fbpx
SIC

Júlia Pinheiro abre o coração e fala das etapas duras e difíceis do papel de mãe: “Foram tempos difíceis”

Júlia Pinheiro
Instagram

Júlia Pinheiro vive uma fase da vida sem grandes sobressaltos, ao lado do marido, Rui Pêgo, e dos filhos Rui Maria Pêgo, Carolina e Matilde Pêgo.

A apresentadora da SIC falou sobre as etapas duras e difíceis do papel de mãe. “Eles já saíram de casa, mas é como se lá estivessem ainda”, começa por revelar Júlia Pinheiro à revista TV Guia. Nos últimos 10 anos, a família passou por “perdas e sustos”.

Morreram pessoas de quem gostava, outras ficaram doentes, além de que tive o processo das minhas filhas, da doença delas (anorexia). Foi muito puxado do ponto de vista pessoal. E comigo a trabalhar 12 horas por dia, a sair das estações de televisão onde trabalhei depois das oito ou nove horas da noite. Vivi muito, defendi muito a minha retaguarda doméstica, mas foram tempos difíceis”, desabafa Júlia Pinheiro.

Apesar das dificuldades e dos tempos difíceis, a comunicadora acredita que não falhou no crescimentos dos filhos: “Como mãe não me lembro de ter falhado saraus de pífaro – minha nossa senhora –, teatrinhos, festinhas… fui a tudo. Não falhei nada. E quando não estava eu, estava o meu marido. Os meus filhos nunca estiveram desacompanhados uma vez que fosse.

Questionada se foi uma mãe perfeita, Júlia Pinheiro assume: “Claro que não”, referindo-se à anorexia das filhas. “Foi uma fase de crescimento. Elas viviam em silêncio dificuldades interiores que não foram verbalizadas, apesar de sempre termos falado de tudo. Teve a ver com a adolescência e com o processo de crescimento que, para cada um, é uma coisa muito complexa”, explica.

Mas tudo foi ultrapassado e separado. “Está tudo bem. Continuam os meus bombons”, garante Júlia Pinheiro, que revela ainda que pode chegar uma novidade familiar já este ano “Acho vai abrir a época dos casamentos brevemente e não deve tardar nada”, revela, acrescentando: “2021, cheira-me e mais não digo.

Júlia Pinheiro assume ter empatado a carreira do filho Rui Maria Pêgo 

O filho Rui Maria Pêgo continua focado na carreira como apresentador, mas ainda não teve um formato à sua altura. Júlia Pinheiro acredita que está para breve. “O meu filho é de um foco… Nunca vi ninguém como ele. É comovedor. Ele vai lá chegar. Sei que ele também não quer uma coisa qualquer, portanto, um dia destes ele está aí. Há de chegar o momento dele”, acredita a apresentadora.

A profissional garante que pode ter tido alguma responsabilidade pelo filho não estar já a vingar em televisão. “Já disse publicamente que eu lhe empatei a vida. E eu sei disso. Confesso”, assume Júlia Pinheiro.

No tempo em que estive na TVI se, em alguma reunião, dissessem que iam contratar o Rui Maria Pêgo eu dizia logo que enquanto eu ali estivesse não permitia, porque não queria que dissessem que a escolha podia ser outra pessoa e que eu podia ter influenciado. A mesma coisa aqui na SIC. Por isso empatei-lhe a vida. E o pai na rádio”, revela.

Leia também:

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News