fbpx
SIC

Jornalista da SIC recorda: “Tive duas convulsões no avião”

65043066 144741850045334 4452943906837784383 N E1562592660247 Jornalista Da Sic Recorda: &Quot;Tive Duas Convulsões No Avião&Quot;
Reprodução Instagram

Foi em setembro do ano passado que Bernardo Ferrão apanhou o maior susto da sua vida. O jornalista da SIC sofreu duas convulsões durante o voo de Angola para Portugal, acabando por fazer uma aterragem de emergência no Gana. Esta segunda-feira, recordou no matutino da SIC como tudo aconteceu.

“A história é um bocado surreal”, começou por dizer. O apresentador da rubrica do ‘Jornal da Noite, o ‘Polígrafo’, tinha ido acompanhar o primeiro-ministro português a Angola, ao serviço da SIC, quando tudo aconteceu.

“À vinda, quando eu estava no aeroporto em Luanda, comecei a sentir-me um bocadinho esquisito. Um bocadinho maldisposto. Aliás, estava a escrever um artigo, com o balanço da viagem, e não estava a conseguir carregar nas teclas devidamente”, recorda.

Ligou de imediato à mulher a contar que não se estava a sentir bem. Porém, as coisas pioraram no avião, quando tentava dirigir-se à casa de banho.

“Desliguei. Desmaiei. Não sei o que me aconteceu, porque o momento seguinte em que eu acordo já é o momento que eu estou no chão a levar dois estalos na cara”, recordou, agradecendo ao repórter de imagem tudo o que fez por ele. E foi precisamente pelo colega que foi informado do que estava a acontecer: “Estamos no Gana. Tivemos que aterrar de emergência porque te sentiste mal no avião”.

Assim que se sentiu mal em pleno voo recebeu apoio de uma médica angola que pediu para o avião aterrar de emergência. “Tinha tido duas convulsões no avião”, acrescenta.

Foi para uma clínica privada que trabalha com a TAP e nos exames descobriram que tinha “uma bola na cabeça”, tratava-se de um “abscesso cerebral”. No entanto, voltou nesse mesmo dia para Portugal, mas foi direto para o Hospital de São José.

“Basicamente eu apanhei uma bactéria, não sei se Angola, não sei se em Portugal, e a bactéria entrou pela circulação sanguínea e alojou-se no cérebro”, afirmou, recordando que na altura ficou “um bocado em pânico”. Apesar do susto, hoje já se encontra bem.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News