fbpx
SIC Geral

Crime no Algarve: especialista decifra a entrevista de Mariana Fonseca no Linha Aberta

Hernâni Carvalho, Linha Aberta, Mariana Fonseca, Homicídio, Algarve
Instagram

Mariana Fonseca é uma das suspeitas da morte de Diogo Gonçalves, no Algarve, no ano passado. A jovem está em liberdade e deu uma entrevista que foi emitida no programa ‘Linha Aberta’, da SIC.

O programa ‘Linha Aberta’ transmitiu uma entrevista a Mariana Fonseca, esta quarta-feira, na SIC. O especialista Alexandre Monteiro partilhou um vídeo referente à emissão e deu uma pequena explicação.

Decifrar Manipulação. Emoções e estados incongruentes com o contexto e gestos/movimentos associados a manipulação. EGO da manipulação, os manipuladores têm uma dificuldade enorme em esconder prazer e superioridade em situações em que o pretendem esconder“, lê-se na legenda da publicação que fez na rede social Instagram.

Crime no Algarve

O Ministério Público pedia uma pena de pelo menos 20 anos para as duas suspeitas, mas só Maria Malveiro é que foi condenada à pena máxima de 25 anos de prisão. Por sua vez, Mariana Fonseca foi condenada a uma pena suspensa de quatro anos e posta em liberdade, devido ao facto de não ter sido provado, no seu caso, o crime de homicídio. A decisão foi conhecida no Tribunal de Portimão.

Em cima da mesa, para as duas arguidas, estavam os crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver, acesso ilegítimo, burla informática, roubo simples e uso de veículo. O objetivo do assassinato prendia-se com a tentativa de se apoderarem de uma quantia de 70 mil euros que a vítima, Diogo Gonçalves, tinha herdado após a morte da progenitora.

Leia também: Cristina Ferreira quebra silêncio sobre polémica com livro: “Só se eu fosse maluca”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News