fbpx
SIC

Deborah Secco recorda episódio dramático com a filha: “Senti-me tão péssima mãe…”

Deborah Secco, Filha Maria Flor
Instagram

Deborah Secco confessou ter-se sentido má mãe por não perceber as dores da filha.

Neste sábado, dia 1 de outubro, foi para o ar mais uma emissão do ‘Alta Definição’, com Deborah Secco como convidada. Numa conversa intimista, a atriz brasileira “abriu o coração” e falou um pouco sobre a sua relação com a filha, Maria Flor, de seis anos.

A artista começou por recordar um episódio dramático, em que a menina partiu um braço após uma queda. “Passaram dois dias e aí no terceiro dia, o meu marido [Hugo Moura] falou: ‘Vamos levá-la ao hospital’. Eu falei: ‘Não foi nada porque se ela tivesse quebrado [o braço], de facto, ela estava a chorar e com muita dor’”, começou por contar.

Quando ela fez o raio X, o médico falou que tinha quebrado [o braço]. Eu senti-me tão péssima mãe porque não validei a dor dela”, acrescentou.

A Maria Flor é a criança mais especial que eu já conheci. Ela é feliz, ela é leve, ela é pronta (…) Ela é generosa, é perfeita”, assumiu a mãe “babada”.

No entanto, Deborah Secco confessou que se controla para “não estragar” a menina com demasiada proteção, uma vez que o sofrimento molda as pessoas.

As mães estragam. Ficamos tentando protegê-los demasiado e fazendo com que eles não sofram. Mesmo eu, tendo consciência de que os meus sofrimentos foram as coisas que mais contribuíram para ser quem eu sou hoje. Todos os dias eu lembro: ‘Ela vai sofrer, isso vai ser necessário e ela vai ser feliz depois do sofrimento’”, referiu.

Todos os dias ela me diz que eu sou a melhor mãe”, completou.

Leia também: Deborah Secco revela: “Você tem de saber a hora de desapegar do sofrimento…”

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News