fbpx
Resumos SIC

Golpe de Sorte: Resumo dos próximos episódios

Golpe De Sorte Nova Temporada

Saiba tudo sobre os próximos episódios da série Golpe de Sorte da SIC. Golpe de Sorte 4ª temporada.

Resumo de 15 a 19 de fevereiro

EPISÓDIO 75 (15 a 19 de fevereiro)

Nelson vai visitar Liliana à esquadra, e ambos têm esperança de que tudo se resolva rapidamente, agora que há uma testemunha a seu favor. Nelson até já anda à procura de uma casa para viverem juntos.

Na sucata as labaredas crescem  e Zé Luís e Pedro tiveram de sair de lá sem Velha Rosa e sem Castro, que continuava sem aceitar a ajuda de ninguém.  Os bombeiros chegam, finalmente, mas ouve-se uma enorme explosão.

Meses depois, Alvorinha prepara-se para receber uma grande festa. Céu e Lara vestem Salvador, no palacete, e Amália aparece para lhes arranjar os cabelos. Telma, que entretanto já deu à luz, surge num modelito igual ao da filha, a bebé Telminha, que é a fotocópia da mãe.

Caio e Bruno também se preparam, assim como Zé Luís, na pensão. É lá que recebe a visita de Rosanne, também a desejar-lhe o melhor possível, para aquele dia. As coisas entre eles não deram certo, mas ficou a amizade, e Zé Luís ficar-lhe-á para sempre grato pela ajuda que ela lhe deu, na fase de recuperação.

Entretanto, na Casa Artur Colaço, ensaiam-se alguns cânticos para a grande festa.

Também Céu tem uma surpresa para Lara: o verdadeiro registo de nascimento de Salvador, já com o nome dos verdadeiros pais.

Entretanto, Horácio apresenta o seu novo partido, defensor da igualdade de género. É um homem novo.

Começa a grande festa em Alvorinha.

EPISÓDIO 74 (15 a 19 de fevereiro)

 

O golpe no museu está também marcado para essa noite, e Caio sente-se mal por não estar ao lado da mãe, no resgate do Salvador. Mas Céu entende, e só deseja que todo o pesadelo por que têm passado termine naquela noite.

 

Na esquadra, Preciosa relata tudo o que viu e ouviu, confirmando que Liliana agiu em legítima defesa. Pede desculpa por ter demorado tanto tempo a contá-lo, mas, para Liliana, o mais importante foi tê-lo feito. Preciosa, afinal, até tem um bom coração!

Sílvia e Caio, que rezam pela primeira vez à Nossa Senhora dos Sete Mantos, vão ter com os restantes elementos do golpe. Quase que os seus microfones, que lhes permitem ser escutados pela polícia, são descobertos, mas Caio mantém o sangue frio e consegue disfarçá-los. Começa a contagem decrescente para o grande momento!

Céu, Pedro, Zé Luís, Lara e Fábio também se preparam para ir resgatar o Salvador. A noite de todos os acontecimentos está prestes a chegar!

Amália e Rosanne conversam no salão sobre a fase que estão a atravessar. Rosanne já perdeu as ilusões de que terá alguma coisa com Zé Luís, de quem ficou boa amiga, e Amália também já esqueceu Horácio. Agora até se rendeu a uma aplicação de encontros, e tem trocado mensagens com um homem muito interessante que tem um irmão do mesmo calibre. Talvez agrade a Rosanne, que fica logo entusiasmada.

Na coletividade, Tino e Graciete contam a Horácio que já se candidataram a casal de adoção, mas Horácio está com a cabeça ausente. Teodora tem dado cabo dele, desvalorizando todas as suas ideias e ações, e obrigando-o a trabalhar como nunca. O aldrabão e preguiçoso Horácio parece ter encontrado alguém capaz de o pôr na linha!

Entretanto, surge Nelson com a notícia de que apareceu uma testemunha para ilibar Liliana. Nelson vai chamar toda a gente. O padre Bento está quase a chegar com essa dita testemunha, e todos querem saber quem é… Quando surge Preciosa, nem querem acreditar! É ela a salvadora de Liliana, e Nelson fica-lhe eternamente agradecido.

A caminho de Coimbra, para irem resgatar Salvador, o carro de Céu tem um furo! Enquanto trocam o pneu, Céu vê passar por eles a carrinha onde segue Caio, a caminho do assalto…

Sílvia, que ficou de ir só um pouco mais tarde para o museu, recebe a visita inesperada de Andreia, que quer participar no golpe em vez da irmã, para a proteger. Mas Sílvia também quer proteger Andreia a todo o custo, e arranja forma de a deixar inconsciente, fechada no quartel-general, enquanto ela sai para ir fazer o que foi combinado.

Céu, Zé Luís, Pedro, Lara e Fábio chegam à sucata e Céu avisa Castro de que já estão ali à espera de Salvador. Castro exige que Fábio, e só ele, entre com o dinheiro. Lara teme que o sucateiro se queira vingar do namorado, mas Fábio não tem medo de Castro e entra, disposto a tudo para pôr o seu filho a salvo.

Sílvia entra no museu, onde é esperada por Dinis, o responsável de segurança, para um encontro romântico. Enquanto isso, Duarte e Rubi ficaram de entrar por uma porta lateral, mas Duarte obriga Caio a ir com eles. À escuta, a polícia prepara-se para intervir a qualquer momento…

Fábio entra na sucata e Castro manda sair Velha Rosa e Marina. É altura de os dois ajustarem contas!

Duarte, Rubi e Caio roubam as joias, com o apoio de Estrela, que desativa os alarmes, enquanto Sílvia e Dinis se envolvem, no gabinete da direção. Tudo parece estar a correr da melhor forma, quando a polícia interrompe o assalto. Rapidamente, Duarte agarra Caio e ameaça matá-lo, se não o deixarem sair. A tensão está ao rubro no museu!

Castro e Fábio envolvem-se numa luta corpo a corpo, enquanto Salvador chora, no sofá. Até que, ao derrubarem um jerricã de gasolina, despoletam um incêndio que, rapidamente, atinge enormes proporções.

 

No museu, Duarte continua com a arma apontada a Caio, enquanto a polícia aguarda o melhor momento para agir. Sílvia apela a Duarte para que solte o namorado, e a própria Rubi pede ao irmão que se renda… até que se ouve um tiro!

Junto à sucata, em chamas, Céu chama os bombeiros, aflita. Zé Luís e Pedro avançam para o interior e Velha Rosa vai com eles. Lá dentro, Fábio tenta chegar junto do filho, para o levar dali para fora, enquanto Castro, paralisado, torna a recordar o seu passado. Velha Rosa encontra-o e procura ajudá-lo, mas o filho parece ter desistido de viver…  E o armazém está prestes a explodir!

Resumo de 8 a 12 de fevereiro

EPISÓDIO 73 (8 a 12 de fevereiro)

Na Rica Fruta, Céu continua a tentar assimilar a verdade e relembra-se da ligação que sentiu da primeira vez que Lara pegou em Salvador. Lara agradece a Céu tudo o que fez pelo seu filho, e pede-lhe que seja madrinha dele, o que Céu aceita sem hesitação. Mas, primeiro, têm de o resgatar!

Castro chega à sucata com Salvador, e Marina, incrédula, apercebe-se de imediato de que se trata do filho de Lara e Fábio. Castro fá-la dar-lhe o seu telemóvel, para que ela não se sinta tentada a ligar aos amigos, e diz-lhe que, se tudo correr conforme o planeado, no dia seguinte será um homem rico.

Horácio explica que Teodora Varejão foi contratada como consultora política do seu novo partido, mas a postura autoritária da “mulher capitão” deixa-o muito apreensivo.

Graciete e Tino vão até à Casa Artur Colaço, com uma decisão tomada: querem candidatar-se a pais adotivos do Joãzinho e Pedro compromete-se a ajudá-los em todo o processo.

Preciosa, que andava estranha há vários dias, confessa ao Padre Bento que assistiu à morte do ex-marido de Liliana e que ela é, de facto, inocente, pelo que o padre insiste para que ela conte a verdade à polícia.

No palacete, e com toda a família já a par da situação, organizam-se esforços para reunir um milhão de euros em menos de vinte e quatro horas. Caio confronta Sílvia sobre o plano que Duarte lhe pediu para pôr em prática, e Sílvia põe-no a par de tudo, mesmo sabendo que ele reagirá mal.

Na sucata, Marina repara que Salvador está choroso, com febre, e adverte Castro de que ele está a passar todos os limites.

Sílvia e Caio reúnem, pela última vez antes do golpe, com a polícia, e afinam detalhes. Caio mostra-se desagradado com o facto de Sílvia ficar numa situação tão vulnerável, mas Lígia pede-lhe que confiem na polícia.

Na manhã seguinte, Zé Luís surge na Rica Fruta com dez mil euros, tudo o que conseguiu levantar. Céu desabafa com ele todas as suas preocupações, e os dois voltam a sentir-se mais próximos do que nunca!

Duarte comenta com Rubi que já tem pronta a gravação que irá enviar à polícia, em que mostra Caio a tomar as rédeas do golpe com a ajuda de Sílvia. É esse o seu grande objetivo: incriminar aqueles que tentaram matá-lo.

Castro fica preocupado quando não encontra Marina na sucata, e se depara com o bebé, sozinho, a chorar a plenos pulmões. Marina foi buscar Velha Rosa, para ela ver o que se passa com Salvador, e também ela acha que o bebé não está bem. Pela primeira vez, Castro fica apreensivo.

No palacete, contam o dinheiro que todos os membros da família conseguiram reunir. É bastante, mas ainda assim continua a não ser o suficiente para resgatar Salvador.

Mesmo com a colaboração de todos, a família Garcia não consegue reunir o milhão de euros exigido por Castro, em troco de Salvador. Até que aparece Pedro, sem ninguém estar à espera. Também ele resolveu ir ao banco levantar tudo o que foi possível, e que é exatamente o que estava em falta.

Na sucata, Marina e Velha Rosa tentam que ele beba o biberão, apesar da febre e da agitação. Marina apela a Castro para que ele leve o bebé para casa, mas este rejeita. Está prestes a conseguir o dinheiro de que precisa para mudar de vida.

Resumo de 1 a 5 de fevereiro

EPISÓDIO 72 (1 a 5 de fevereiro)

 

Céu recebe uma chamada de um número desconhecido, mas a única coisa que se ouve é o choro de Salvador, o que deixa Céu extremamente perturbada. Decidem não ligar para a polícia, sabendo que é Castro quem está por detrás do rapto, e que só o fez por dinheiro. Lara e Fábio são convidados a retirar-se, por se tratar de um assunto de família. Ninguém parece desconfiar de que eles são os verdadeiros pais do bebé!

Já no quarto, Céu pega no fio com a metade do coração, que Salvador trazia quando o encontrou, e coloca-o ao pescoço, enquanto reza pela proteção do seu menino. Também Lara, na pensão, reza pela primeira vez, para que o seu filho fique a salvo de Castro.

No dia seguinte, Zé Luís vai até à casa Artur Colaço contar a Pedro o que aconteceu com Salvador. Sugere deixarem para trás as desavenças, e pede-lhe que vá ter com Céu e lhe dê o seu apoio. Sensibilizado, Pedro dá um aperto de mão a Zé Luís. Estão unidos por um bem maior!

Velha Rosa trata da ferida que Marina fez ao partir o vidro do escritório, e pede-lhe que não desista já de Castro, pois o seu amor por ele pode ainda regenerá-lo. Marina, no entanto, parece ter perdido toda a esperança.

Na coletividade, Graciete parece cada vez mais aliciada pela ideia de adotar Joãzinho. Já Joãozinho, partilha com os amigos que adorava que Graciete e Tino fossem seus pais!

Nelson regressa da sua visita a Liliana, e Preciosa senta-se a ouvir tudo. Nelson diz a Rosanne que o mais importante era haver testemunhas que pudessem comprovar que Lili agiu em legítima defesa, e Preciosa fica agitada.

A pedido de Duarte, e sem o conhecimento de Caio, Sílvia seduz Dinis, chefe de segurança do museu. Combinam encontrar-se os dois no dia seguinte, depois do fecho, naquele mesmo sítio.

Castro liga finalmente a Céu e exige um milhão de euros por Salvador, dinheiro esse que Céu não tem disponível. Castro diz que ligará depois para combinarem um ponto de encontro e desliga o telemóvel. Entram de rompante Fábio e Lara que pedem para falar com Céu. Não podem adiar mais aquela revelação: ela e Fábio são os verdadeiros pais de Salvador!

Incrédula com o que acaba de descobrir, Céu junta as duas metades do medalhão em forma de coração, enquanto ouve Lara a explicar a verdadeira história de Salvador. As emoções estão ao rubro, e a preocupação de Céu aumenta, percebendo que Castro é maquiavélico, e capaz de muito mais do que aquilo que ela poderia imaginar!

Bruno e Caio discutem o que fazer face ao pedido de resgate de Castro. Nenhum banco disponibilizará um milhão de euros num só dia. Caio recebe, entretanto, uma chamada de Estrela, que está apreensivo com algo que ouviu. Ao que parece, Duarte e Rubi incluíram Sílvia num plano de última hora, sem o conhecimento de Caio.

Na coletividade, discute-se o que acontecerá a Liliana, e todos têm esperança de que seja feita justiça. Nisto, surge uma mulher de porte altivo que se apresenta como Teodora Varejão e vem à procura de Horácio.

EPISÓDIO 71 (1 a 5 de fevereiro)

 

Na sucata, Marina tenta convencer Castro de que ele não precisa do dinheiro de Céu, e que têm o suficiente para recomeçar juntos, ali ou noutro sítio qualquer, mas Castro está decidido a fazer algo que pode mudar radicalmente a sua vida para melhor.

Valéria, a nova advogada de Liliana, pede ao inspetor para falar a sós com a sua cliente, a fim de lhe explicar os seus direitos. Conta a Liliana que foi Céu quem a contratou e que fará de tudo para a ajudar.

No rescaldo da reunião com os inspetores, Caio e Zé Luís mostram-se contrariados por Sílvia ter mentido para defender a irmã, mas Céu parte em sua defesa: se fosse ela, teria feito igual. Caio sai, frustrado e Zé Luís vai tentar acalmá-lo. A sós com Sílvia, Céu entrega-lhe o dinheiro necessário para salvar Andreia, pedindo-lhe que trate do assunto o mais rápido possível.

Horácio declara que decidiu dedicar-se em regime de exclusividade à única paixão da sua vida: a política!

Sílvia vai ao encontro de Andreia, que está hospedada numa pensão humilde, e entrega-lhe o dinheiro necessário para que ela deixe o país nesse mesmo dia. Andreia está-lhe muito agradecida e dão um abraço que sabem poder ser o último.

Graciete acaba de ser interrogada pelo inspetor Manuel Moura, enquanto Horácio conta a Tino os seus planos para um futuro brilhante, em que irá criar um novo partido político, à sua medida. Tino, ainda ressentido com a atitude do amigo para com Amália, não lhe dá grande importância. Entretanto, Graciete e Tino retiram-se, pois vão ver como ficaram as coisas com Joãozinho, e deixam o pobre do inspetor nas mãos de Horácio.

Na casa Artur Colaço, Graciete e Tino conversam mais um pouco com Joãozinho e Pedro pergunta se vão ou não avançar para a adoção.

Na sucata, Castro arranja maneira de prender Marina no seu escritório, para que ela não atrapalhe os seus planos. É hora de rumar a Alvorinha.

 

Na pensão, Branca revela a Lara e a Fábio que teve uma visão: algo de mau está para a acontecer, que os envolve a eles e a Castro.

No palacete, a ver um vídeo da ecografia, Telma tem também um pressentimento: vai ter uma menina!

No quartel general, Duarte anuncia que o golpe acontecer daí a dois dias, e que não fará qualquer falta a presença de Andreia. Caio e Sílvia ficam muito apreensivos. Começa a contagem decrescente.

Todos dormem no palacete, mas alguém força a fechadura e abre a porta. É Castro e dirige-se para as escadas.

Lara acorda sobressaltada, na pensão, e sabe que o seu filho está em perigo.

Castro entra, silenciosamente, no quarto de Céu, e consegue tirar Salvador do berço.

 

No palacete, Castro pensa que a euromilionária vai acordar e apanhá-lo em flagrante, mas Céu acaba por voltar ao sono profundo, e o sucateiro consegue sair com Salvador, impune.

 

Exausta de tentar abrir a porta do escritório onde Castro a deixou trancada, Marina agarra uma velha t-shirt e consegue dar um murro no vidro, libertando-se. Ainda desorientada e nervosa com a situação, Marina liga a Lara, avisando-a de que Castro foi a Alvorinha, e que as suas intenções não eram boas. Lara liga logo para Céu, mas esta não atende. A alternativa é irem ao palacete avisá-la! Já de saída, encontram Branca e Zé Luís, que se oferece para os levar ao palacete.

 

Entretanto, Céu acorda sobressaltada, e percebe que Salvador não está no berço. Alarmada, acorda a família, que começa a procurá-lo. Caio repara então que os fios das câmaras de segurança foram cortados… Quem levou Salvador sabia o que estava a fazer! Nisto, chegam Lara, Fábio e Zé Luís, com a notícia de que Castro veio para Alvorinha. Mas é tarde demais… Castro raptou Salvador!

 

Jéssica e Bruno acordam a meio da noite e apercebem-se de que adormeceram a meio da história das crianças. Bruno levanta-se para ir para casa, mas Jéssica não quer que ele vá a lado nenhum naquele estado, e propõe-lhe que fique a dormir ali.

 

Já Horácio, não consegue adormecer, a inventar nomes para o seu novo partido. É quando Preciosa lhe bate à porta. Também está com dificuldades em pregar olho, e pede-lhe para dormir com ele.

Resumo de 25 a 29 de janeiro

EPISÓDIO 70 (25 a 29 de janeiro)

 

Na coletividade, e com o apoio de Graciete e Tino, Liliana e Nelson prestam declarações à GNR. Liliana tenta ser o mais fiel possível na descrição do que aconteceu, mas o guarda não parece convencido, sobretudo depois de encontrar a carta de despedida de Liliana em cima da bancada. O guarda coloca a hipótese de Liliana ter premeditado a morte de Filipe, e a subsequente fuga com Nelson, pelo que a leva para a esquadra.

Marina está a fazer os curativos a Castro, quando este lhe começa a mexer no cabelo e nos lábios. Mesmo desapontada com a postura do sucateiro, deixa-se levar e os dois fazem amor.

No dia seguinte, Nelson procura Céu, muito preocupado com Liliana. Céu, solidária, compromete-se logo a arranjar um bom advogado, e a tratar dos pagamentos necessários.

Na coletividade, Rosanne, Graciete e Tino também se mostram apreensivos com a detenção de Liliana, sobretudo por não haver ninguém que tenha presenciado os acontecimentos. Mas a reação de Preciosa e de Padre Bento revelam que talvez não seja bem esse o caso…

Na pensão, Jéssica adverte Bruno de que também ele pode ser um alvo para Duarte, e que o facto de Rubi se ter aproximado dele, sendo irmã da Serpente, só levanta mais suspeitas.

Na casa Artur Colaço, Simão e Pedro são recebidos com notícias alarmantes das crianças: já procuraram por todo o lado e não conseguem encontrar o Joãozinho em lado nenhum!

Amália acorda decidida a aprender a gostar de ser ver ao espelho, sem depender de nenhum homem. Entretanto, Cremilde, Cíntia e Amália recebem uma visita inesperada: Joãozinho.

Liliana é interrogada na esquadra pelo inspetor Manuel Moura, que lhe diz que, face às provas que obtiveram, o seu caso se afigura complicado. Entra, então, em cena, Valéria Braga, a advogada contratada por Céu.

Castro acorda junto de Marina, revigorado, e pronto para pôr o seu plano em marcha. Plano esse que consiste em roubar grande parte do dinheiro de Céu.

Entretanto, Sílvia e Caio reúnem, juntamente com Céu e Zé Luís, com a inspetora Lígia Fragata, que pergunta diretamente a Sílvia porque escondeu o facto de a sua irmã gémea também estar envolvida no golpe. Sílvia sabe que foi apanhada.

Sílvia e Caio continuam reunidos com os inspetores da Polícia Judiciária, em ambiente de grande tensão. Os inspetores já sabem da existência de Andreia, e querem saber porque é que a estão a proteger, mas Sílvia acaba por inventar uma mentira convincente.

Estrela confronta Duarte: uma vez que não esteve envolvido no acidente que quase o vitimou, não deveria estar a pagar pelos erros dos outros. Mas Duarte assegura-lhe que o seu foco está nas joias, e que o chamou apenas porque ele, tal como Caio e Sílvia, são os melhores.

Joãzinho, fazendo figas, assegura a Amália e Cremilde que foi a casa delas com autorização superior. Diz que precisa muito de falar com Cíntia.

Na verdade, João saiu da Casa Artur Colaço sem avisar ninguém, e estão todos preocupados com o seu desaparecimento. Pedro e Simão vão à procura dele e encontram-no com Cíntia, mesmo quando ele acaba de contar que Simão esconde um segredo muito mau. Cíntia ficou sem perceber o que era, mas, temendo ser algo que a magoe, pede a Simão que não lhe conte. Já teve a sua dose de homens complicados! Só depois de muito insistir, Simão consegue falar-lhe na sua doença.

EPISÓDIO 69 (25 a 29 de janeiro)

 

Quem anda com mais sorte ao amor é Cíntia, que se mostra apaixonada por Simão.

 

Na coletividade, Liliana conseguiu libertar-se de Filipe, mas este bateu com a cabeça e parece estar morto! Liliana fica em pânico, assim como alguém que parece ter assistido a tudo, e se afasta nesse momento, sem se denunciar.

 

De volta ao quartel general, Duarte explica que não lhes vai fazer mal, e que a sua vingança consistiu em fazê-los participar naquele golpe contra as suas vontades. No entanto, Estrela quer desistir de tudo, tal como Caio e Sílvia, mas Duarte ameaça-os com um revólver, e diz-lhes não ter qualquer pudor em matá-los, tal como fez com Sandra. Foi ele o assassino da secretária da Rica Fruta!

 

Nelson chega à coletividade e depara-se com a namorada em choque, ao lado do corpo de Filipe. Liliana explica-lhe o que aconteceu, e Nelson sugere-lhe fugirem, mas Liliana opta por chamar a polícia e contar tudo o que aconteceu.

 

Caio e Sílvia contam a Céu, Zé Luís e Bruno que a Serpente é Duarte Godinho, e que ele foi claro quanto às suas intenções: ou Caio e Sílvia cooperam no golpe, ou ele acaba com os dois e com todos aqueles que eles amam. Mais do que nunca, precisam da ajuda da polícia!

EPISÓDIO 68 (25 a 29 de janeiro)

 

No salão, Amália fecha-se no gabinete e recusa-se a falar com quem quer que seja.

Mas, umas horas depois, sai de lá toda arranjada, e decidida em não verter nem mais uma lágrima por causa de Horácio. Céu não esconde o orgulho que sente da amiga, que está disposta a ser uma nova Amália!

 

Marina deixa Castro e Velha Rosa sozinhos, para que possam aproveitar o momento de reconciliação. Velha Rosa diz a Castro que poderá sempre contar com ela e com Marina, que gosta dele, mas Castro avisa-a de que nenhuma delas concordará com as decisões que ele está prestes a tomar.

 

Caio, Céu e Zé Luís põem Lígia Fragata, a nova inspetora responsável pelo caso, a par dos acontecimentos. Enquanto isso, Sílvia vai para o museu, fazendo-se passar pela irmã Andreia. Conseguirá ela enganar o diretor e os restantes funcionários?

Simão ganha coragem e vai falar com Cíntia, mas encontra-a tão fragilizada, por causa de Amália, que os dois acabam por se beijar, e Simão já não lhe fala da sua doença.

 

Pedro conta a Céu e a Caio o que se passa com Simão. Céu, com o seu coração gigante, oferece-se logo para pagar todas as despesas médicas e ajudar Simão no que for preciso. À despedida, Pedro procura Céu com o olhar, mas esta limita-se a responder-lhe de forma profissional.

 

Rosanne e Liliana acabam de arrumar e limpar a coletividade, depois de um dia atribulado, e Liliana despede-se da amiga de forma mais emotiva, por saber que pode ser a última vez que está com ela. Nelson foi a casa buscar as malas, e vai buscar em seguida a namorada, para fugirem de Alvorinha. Assim que Rosanne se vai embora, Liliana começa a escrever uma carta de despedida para os amigos.

 

Amália recebe uma visita inesperada: Horácio!

 

Liliana acaba de escrever a carta e deixa-a dobrada em cima de uma mesa, quando Filipe, que tinha estado à espera dela, a agarra e ameaça com um revólver.

 

Há revelações no quartel general! Serpente, que se dá a conhecer pela primeira vez, é, afinal, uma figura bem conhecida de todos.

 

Sílvia e Caio descobrem finalmente quem é a Serpente: nada mais, nada menos do que Duarte Godinho, que se fez passar, anos antes, por filho de Céu, e que todos pensavam ter morrido numa explosão. Duarte esteve à beira da morte, nessa altura, mas conseguiu escapar, ajudado pela irmã, outra revelação do momento: Duarte é irmão de Rubi, e os dois estão ali para se vingar!

 

Horácio procurou Amália para lhe pedir perdão, e mostra-se arrependido, mas Amália põe um ponto final na história, e desta vez parece ser definitivo.

EPISÓDIO 67 (25 a 29 de janeiro)

 

 

Xana, Telma e Vitinho dão uma entrevista à SIC! Os sumos detox seguem de vento em pompa!

Na sucata, Castro dorme, já sem febre, e Velha Rosa pede a Marina que fique com ele enquanto vai à farmácia. Quando Castro acorda, Marina pergunta-se se Velha Rosa é sua mãe.

 

Na coletividade, continuam à espera do noivo. Fábio aparece, de surpresa, e aproxima-se de Céu, decidido a contar-lhe toda a verdade sobre Salvador, mas Céu pede-lhes que espere até ao final do casamento. É quando aparece o Padre Bento e confirma o que todos temiam: o Horácio fugiu!

 

No quartel general, Sílvia e Caio mentem a Estrela e Rubi dizendo que Andreia desapareceu:  foi levada pelos agiotas e pode mesmo estar morta!

 

No quartel general, vivem-se momentos de incerteza. Terá Andreia morrido nas mãos dos agiotas? E, sem ela, será possível levar o golpe avante? Só a Serpente o poderá decidir, e vai reunir com restantes elementos do golpe ainda nessa noite.

A fuga de Horácio, que faltou ao próprio casamento, também provoca o caos na coletividade. Amélia, ao ler a carta que Horácio deixou, enfurece-se e começa a rasgar o vestido e o bouquet. Preciosa também se começa a sentir mal, e Cremilde está inconsolável.

 

Na sucata, Castro resolve, por fim, revelar o seu passado a Marina. Confirma que Velha Rosa é sua mãe e que foi por causa dela que perdeu o pai e as duas irmãs. Velha Rosa, que se junta entretanto à conversa, confessa que nunca mais se perdoou, razão pela qual foi viver para as ruas. Castro, que nunca mais conseguiu chamar-lhe “mãe”, começou aí a sua vida de marginal.

 

Sem casamento à vista, Amélia abandona a coletividade e as mulheres acompanham-na. É um momento de solidariedade feminina! Fábio tenta mais uma vez falar com Céu, mas esta adia a conversa para outra altura, sem suspeitar do que ele possa ter para lhe dizer.

 

Preocupado com Simão, Pedro incentiva-o a falar com Céu e Caio sobre a sua doença. Aconselha-o também a falar com Cíntia, e a contar-lhe a verdade, mesmo que isso a faça olhar para ele com outros olhos.

 

Frustrado, Fábio regressa à pensão e confessa a Lara que quase contou a Céu toda a verdade sobre Salvador. Lara pede-lhe calma e combinam esperar pelo momento certo.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Lamento ter que dizer que as novelas são mto longas acabam por perder o interesse, tambem mudam o horário par colocar outra que é mto aborrecido. Ou seja mto interessante no inicio aborrecidas no meio para fim.

  • As coisas que aparecem no das novelas ,são às vezes um bocadinho rebuscadas,não fazem sentido,como matarem o jornalista,os bandidos fazerem o que querem e ninguém desconfia,até parece que os que estão a volta são burros

  • Lamento ter que dizer isto,primeiro não deixam acabar umas para começar outras ,e depois os enredos das novelas não fazem sentido,fazem da Maria do Céu uma burra que não percebeu nada,aqueles três caíram do céu por obra e graça do Espírito Santo ,e matarem o jornalista,também não faz sentido

ATV News