SIC TVI

‘Capazes’ e Fernanda Freitas apelam ao boicote dos novos programas da SIC e TVI

A escolha de programas para as noites de domingos da SIC e da TVI foi vista por muitos como machista e sexista. Depois da estreia de Quem Quer Namorar Com o Agricultor?, da SIC, e Quem Quer Casar Com o Meu Filho?, da TVI, foram vários os comentários de revolta partilhados nas redes sociais.

Defensoras da igualdade de género, a Associação Feminista Capazes considera que a emissão de programas deste género significa “recuar ao passado”. “Dois dias depois de assinalarmos com estrondo o Dia Internacional das Mulheres e a importância da luta pela Igualdade, a TVI e a SIC apresentam dois formatos absolutamente degradantes para as mulheres. Programas em que as mulheres são postas a competir pelo macho Alfa e pelo seu dote, sujeitando-se às maiores humilhações e fazendo-nos, a todas e todos, recuar ao século passado. O machismo e o sexismo em todo o seu esplendor. Vergonha!”, lê-se na página oficial da Capazes no Facebook. A Associação Feminista incentiva ainda os seus seguidores a boicotarem os serões de domingo da SIC e TVI.

Também Fernanda Freitas se juntou ao coro de críticas aos programas da SIC e TVI e deixou nas suas redes sociais a sua opinião. “Dois dias depois do 8 de março, aparecem dois programas em simultâneo, em horário ‘nobre’ com réplicas do que toda a sociedade se propôs a combater há dois dias: ideias retrógradas com mulheres a exporem-se, no que parece ser um leilão de gado, ou perante questionários tipificados e retirados da Crónica Feminina da futura sogra”, começa por escrever Fernanda Freitas. E acrescenta: “Para os que vierem dizer que as mulheres não foram obrigadas a ir ao programa, eu sei. Têm liberdade para fazer mas é o que ainda me enerva mais. Querem mesmo mudar mentalidades? Não pactuem com isto. Façam greve e desliguem os televisores”, terminou a jornalista. O ator Jorge Corrula concorda com Fernanda Freitas e até partilhou a publicação da jornalista.

As críticas não se ficam só pela página oficial da Capazes ou pelo Instagram de Fernanda Freitas. Também no Twitter, a estreia dos programas é um dos assuntos do dia.

“Quando é que a SIC e a TVI mudam o nome para Tinder TV?”, “num país em que é extremamente urgente mudar as mentalidades, há programas destes em que parece que estamos no século passado e as mulheres são objeto de escolha”, apontam alguns utilizadores do Twitter.

“Na semana em que se exaltou o papel da mulher surge um programa onde existem muitas  mulheres e os homens têm de escolher”, “sou a única que acho que estes programas são machistas?” e “de um lado (TVI) temos: gordofobia, racismo, machismo e tudo o que possa existir de preconceito por parte das mães. Do outro (SIC) temos: o homem escolhe e descarta mulheres como quem muda de cueca”, pode ler-se ainda.

ATV News