SIC

Cláudio Ramos relembra o primeiro dia da filha no infantário

O apresentador, Cláudio Ramos, publicou esta quinta-feira, 5 de setembro, no seu blog e no seu Instagram duas fotografias e um texto a relembrar o primeiro dia em que a sua filha, Leonor entrou no infantário.

Nesta época do ano, são vários os portugueses que se vêm na obrigação de se separar dos seus filhos para que eles possam integrar os infantários ou escolas e o tema foi abordado no ‘Programa da Cristina’ na SIC.

O vizinho, Cláudio Ramos, acabou por ter necessidade de falar e escrever sobre o assunto: a entrada da sua filha, Leonor no infantário.

“A minha Leonor teve o privilégio de ir mais tarde que muitos meninos porque as avós deram tempo do seu para lhe adobar a memória de afectos. Entrou no infantário em maio de 2007, tinha feito três anos. Fui eu que a fui levar no primeiro dia e buscar também”, começou por escrever o apresentador.

“Este é o registo do abraço da manhã e do olhar de novidade a meio da tarde”, escreve, referindo-se às duas fotografias que publicou.

E continuou: “Lembrei-me ontem desse dia. Sou capaz de sentir agora a força dos braços enrolados ao meu pescoço, o cheiro da água de colónia e o tempo que perdia sempre para meter aquele gancho… mas também a vontade dela continuar na sala a brincar quando apareci para a levar para casa. Acho que se nota na cara dela”, completou.

Depois de recordar todas as peripécias da filha, o apresentador rematou: “Se tivermos atenção, somos todos feitos de momentos de sorte como este, que na altura podemos nem valorizar ou agradecer, mas que são eles que ajudam a desenhar a linha da memória feliz com que crescem os nossos. Os nossos! Aqueles que queremos sempre felizes”, terminou por escrever.

Veja a publicação aqui.

View this post on Instagram

… Ontem no Programa da Cristina falávamos da arrelia de levar os filhos ao infantário pela primeira vez. A minha Leonor teve o privilégio de ir mais tarde que muitos meninos porque as avós deram tempo do seu tempo para lhe adubar a memória de afectos. Entrou no infantário em Maio de 2007, tinha feito três anos. Fui eu que a levei no primeiro dia e fui eu que a fui buscar também. Este, é o registo do abraço da manhã e do olhar de novidade a meio da tarde. Lembrei-me ontem deste dia. Sou capaz de sentir agora a força dos braços dela enrolados ao meu pescoço, o cheiro da água de colónia a que ela chamava ‘fume’ e o tempo que eu perdia sempre para lhe meter aquele gancho no cabelo. 😍 . Tudo no blog ⬆️ #euclaudio #claudioramos

A post shared by Claudio Ramos (@claudio_ramos) on

ATV News