desta edição, aponta o dedo e ofende em praça pública e será que têm esse direito? Bem liberdade de expressão todos temos mas, falta de respeito, ofensas e calúnia é bem diferente. Todo o ser humano tem uma perspectiva diferente sob o mesmo assunto e apesar de ser dito da mesma forma pode ser interpretado de maneiras diferentes e isso não quer dizer que um tem razão e o outro não. Pensemos fora da caixa. Mulheres independentes, de personalidade forte, com carácter, que têm bem presente e definido o que querem e não querem nas suas vidas não faz delas pessoas doentes da cabeça ou malucas. Mulheres que se afirmam e não têm medo de ser julgadas pelos outros têm que se calar? Afinal nós mulheres continuamos a ter que viver no silêncio e na submissão da vontade de terceiros? Será que a igualdade do género por tantos apregoado afinal não passa de palavras ditas em vão? Será que todas estas pessoas que tanto julgam têm assim vidas tão maravilhosas e sem problemas que lhes permite serem tão intransigentes nas críticas? Ninguém é melhor que ninguém nesta vida e nesta grupo de mulheres nunca ninguém faltou ao respeito ao marido mas sim disseram o que lhes ia na alma e mostraram o seu pobro de vista do que sentiam e achavam. Sejamos prudentes nas palavras pois elas ferem mais do que as ações principalmente quando quem critica nao vive a experiência nem sequer lá esteve para puder tecer qualquer tipo de acusação.

A post shared by Liliana Oliveira (@lilianaoliveiracapv2) on

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News