fbpx
SIC

Jéssica Athayde defende João Manzarra das críticas

Com a quinta temporada do «Ídolos» a não conseguir resultados muito positivos, nos últimos tempos têm surgido críticas à dupla de apresentadores. Mulher apaixonada pelo seu companheiro, a atriz da TVI defendeu, em público, o namorado.

“Sei que ele tem sido bastante criticado por causa das más audiências do «Ídolos», mas que não se devem a ele. Vejo algumas críticas que fazem em relação ao João e realmente fico triste”, desabafou Jéssica Athayde ao Diário de Notícias, revelando em seguida que não está de acordo quando “dizem que ele é sempre o mesmo boneco”.

“Acho que isso não corresponde à verdade. Não sinto nada que o João seja minimamente um boneco. Ele é o que é desde o início. É um bom comunicador, e tenho pena que «Ídolos» não tenha mais audiências, mas realmente o programa da TVI («A Tua Cara não Me É Estranha») está muito bem feito. Estou aqui a defender o meu namorado, sim! Ele não liga nenhuma (às críticas), mas eu ligo e fico triste, porque acho que ele não merece”, admite.

Fiel seguidora do programa da SIC, Jéssica Athayde tinha uma favorita que, no entanto, foi expulsa durante a noite de ontem: “Todos cantam bem. Mas gosto muito da Teresa. Há críticas que apontam estes concorrentes como os mais fracos, mas até nem acho que seja isso. Acho é que são mais novos (do que os concorrentes das edições anteriores) e as escolhas das músicas não são as mais felizes e por vezes não jogam a favor deles. A Teresa, se falarmos em ser artista e saber estar em cima de um palco, é a que gosto mais”, finalizou.

Apesar de tudo, e como estrela do canal de Queluz de Baixo que é, Jéssica afirma-se feliz com o sucesso de «A Tua Cara Não me é Estranha»: “Fico contente que o canal onde estou esteja em alta. Só não gostava de ir lá cantar. Ia fazer má figura e não ia conseguir imitar ninguém”, concluiu.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • O Manzarra está armado em vedeta quando ainda tem muito que aprender e trabalhar. Está sempre a interromper os jurados com piadas fora do contexto. Perdeu a espontaneidade,

  • É assim como em tudo na vida, um dia estamos no alto no outro estamos lá no fundo! Estou certa que para o Manzarra e para a Cláudia (atenção até gosto de ambos) porém é uma boa lição porque não é caras bonitas, em piadinhas a toda hora que dá audiências… e, para não falar que o formato Idolos já está demasiado gasto. Na vida não é tudo favas contadas, ambos ainda têm muito que aprender e que provar em televisão.

  • Pode facilmente perceber-se as razões desta falta de audiências.
    Em “A Tua Cara Não Me É Estranha!”, programa bastante parecido com o saudoso “Chuva de Estrelas” numa versão famosos, os “concorrentes” ficam até ao fim do programa e não saem os melhores, em detrimento dos mais populares.

    No Ídolos têm saído os melhores que no caso, sempre foram, as mulheres e têm ficado os piores pois, quem perde tempo a votar, são mais as mulheres.

    Mais uma coisa… Os votos no programa da TVI são repartidos entre o Júri e os telespectadores. No programa da SIC o Júri não tem voto na matéria o que diminuiu em qualidade, tal como se tem visto ao longo das Galas, o grupo de concorrentes em prova.

ATV News

<>