Fotografias: Reprodução Redes Sociais

Falta de respeito! Agir arrasa Joana Latino após comentário polémico sobre os artistas

20 Maio 2020
Adicionar comentário

Índice

Joana Latino atacou os artistas no ‘Passadeira Vermelha’ de segunda-feira, na SIC Caras. Sublinhou que estes deveriam colocar de lado os “discursos miserabilistas, catastrofistas e de autocomiseração” e começarem a olhar mais para exemplos como o ‘Como É Que O Bicho Mexe?’, de Bruno Nogueira.

Tal opinião motivou uma onda de críticas proveniente… Do mundo das artes! O próprio Nuno Markl, que participou nos diretos de Bruno Nogueira, já veio a público explicar que o formato não pode ser utilizado como arma de arremesso contra os artistas. E muitos outros também se defenderam.

Um dos mais recentes foi o cantor Agir. Na conta que este gere na rede social Facebook, decidiu publicar uma carta aberta dirigida à jornalista da estação de Paço de Arcos.

Ora leia:

Querida Joana. Fiquei um pouco preocupado com o seu comentário de há dias no qual, na sua opinião, a grande maioria da classe artística terá sido mordida pela mosca tsé-tsé e andará apenas induzida num coma de inércia. Esta preocupação vem de alguém que, regra geral, acha que o que se deve fazer é arregaçar as mangas e ir à luta.

Mas ainda assim, quando referiu, e bem, o exemplo de pró-atividade de Bruno Nogueira e de todo o seu ‘gang’ de amigos, conhecidos e desconhecidos, disse também, e passo a citá-la: ‘Os artistas, em vez de fazerem discursos miserabilistas e catastrofistas de auto-comiseração deviam mexer-se… E olhar para este exemplo’. Pois bem, parece-me uma total falta de respeito e de noção, até, achar que todos os artistas se encontram em pé de igualdade com o inquestionavelmente talentoso Bruno Nogueira e que a única coisa que os separa é a falta de força de vontade e criatividade para não reclamarem tanto e fazerem-se à vida.

Não é de todo intelectualmente séria tal conclusão. As pessoas tendem a achar que os artistas são estes seres privilegiados que enchem salas e recintos todos os dias e onde possivelmente eu também me incluo. Mas não, artistas são também e principalmente os grupos de teatro amador, as companhias de bailado, coreógrafos, pintores, artistas plásticos, escritores, argumentistas, guionistas, encenadores, realizadores, agentes, promotores, músicos, técnicos de som, de luz, roadies, câmeras, perchistas, produtores, maquilhadores, cabeleireiros, figurinistas, enfim, a lista não acaba.

Artigo seguinte
Adicionar comentário