SIC

Cláudio Ramos defende Cristina Ferreira após polémica entrevista a Maria das Dores

Instagram

Maria das Dores, a ‘socialite’ que foi presa em 2007 por ter mandado matar o marido, é o grande destaque da edição deste mês da revista Cristina. A entrevista gerou muita controvérsia, com vários internautas a referirem, por exemplo, que só em Portugal é que se dá tempo de antena a uma assassina. Cláudio Ramos saiu em defesa de Cristina Ferreira.

“Não gosto de Maria das Dores. Mas não é de hoje nem de há treze anos. Já não gostava. Quem sou eu para a julgar? Ninguém! Mandou matar o marido. Avalie quem quiser. Maria das Dores deu uma entrevista a Cristina Ferreira e Cristina fez a entrevista. Eu também a faria”, começou por escrever o ‘vizinho do lado’ no espaço de opinião que lhe está reservado na revista TV Mais.

Cláudio disse ainda que a ação da apresentadora foi de profissional. “O meu dever, enquanto profissional, é passar uma mensagem, tentar perceber e perguntar muitas coisas que todos queriam saber. Sentar-me à sua frente, fazer-lhe perguntas e ouvir as respostas não é torná-la um ser humano melhor nem pior. É ouvir. Depois de ler, mantenho a mesma ideia. Não gosto dela. Não a acho uma vítima”, concluiu.

ATV News