fbpx
SIC

Filho de Júlia Pinheiro interrompe programa da mãe para a homenagear

Rui Maria Pego Julia Pinheiro Filho De Júlia Pinheiro Interrompe Programa Da Mãe Para A Homenagear

Ao completar cem emissões como apresentadora do programa das tardes da SIC, Júlia Pinheiro foi surpreendida por Rui Maria Pêgo, o seu filho mais velho. Rui entrou no estúdio e disse à mãe que ela é que seria a entrevistada. O “sonho” do locutor da MegaHits foi finalmente realizado e os papéis inverteram-se.

No Dia Internacional da Mulher, o filho de Júlia Pinheiro aproveitou a ocasião para revelar que a mãe era a sua “referência de mulher”. “As mães são o primeiro país onde habitamos, são o início de tudo”, começou por dizer ao mesmo tempo que revelou os melhores momentos da mãe ao longo da sua carreira, na SIC.

Apesar do estrelato que alcançou na televisão portuguesa, Júlia confessou que a rádio foi a sua grande escola. Depois de dois anos na RDP, em 1894 a comunicadora já trabalhava como locutora na rádio Renascença, onde conheceu o homem com qual veio, anos mais tarde, a casar.

“A primeira conversa que tive com ele [Rui Pêgo] não foi a melhor. Pensei que era um homem horrível, de uma arrogância extrema”, revelou Júlia com um sorriso no rosto.

A relação que construiu com Rui Pêgo veio ‘abalar’ a ideia de Júlia de nunca se casar nem de ser mãe. “Queria ser uma viajante da profissão e do tempo, queria ser independente”, disse a apresentadora. Mas com o tempo os pensamentos mudaram e Júlia só desejava ser mãe.

Apesar da família que a apresentadora foi construindo para lá dos estúdios e dos bastidores, Júlia Pinheiro contou que ficar em casa a cuidar das tarefas domésticas e dos filhos não era suficiente. “Ficar em casa muito tempo a mudar fraldas era pouquinho para mim. Isso mataria algo em mim…e que mais tarde ia cobrar”, acrescentou.

A vontade de trabalhar e de continuar a acompanhar a sua família foram sempre os seus pilares. Mas Júlia reconhece que tudo isso só era possível quando havia compreensão entre ambas as partes: “Conjuga-se com uma grande disciplina e porque há uma boa vontade entre as pessoas, entras elas o teu pai que compreendeu sempre as minhas escolhas”.

Aos 30 anos, Júlia Pinheiro começou a trabalhar na SIC, onde apresentou programas como a ‘Praça Pública’ e a ‘Noite da Má Língua’. Em 2002, foi para  RTP como apresentadora do ‘Elo mais fraco’ e, passado um ano, estreou-se na TVI, onde permaneceu ao longo de oito anos. Durante muito tempo, a comunicadora foi o rosto de vários reality e talkshows.

Em 2010, a apresentadora saiu da TVI e voltou para a SIC. A morte do seu pai, Hélder Pinheiro, foi o grande motivo do seu regresso.

“No final dos dois últimos anos da TVI, o teu avô adoeceu com cancro do pulmão. Eu fazia a Quinta [das Celebridades] e As Tardes da Júlia ao mesmo tempo”, começa por dizer, lamentando logo de seguida que “não pude ir a uma única sessão de quimioterapia do teu avô. Isso foi horrível. Foi tremendo. No dia em que ele morreu, eu fiz o programa [Quinta das Celebridades] e estou convicta que esperou que o programa acabasse para morrer”.

Na conversa aberta entre mãe e filho, Júlia acabou por confessar que Rui Maria Pêgo tinha herdado algo dela: “Se eu te dei alguma coisa, dei-te a capacidade de foco. Quando queremos, tu e eu, nós arranjamos estratégias e encontramos o caminho para lá chegar”.

Atualmente, Júlia garante que está “muito feliz” e que há um novo desafio pela frente. Agora no mundo da representação, a apresentadora faz parte da peça ‘Monólogos da Vagina’, partilhando o palco com Paula Neves e Joana Pais de Brito.

Júlia Pinheiro, além de ser mãe de Rui Maria Pêgo, é também das gémeas Carolina e Maltide.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News