fbpx
SIC

João Manzarra dedica texto aos animais e pede melhores condições

Joao-Manzarra-Cao
Instagram

Chocado, mas sem se pronunciar sobre o trágico acontecimento de Santo Tirso, João Manzarra dedicou um texto não só ao seu próprio cão, mas a todos os animais de estimação. Apelou, ainda, à criação de melhores condições de resgate e de acolhimento.

“O meu nome é João e sou o humano do Maravilha. Um cão que estava perdido na auto-estrada. A vida boa foi amplificada desde esse encontro. Além de me ter aproximado da natureza e de uma vida mais simples e autêntica, fez com que gostasse mais da pessoa que sou hoje”, lê-se no início de uma publicação que colocou online na rede social Instagram.

“O meu pai dizia que ele é um anjo. Pode ser. O que é certo é que ele é a causa de grande parte da minha alegria e isso é amor. Obrigado por tudo, companheiro”, agradeceu.

“Como ele, há milhares de outros cães para adoptar e cuidar. Obviamente que nem todos temos de ter animais, mas como parte integrante da sociedade, somos todos responsáveis por eles. Utilizemos a razão que nos distingue como espécie para, por exemplo, criar melhores condições de resgate e acolhimento, aumentar permissão de animais em espaços públicos, denunciar e educar para evitar maus tratos e exigir legislação mais apertada”, apelou o profissional de televisão.

Por fim, acrescentou ainda que “precisamos deles e eles de nós”. “E já que a relação entre humanos é tantas vezes difícil e volátil, aproveitemos o afeto expectável e constante dos animais. Todas as vidas são importantes. Obrigado a todos os que lutam por elas”, rematou.

View this post on Instagram

O meu nome é João e sou o humano do Maravilha. Um cão que estava perdido na auto-estrada. A vida boa foi amplificada desde esse encontro. Além de me ter aproximado da natureza e de uma vida mais simples e autêntica, fez com que gostasse mais da pessoa que sou hoje. O meu pai dizia que ele é um anjo. Pode ser. O que é certo é que ele é a causa de grande parte da minha alegria e isso é amor. Obrigado por tudo companheiro. Como ele, há milhares de outros cães para adoptar e cuidar. Obviamente que nem todos temos de ter animais, mas como parte integrante da sociedade, somos todos responsáveis por eles. Utilizemos a razão que nos distingue como espécie para, por exemplo, criar melhores condições de resgate e acolhimento, aumentar permissão de animais em espaços públicos, denunciar e educar para evitar maus tratos e exigir legislação mais apertada. Precisamos deles e eles de nós. E já que a relação entre humanos é tantas vezes difícil e volátil, aproveitemos o afecto expectável e constante dos animais. Todas as vidas são importantes. Obrigado a todos os que lutam por elas.

A post shared by João Manzarra (@manzarra) on

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News