SIC

Casados! Graça e Zé Luís reencontram-se para comentarem a nova edição

Instagram

Graça e José Luís, participantes na primeira edição de ‘Casados à Primeira Vista’, estiveram esta manhã no programa da Cristina para comentar a nova edição do programa que está a ser transmitido.

O ex-casal, Graça e José Luís mostram-se muito cúmplices e amigos e à conversa com a apresentadora da SIC, aproveitam para comentar a seu ponto de vista relativos a todos os concorrentes atuais. Antes de iniciarem o ex-casal afirmou que se entende lindamente: “Nós sabemos bem como funcionamos porque eu conheço os limites do José Luís e ele os meus.” Relativamente aos atuais concorrentes o ex-casal, comentou o seguinte:

Lurdes e António

“Achei que ele ficou mais encantado que a Lurdes, mas foi sol de pouca dura, porque a Lurdes não teve a mesma reação em relação a António”, começou por dizer José Luís, alertando: “Tem que haver muito dialogo.”

Questiona se Lurdes tencionava imitar Graça, esta responde: “Não acho… mas numa coisa, ela não é igual a mim, então ela não pode que o senhor lhe toque, eu sou tátil.” E se lhe calhasse o António ao invés do José Luís, Lurdes afirma: “Não funcionava, porque ele não é aberto. E depois aquela história do chapéu, um homem não me dar um chapéu por 20 euros?”

Ana Raquel e Paulo

Graça disse: “‘Há uma atriz que dizia quando eu faço de boa eu sou muito boa, mas quando eu faço de má eu sou ainda melhor a fazer de má’, o que me parece que foi o caso.”, disse a ex-concorrente, continuando: “Ela foi muito honesta naquilo que disse. Se bem que para mim o Paulo é o ‘Senhor’ do programa.” Por sua vez José Luís, confirma: “Quando participei, criei expectativas e toda a gente cria, um ou dois perfis”, disse José Luís pensando ter sido isso que Ana Raquel fez quando falava “mas podia tê-lo feito de forma mais suave.”

Liliana e Pedro

“Aquilo foi uma paixão à primeira vista. Mas eu tenho uma teoria: uma mulher bonita e um homem bonito só servem para uma primeira vez. Porque depois as pessoas não são só a aparência física, tem várias camadas, são como uma cebola. A sexualidade e a parte física não o mais importante. É importante mas não sozinha. Há casais que tem muita química e vivem entre o céu e o inferno. Pode ser o caso!”, disse Graça sobre Liliana e Pedro.

Anabela e Lucas

“Inicialmente tiveram muita química, mas depois foi -se perdendo, mesmo na lua de mel que ainda é um estado de graça”, disse José Luís, não colocando muita esperança no casal.

Marta e Luís

“Aquilo é muito morninho. De ambas as partes era preciso haver ali mais intensidade”, comentou José Luís.

Inês e Hugo

“A Inês vestiu a pele da apaziguadora. E eu gostava muito do Hugo”, comentou Graça “Eu gosto assim deles gordinhos”. Por sua vez, José Luís, considera: “O problema é que ele foi cedendo ao que ela queria para a agradar. Mas isso depois não funciona.”

Tatiana e Bruno

“De 0 a 10 dou menos 1” disse Graça, enquanto José Luís acrescentou: “a atração é importante e depois há coisas que se podem trabalhar, mas pode não chegar lá.”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News