SIC

Cristina Ferreira traída pelos amigos

Aos 40 anos, Cristina Ferreira protagonizou a transferência do ano no mercado televisivo, ao trocar a TVI pela SIC. Judite Sousa desvalorizou a sua saída da TVI e o diretor de programas do canal, Bruno Santos disse que Cristina era substituível. Agora segundo avança a Vidas, a relação com Manuel Luís Goucha já não é a mesma, depois de ter tentado levar alguns colaboradores do Você na TV.

O primeiro caso aconteceu recentemente, quando Aníbal Pinto revelou em direto no programa das manhãs da TVI que estava de saída do canal e que ia abandonar o Entretenimento. O advogado confirmou que recebeu um convite de Cristina Ferreira, mas decidiu não o aceitar, e também não ficava com Goucha. Horas depois, era confirmado no canal CMTV para integrar o painel de comentadores do programa Rua Segura.

Já nesta quinta-feira, dia 1, confrontado por Goucha, António Teixeira confirmou que ia para a SIC. Segundo fontes da produção do programa à mesma publicação, contam que Goucha terá comentado várias vezes nos corredores da estação de Queluz de Baixo que não está a gostar muito que a antiga parceira esteja a tentar levar os colaboradores do Você na TV para o seu novo programa das manhãs da SIC. «Apesar de  ambos terem dito que a amizade nunca seria beliscada é inevitável que hajam alguns confrontos ao longo do percurso. Há muita pressão para que ambos ganhem nas audiências e claro que as coisas nunca mais vão ser como eram», diz uma fonte à Vidas.

Bruno Santos foi o primeiro a afirmar que Cristina nunca tinha sido a maior estrela da TVI. «Nós nunca encarámos a Cristina Ferreira como o rosto mais importante da TVI.  Nunca tivemos esse discurso. Tínhamos, sim, uma primeira linha de apresentadores — composta pelo Manuel, pela Fátima e pela Cristina. Continuamos a ter esses dois. Ninguém é insubstituível», disse.

Numa entrevista recente, a jornalista Judite Sousa também surpreendeu ao desvalorizar a saída da apresentadora. «A saída da Cristina não me preocupa absolutamente nada. Nestes sete anos de TVI, há uma coisa que verifiquei e conclui: A TVI é a estação mais dinâmica que existe em Portugal, que em 24 horas é capaz de dar a volta ao texto e encontrar soluções. As vezes achamos que o mundo vai desabar, mas no dia seguinte alguém tira um Às e tudo se resolve.»

«É claro que a Cristina fica melindrada com tudo aquilo que tem ouvido, mas sabe o seu valor e tudo isto só lhe dá mais vontade de vencer esta batalha, até porque se algumas pessoas lhe estão a virar as costas, também já tem pessoas que lhe estão a dar a mão no seu novo canal. Ela sabia que ia ser assim. Só vão ficar os verdadeiros amigos e isso a Cristina sabe que tem poucos, e que são todos de fora do meio televisivo», acrescenta a mesma fonte.

Na SIC, a apresentadora tem contado com o apoio de Daniel Oliveira, a quem já teceu vários elogios nas redes sociais. «É claro que a Cristina gostava de ter mais pessoas da equipa dela, o conforto seria maior. Mas decidiu arriscar e está confiante. O Daniel está a fazer tudo para a integrar o melhor possível. Está muito satisfeita e sente que encontrou uma pessoa que tem a mesma visão do que ela perante a televisão», conta uma fonte à mesma publicação.

Apesar das críticas e das declarações menos simpáticas, Cristina mostra estar confiante e segura. «Aos 41 anos e principalmente ao longo dos últimos anos, em que consolidou a carreira, a Cristina tornou-se numa mulher muito segura do seu valor. É uma máquina de trabalho, sabe aquilo que deu à TVI, por isso desvaloriza as críticas e tudo o que agora possam dizer. Até sente isto tudo como algum ressabiamento. Está tranquila e pronta para a luta. Não tem medo da batalha de audiências», diz fonte próxima à Vidas.

ATV News