fbpx
SIC

Dono da SIC nega dívida de 400 milhões de euros e avança com processo judicial

Francisco Pinto Balsemão, Grupo Impresa, Sic
Créditos: Grupo IMPRESA

A IMPRESA, grupo que detém a SIC, garante que a dívida é bem inferior.

Durante o fim de semana, os jornais ‘Nascer do Sol’ e ‘I Inevitável’ noticiaram que o grupo Impresa, dono de órgãos como a SIC ou o jornal Expresso, tem uma dívida de 400 milhões de euros à banca. Em comunicado, a empresa de comunicação liderada pela família Balsemão garantiu que tal é mentira e que irá avançar com um processo judicial.

Leia aqui:

«COMUNICADO IMPRESA:

São falsas e lesivas da reputação económica do Grupo IMPRESA as informações publicadas na edição de 29 de maio de 2021, no jornal ‘Nascer do Sol’, no respetivo suporte online e no suporte online do jornal ‘I Inevitável’, alusivas a uma alegada “falência técnica” e existência de “400 milhões de dívidas à banca“.

As referidas notícias, repete-se, são falsas: o Grupo IMPRESA não se encontra em falência técnica e não deve 400 milhões de euros à banca.

O Grupo IMPRESA reforçou sim a solidez verificada em 2019, registando, em 2020, uma autonomia financeira de 36,8%. A dívida líquida total à banca no final de 2020 era de 152,8 milhões de euros, sendo este o valor mais baixo desde 2005.

A IMPRESA exercerá o seu direito de resposta e retificação, nos termos da Lei, e avançará com um processo judicial

Leia também: Fãs da SIC estão revoltados: “Gostam de gozar com os telespectadores”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News