fbpx
SIC

Após marcha LGBT+, Pedro Crispim deixa desabafo: “Não consegui parar de sorrir com orgulho…”

Pedro Crispim
Instagram

Pedro Crispim falou da importância das milhares de pessoas que saíram à rua para participar na Marcha do Orgulho, que se realizou em Lisboa.

As ruas de Lisboa encheram-se este sábado, dia 18 de junho, com milhares de pessoas que ‘gritaram’ pela igualdade na Marcha do Orgulho. Pedro Crispim não se mostrou indiferente e acabou por revelar o ‘sentimento’ ao passar pelo movimento LGBT+.

Nas redes sociais, o modelo e comentador do “Passadeira Vermelha” começou por escrever: “Hoje ao passar a caminho de uma reunião no Chiado, senti uma adrenalina enorme com o movimento nas ruas. Abri as janelas do carro para sentir a vibração de força que se fazia sentir. O coração ficou acelerado com a energia de união e empoderamento que estava no ar”.

“Ao olhar para as ruas rasgadas de cor e brilho, cheias de música que serviam de banda sonora a uma narrativa de amor, que juntava tanta gente feliz, que brindava a uma matriz de liberdade e abraçava um futuro que se pretende breve, no qual possa existir a tão desejada igualdade”, acrescentou stylish.

Por fim, deixou um agradecimento às milhares de pessoas que saíram à rua. “Confesso que não consegui parar de sorrir com orgulho! Esse tal orgulho, de que tanto se fala, muito se discute, numa realidade com tanto ainda por fazer! Só me resta dizer obrigado 🙏”, terminou.

Ora veja:

Leia também: Liliana Campos defende Pedro Crispim após ‘polémica’ com Helena Laureano: “Só quem não te conhece…”

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Eu fico parvo, agora o carro é o armário? Devia era estar lá a marchar pelos seus direitos, ativistas da treta.

ATV News

<>