SIC TVI

Bárbara Guimarães refugia-se e não reage ao telefonema do filho

A reportagem da TVI sobre o caso de violência doméstica de Manuel Maria Carrilho sobre os seus filhos e a ex-mulher continua a dar que falar, no entanto, quem não o quer fazer é a própria apresentadora, apesar de ter assistido a toda a reportagem, tal como avança a revista Maria.

O assessor da apresentadora da SIC garante que “Bárbara Guimarães nunca fez, nem fará comentários sobre este caso para proteger os filhos. É esse o objetivo dela. Esse telefonema só mostra a instrumentalização dos filhos”.

Triste, mas com força é o que adianta uma fonte próxima da apresentadora sobre a polémica reportagem da TVI.

Sobre o telefonema de Dinis Maria para o programa de debate que se seguiu à exibição da reportagem, é deixada a dúvida sobre quem terá autorizado o contacto, uma vez que por ser menor necessita de autorização expressa dos pais.

A fazer tratamentos oncológicos para ultrapassar o cancro da mama que lhe foi diagnosticado em 2018, o assessor disse à revista Maria que a apresentadora está com força e concentrada na sua recuperação, escusando-se a comentar o teor da chamada de Dinis.

Recorde-se que durante o debate na TVI24, Manuel Maria Carrilho estava a responder à jornalista Ana Leal tendo, do nada, passado a chamada a Dinis Maria, o filho do casal que está à guarda do pai.

Aliás, o processo de regulação paternal pode ser agora reaberto por Bárbara Guimarães, tal como avança o suplemento Vidas do Correio da Manhã, sendo necessário, para tal, a apresentadora fazer prova da suposta agressão, entretanto negada pelo menor, filho do casal, que disse ao telefone na TVI24 “O que está escrito no auto não foi o que eu disse à PSP”.

ATV News