SIC

Casados à Primeira Vista. Conheça os concorrentes

O novo programa da SIC, Casados à Primeira Vista estreou este domingo, dia 21 de outubro. Apresentado por Diana Chaves, este formato questiona a forma como se procura o amor e investiga alguns métodos possíveis de encorajá-lo e sustentá-lo numa experiência de televisão completamente inovadora.

Pessoas solteiras cuidadosamente selecionadas – todas já tentaram tudo por tudo para encontrar o verdadeiro amor, sem sucesso – põe agora nas mãos deste formato o sonho de encontrar o amor das suas vidas.

Estes candidatos percorrem corajosamente um caminho muito diferente para encontrar o possível grande amor das suas vidas. Todos os candidatos são acompanhados por especialistas, do mundo do coaching e das ciências psicológicas e neurociências, e com a ajuda destes vão encontrar o par ideal.

Cada um dos candidatos casará com um estranho. Não se conhecem, mas têm muito em comum. Para essa descoberta, basta estarem disponíveis para embarcar numa verdadeira relação, e para isso contarão com a ajuda dos especialistas que acompanharão toda a construção da relação.

Durante aproximadamente dois meses, os recém-casados viverão juntos. No final desta experiência, cada casal terá de tomar uma decisão: ficar casado ou pedir o divórcio.

Conheça os concorrentes / casais

ELIANA

Tem 28 anos, é rececionista e vem das Caldas da Rainha. Sempre sonhou com um casamento de historias encantadas, mas ainda não encontrou o verdadeiro príncipe. Vive sozinha com os três gatos desde os 16 anos. A família mais próxima é o seu avô paterno, que a criou e o irmão que vive em Amesterdão.

Adora cantar e os amigos mais próximos dizem que é uma “lamechas”. Assume que é insegura e um pouco ciumenta. Não gosta de bad boys exibicionistas, quer um rapaz humilde e simpático.

DAVE

Tem 35 anos, nasceu na Alemanha mas veio com 6 anos para Portugal. Vive em Cascais com o irmão e divide o ano em duas partes: no verão dá aulas de surf e no inverno vai para os alpes dar aulas de ski. O desporto é a sua grande paixão mas já fez de tudo um pouco, uma vez que viveu uma grande temporada em Londres e trabalhou em tudo o que arranjava. Já viajou pelo mundo com a prancha de surf a tiracolo, e apesar dos muitos flirts ainda não encontrou a mulher ideal para casar. Acredita que é fácil sentir uma atração física, mas é muito difícil manter viva essa atração a longo prazo.

ANA

Tem 39 anos e vive em Odivelas com o filho de 3 anos Bernardo. Estudou Naturopatia e formou-se em Osteopatia. Gostava de ter sido Acupunctora mas trabalha como instrutora de Fitness em vários ginásios e gosta muito do que faz. Praticou ginástica acrobática e é bailarina “desde sempre”. Diz ser uma “mulher dos sete ofícios” porque também faz performances em artes circenses. Foi estudar para o Chapitô quando tinha 16 anos, aprendeu a trabalhar em cima de andas e a cuspir fogo. Acha que os homens ficam fascinados quando a conhecem, mas rapidamente se incomodam com a sua “forma de estar” descontraída.

HUGO

Tem 43 anos e é de Lisboa. Vive sozinho com dois cães e está numa fase de mudança e reorganização de toda a vida. Tem vindo a desfazer-se de alguns negócios que eram dos pais (como um restaurante) e atualmente é motorista de reboques: procura uma vida simples. Durante um ano viveu num templo budista e tem vivido um processo de autoconhecimento. Considera-se um homem muito romântico que adora preparar surpresas. A sua mulher de sonho tem mesmo de ser leal, ter auto estima e ser independente. Nunca perdoaria falta de honestidade, responsabilidade, objetivos e traições. “O meu maior sonho é ser feliz e ter o amor da minha vida.”

GRAÇA

Tem 55 anos, é do Porto e gere um hostel. Adora artes em geral e já escreveu um livro infantil. Não dispensa a sua prática de yoga e adora as coisas boas da vida.

Já foi casada e tem três filhos que a apoiam nesta nova fase da sua vida. Define-se como uma mulher cuidadora, romântica e carinhosa. Gosta de cozinhar e preparar a casa para receber amigos. Gosta de machos alfa, mas carinhosos e é indispensável que sejam muito cuidadosos com a sua higiene.

JOSÉ LUÍS

Tem 56 anos, vem do Porto e vende antiguidades. Vive com os pais e tem dois filhos. Já foi casado três vezes e a sua vida já deu muitas voltas perante a crise e algumas gestões danosas do seu património. É um homem que cuida muito bem da sua imagem e pratica bastante desporto. Nesta fase da vida, a mulher ideal tem de o compreender, ser meiga, bem-humorada e inteligente. Embora aprecie mulheres com boa apresentação geral, conta que a beleza já não é tão importante valorizando mais a seriedade, frontalidade e higiene.

ANA

Tem 39 anos e vive em Odivelas com o filho de 3 anos. Estudou Naturopatia e formou-se em Osteopatia. Gostava de ter sido Acupunctora mas trabalha como instrutora de Fitness em vários ginásios e gosta muito do que faz. Praticou ginástica acrobática e é bailarina “desde sempre”. Diz ser uma “mulher dos sete ofícios” porque também faz performances em artes circenses. Foi estudar para o Chapitô quando tinha 16 anos, aprendeu a trabalhar em cima de andas e a cuspir fogo. Acha que os homens ficam fascinados quando a conhecem, mas rapidamente se incomodam com a sua “forma de estar” descontraída.

HUGO

Tem 43 anos e é de Lisboa. Vive sozinho com dois cães e está numa fase de mudança e reorganização de toda a vida. Tem vindo a desfazer-se de alguns negócios que eram dos pais (como um restaurante) e atualmente é motorista de reboques: procura uma vida simples. Durante um ano viveu num templo budista e tem vivido um processo de autoconhecimento. Considera-se um homem muito romântico que adora preparar surpresas. A sua mulher de sonho tem mesmo de ser leal, ter auto estima e ser independente. Nunca perdoaria falta de honestidade, responsabilidade, objetivos e traições. “O meu maior sonho é ser feliz e ter o amor da minha vida.”

JOÃO

Tem 33 anos, é arquiteto e vem de Coimbra. Ambicioso e muito empreendedor, abriu empresa em 2015 porque queria ser patrão de si próprio como designer e arquiteto. Filho de pais separados desde que nasceu, acabou por ser criado pelos avós paternos. Atualmente, vive com a avó para não a deixar sozinha. João é muito determinado e completamente focado no seu trabalho e na sua paixão – o automobilismo. As relações têm ficado para trás, mas acredita que agora está na altura de encontrar o verdadeiro amor.

SÓNIA

Tem 33 anos, é formadora e vem de Santarém. Em 2012 abriu empresa com marido relacionada à estética. Quando se divorciou, a Sónia ficou com a empresa, no entanto, vendeu-a em 2016. Foi nessa altura que decidiu pôr a mochila às costas e passar uns tempos a viajar sozinha. Esteve fora de Portugal durante 1 ano e meio. Foi no Qatar que conheceu um muçulmano indiano, Ali, por quem se apaixonou. No entanto a relação não pode evoluir: ele vai ter de casar com uma mulher (escolhida pela família) “vou fazer o mesmo que ele: casar com uma pessoa que não conheço.” Agora está focada na experiência e em voltar a construir a sua empresa.

DANIEL

Tem 35 anos, vive nas Caldas da Rainha, está a criar a própria empresa de publicidade e revitalização do comércio local em cidades mais pequenas. Tem 1 filho, de 5 anos, e está solteiro há 1 ano. Começou a vida profissional por se formar em arquitetura mas a paixão pelo desporto fê-lo ser instrutor de fitness em vários ginásios. Depois da última separação decidiu recomeçar a vida pessoal e profissional e quis formar o seu negócio. A família é grande. Os pais, a irmã mais velha, os primos e tios vivem nas Caldas da Rainha. Quis inscrever-se porque quer muito voltar a apaixonar-se outra vez. Diz ser amigo, honesto, misterioso para seduzir, empreendedor e que gosta de uma vida calma mas com alguma adrenalina.

DANIELA

Tem 35 anos e vive com os 2 filhos – de 12 anos e 7 anos- em Setúbal. É professora de yoga, pratica paddle, mergulho, caminhadas. Tem carta de patrão local. Formou-se na Associação Europeia de Terapias Orientais e atualmente é instrutora de Ioga e trabalha com cristais e energias. Está a desenvolveu um blog de viagens com referência a locais de meditação, conexão e desenvolvimento espiritual. Diz que adaptou a sua paixão pessoal pelas as energias a um negócio e espera sair-se bem. Tem conhecido homens interessantes, mas como a sua “vibração é de mulher aventureira e divertida” atrai muitos solteiros. Mas quando percebem que tem filhos assustam-se e percebem que não querem desenvolver para uma relação.

LÍDIA

Tem 44 anos e vive em Massamá com o filho, o seu grande apoio nesta aventura. Frequentou o curso de direito e tem trabalhado em várias áreas, mas o que mais gostava de fazer era ter um negócio na área da decoração. O amor entrou cedo no seu coração. Foi no liceu que conheceu o homem com quem viria a casar aos 27 anos e o pai do filho Gonçalo, hoje com 18 anos. Foram muito felizes mas várias complicações de saúde acabaram por apaziguar o enamoramento entre os dois. São agora bons amigos. Lídia quer voltar a sentir o arrebatamento de uma grande paixão.

FRANCISCO

Tem 52 anos, é antiquário e vem do Monte do Estoril. Acha-se lutador e empenhado, um excelente vendedor e comercial. Quando tinha 18 anos, ia buscar coisas a Ceuta e trazia-as para as amigas da mãe venderem por si e fazia bom dinheiro com isso. Trabalhou no ramo automóvel e em publicidade. É ex-fuzileiro e jogava futebol federado pelo Sacavenense. Todos os dias faz desporto, corre, pratica ginásio e body pump. Está divorciado há 6 e tem três filhos (com 22, 21, e 15 anos) Acha-se frontal e conta que “diz o que pensa e não pensa no que diz”.É romântico e gosta de andar de mão dada sem medo de dar carinho em público.

7
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Luis da zestevesSoniaCarla piresLígiaBruna Rocha Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Patricia
Visitante
Patricia

Acho muito mal este programa e puro preconceituosos so heterssexuais se casam???? Este programa so dedicado ditos heterssexuais ??? E as pessoas do mesmo sexo tambem gostariam de casar primeira vista ate pk da pelo civil avho errado nao haver para pessoas do mesmo sexo casar ate pk tambem teem seus azares nao conseguem encontrar sua cara metade palavra amor so existe significado seja qual for sua opção sexual

Kira19
Visitante
Kira19

Mas já pensou que para haver casais homossexuais tem de haver candidatos homossexuais, depois de haver candidatos tem de cumprir com os desejos mínimos um do outro, se é o programa é preconceito não sei mas q a senhora Patricia não está a fazer o raciocínio incorreto, isso a maior verdade, pense antes de dar opinião evita estas situações

Bruna Rocha
Visitante
Bruna Rocha

Boa noite. Venho demonstrar um pouco o meu desagrado. Pois em quase uma semana ve-se sempre o mesmo. Porque não dá um casamento todos os dias. Torna se degradante ver sempre o mesmo.
Cumprimentos.

Lígia
Visitante
Lígia

Boa noite. Realmente ver sempre o mesmo cansa. Fico ansiosa para ver o programa mas tar sempre a ver repetido.
Assim vão perder audiências
Pelo menos eu deixo de ver, mas como eu talvez muita gente o fará.
Gosto muito da Diana Chaves.
No mesmodia 3 vezes a mesma coisa, fora repetir o que ja vimos no dia anterior
Em 45 mts vemos 15 mts de episódio novo….
Cansa
Por favor

Carla pires
Visitante
Carla pires

Lamento mas este programa como está nao vai longe, durante uma semana sempre o mesmo, ao menos viam o programa original e aprendiam qualquer coisa, tantos pormenores sem lógica que mostram até cansa, a sério tenho visto o formato original e em nada tem a ver, já passou uma semana e nem a lua de mel chegaram pelo andar da carruagem o programa só acaba em Dezembro de 2019
É lamentável

Sonia
Visitante
Sonia

Qt ao casal Sónia e Bruno,.tenho pena pelo bruno.parece ser uma pessoa fantástica com grandes valores.
Qt à Sónia, penso que esta relação nao funcionará ainda bem p.o bruno, merece melhor.
A Sónia tem ainda problemas por resolver, no que diz respeito ao ex marido. É um assunto que.ainda nao.sarou no coração da Sónia.
Enquanto isso.ela não poderá avancar.

Luis da zesteves
Visitante
Luis da zesteves

Sim tem razão para que repetir sempre a mesma coisa?acho que não se justifica

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close