fbpx
SIC Cristina Ferreira TVI

Braço de ferro entre Cristina Ferreira e a SIC! Público reage à “guerra” de bastidores

Cristina Ferreira, Daniel Oliveira, Sic, Mundo Da Televisão
Instagram

A SIC pediu 20 milhões de euros de indemnização. Cristina Ferreira já deu a resposta e afirma, até, que afinal é o canal que lhe deve 222 mil euros. Ainda no mesmo dia, a estação de Paço de Arcos defendeu-se através de comunicado.

Foi na tarde desta quinta-feira que surgiram novos desenvolvimentos na guerra entre a SIC e Cristina Ferreira, iniciada em julho, quando a apresentadora rompeu precocemente o contrato que a ligava à estação televisiva. A nova diretora de Entretenimento e Ficção da TVI defendeu-se e apresentou um documento, com mais de 130 pontos, no qual procura colocar a razão do seu próprio lado (leia aqui).

Cristina Ferreira contra-atacou e acusou a SIC, também, de lhe dever mais de 222 mil euros em faturas referentes a comissões de publicidade e outros serviços que, no seu entender, não terão sido liquidadas.

No mesmo dia em que surgiu esta notícia, o canal da família Balsemão emitiu um comunicado que foi publicado, até, nas redes sociais. Nele, é referido que Cristina Ferreira não apresentou “provas concretas e reais” sobre o que alega, que a SIC cumpriu tudo o que existia no contrato entre ambas as partes e que o canal mantém-se confiante no “sistema judicial“.

Entretanto, o público também já reagiu. No Instagram, na caixa de comentários do comunicado, a maioria dos internautas mostraram-se ao lado da SIC. Contudo, houve também quem tivesse apontado o dedo à estação de televisão.

Como se as vossas guerras interessassem aos espectadores… Lavem a roupa suja nos locais apropriados e deixem-se disso” ou “Que vergonhosa a vossa campanha contra a Cristina. É vergonhoso falar em rescisão ilícita… Todos nós temos o direito de rescindir contrato seja com quem for. Já por isso é que vivemos em democracia” são alguns exemplos.

Recorde aqui o comunicado da SIC:

A SIC foi notificada esta semana da contestação apresentada por Cristina Ferreira, no âmbito do processo que aquela intentou na sequência da cessação ilícita do contrato que a vinculava à SIC até 30 de novembro de 2022.

A SIC desde já dá nota de que não pretende discutir publicamente questões que estão concretamente submetidas à apreciação do Tribunal. Não obstante, face às notícias hoje publicadas, e tendo em vista a defesa da imagem e reputação da SIC – que aquelas pretendem pôr em causa –, cumpre esclarecer as seguintes questões:

– A pretensão da SIC assenta estritamente em factos objetivos e todos os factos apresentados foram acompanhados por provas robustas e maioritariamente documentais, pelo que se estranha que Cristina Ferreira acuse a SIC de “factos falsos” e “factos mistos de verdadeiros e falsos” com base no diz-que-disse e sem apresentar provas concretas e reais.

– A SIC repudia a ocorrência de qualquer incumprimento da sua parte, nomeadamente que Cristina Ferreira não tenha desempenhado efetivamente as funções de consultora executiva na área do Entretenimento, reiterando o integral cumprimento dos contratos celebrados entre as partes.

– Por fim, a SIC rejeita e manifesta a sua surpresa face às alegações de aproveitamento, seja por que meio for, da intimidade da vida privada de Cristina Ferreira, alegações que não deixam de ser contraditórias, considerando que a mesma era a principal responsável por “O Programa da Cristina”, agindo, no exercício dessas funções, com extrema liberdade, pelo que lhe é objetiva e exclusivamente imputável a partilha de quaisquer informações do foro íntimo ou privado.

No mais, a SIC mantém a convicção das pretensões por si formuladas em sede própria, reiterando a sua confiança no sistema judicial e na obtenção da boa decisão da causa“.

Leia também: Ljubomir Stanisic com megaestúdio no novo programa da SIC. Os pormenores do investimento milionário

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News