fbpx
SIC Famosos

Filhos na ficção de Maria João Abreu em lágrimas ao recordar ‘mãe’: “Um poço de amor”

Filhos Ficção, Maria João Abreu

A SIC preparou uma emissão especial para a tarde deste sábado, 15 de maio, dia do funeral de Maria João Abreu. Os filhos da ficção não contiveram as lágrimas ao recordar a atriz.

Os filhos da ficção emocionaram-se ao recordar Maria João Abreu na emissão especial da SIC na tarde deste sábado, 15 de maio. Laura Dutra, António Camelier e Ana Marta Ferreira, fazem parte do elenco de ‘A Serra’, onde dão vida aos filhos da personagem de Maria João Abreu.

Os atores entraram em direto para falar do papel da artista na novela, mas não conseguiram conter as emoções. Ana Marta Ferreira entrou no direto a chorar. “A João era um poço de amor. E não era só quando ela parte que nós percebemos que era tanto. O tempo que estivemos com ela, sempre foi nossa amiga, colega, tornou-se um bocadinho nossa mãe também. Foi um exemplo de amor que não há muito. Estamos os três muito felizes por a termos conhecido e termos tido a oportunidade de ter recebido aqueles abraços”, disse.

“Criámos uma relação muito gira, era muito divertido gravar com ela”, acrescentou, recordando as gravações de ‘A Serra’, da SIC, com Maria João Abreu nos últimos meses. “Era realmente muito fácil trabalhar com ela”, referiu.

Já António Camelier frisou o quanto é “difícil” esta partida. “É uma partida física porque cada um de nós fica com um bocadinho dela. Esteja onde estiver, está com um sorriso no rosto a olhar por nós e está feliz por nós”, disse.

Por sua vez Laura Dutra recordou o dia em que Maria João Abreu se sentiu mal nas gravações da novela, a 30 de abril. “Eu estava no estúdio de cima, não vi o sucedido e ainda bem porque a última memória que tenho dela é ela a sorrir, a abraçar com amor. Isso vai ficar sempre comigo. Foi bom não ter esse acidente que foi algo bastante chocante para quem presenciou”, contou.

“No primeiro dia quando tive o primeiro contacto com ela, sem a conhecer, ela abraçou-me, sorriu e disse que tinha ficado muito feliz por saber que eu ia ser filha dela porque gostava muito do meu trabalho e tinha muita curiosidade em trabalhar comigo. Fiquei completamente sem palavras. Foi tão bom e senti-me tão confortável”, recordou ainda.

“Nós somos, de facto, uma família. É muito prazeroso gravar na nossa casa porque a nossa casa é a João, a nossa família gira à volta da mãe. Apesar de ela não estar ali connosco, sei que vai estar presente. Ela quer que nós continuemos a fazer o trabalho da melhor maneira”, acrescentou, referindo-se à novela ‘A Serra’.

Fim de Sãozinha em A Serra

Sobre as cenas da novela, Laura Dutra explicou que “estão adiantados cerca de dois meses”. “Temos, de facto, muitas cenas gravadas e acho que isso é bom porque perdura por mais tempo a história da Sãozinha. E vai perdurar sempre. Acho que temos que manter a história dela”, afirmou.

Explicando de seguida o que irá acontecer a Sãozinha em ‘A Serra’. “Posso garantir que está a ser muito bem tratada e está a ser delicada. Estão a proteger imenso quer os atores, quer o público, quer a Sãozinha”, rematou.

Leia também: Muitas lágrimas e emoção no adeus a Maria João Abreu

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News