SIC

Cristina Ferreira sente o peso do lado negro da fama

A menos de dois dias da estreia na SIC, Cristina Ferreira esteve à conversa com Daniel Oliveira, no Alta Definição da SIC. Numa conversa intimista, e que Daniel Oliveira queria ter feito já há muito tempo, a apresentadora da Malveira falou de tudo, de uma forma “tímida”, mas franca.

Queixando-se do preço da fama, a apresentadora diz que “Hoje em dia é muito difícil ser a Cristina Ferreira. Sinto que existem implicações na vida das pessoas que me rodeiam. É sentires-te apenas confiante dentro de casa”.

Quando Daniel Oliveira lhe perguntou se  existe ou não dificuldade em ser quem é, a nova estrela da estação revelou que “no início não era complicado” porque tinha uma vida para além da televisão, mas, hoje em dia, só em casa é que é ela própria. “Só consigo ser Cristina dentro de casa e isso é difícil de lidar”, confessou.

Cristina, a “tímida” como se considera, contou como é no conforto do seu lar e na sua vida privada. “Na minha vida particular sou muito calada, eu sou a que não canto, a que não danço, a que faço perguntas, a que não gosta de se maquilhar”, contou.

A menina da Malveira, como é tratada, continua “a preferir aquele lugar e a família sempre”. “Eu não deixo de estar com eles. O que eles me dão é muito mais do que qualquer festa. Eles são o meu porto seguro. Eles sabem como eu sou”, disse.

Estar em televisão foi a profissão que Cristina Ferreira escolheu, mas de uma coisa não se perdoa. “Fui eu que escolhi ter uma vida pública, e ter feito com as pessoas que estavam ao meu lado terem este escrutínio público…é uma coisa que eu nunca me vou perdoar”, acrescentou com um tom recriminado e que leva a recordar a sua entrevista ao Expresso da semana passada, onde afirma que a exposição mediática deu cabo da sua relação com o pai do seu filho.

Mesmo nos piores dias nunca perdi a vontade de fazer televisão. Só gostando de mim eu podia amar os outros e aproveitar o que vida me podia dar. E aí nunca mais ninguém me parou.

 

 

ATV News