fbpx
SIC

Andreia Rodrigues partilha reflexão sobre criação de cães de raça: “Menos julgamentos”

Andreia Rodrigues

Andreia Rodrigues partilhou um longo desabafo nas redes sociais onde reflete sobre as críticas que são feitas a quem faz criação de cães raças.

Andreia Rodrigues começou por reforçar que é contra “fábrica de animais”, mas aplaude quem os ama. “Aproveito este post para fazer um desabafo…não sou contra raças, nem a favor delas, sou contra fábricas de animais e a favor de quem os ama! Um dia destes falaremos sobre o amor e empatia que falta….quando se apregoa o amor pelos animais não podemos ver as coisas apenas em duas dimensões!”, começou por escrever no Instagram.

A apresentadora da SIC referiu que tem amigos que são criadores e respeitam os animais, inclusive um até é vegetariano. “Não é extremismo que vai salvar o planeta é o equilibro!“, acrescentou Andreia Rodrigues, pedindo aos seguidores menos julgamentos.

Texto na íntegra de Andreia Rodrigues:

Um animal ensina-nos muito sobre o amor, a vida, sobre nós, lembra-nos do que é realmente importante! Aproveito este post para fazer um desabafo…não sou contra raças, nem a favor delas, sou contra fábricas de animais e a favor de quem os ama! Um dia destes falaremos sobre o amor e empatia que falta….quando se apregoa o amor pelos animais não podemos ver as coisas apenas em duas dimensões!

Como sabem defendo instituições e espaços de abrigo, ajudo de várias formas e sinto que já “adoptei” muitos de várias formas, já resgatei animais, fiz questão de os recuperar a todos os níveis, assumindo custos de treino, recuperação emocional, veterinário e procurar o melhor para eles…mas também tenho dois amigos que são criadores, conscientes, que respeitam os animais e o seu bem estar, um deles vegetariano, que defende os animais e luta contra maus tratos.

Ambos amam os seus animais, como filhos…vivem em casa com eles e não imaginam a vida de outra forma! Não é extremismo que vai salvar o planeta é o equilibro! Será melhor quem adopta mas todos os dias come carne e contribui para uma indústria de massa, violenta? Ou será melhor quem cria com amor, respeitando os animais e é vegetariano? É melhor quem divulga o trabalho de uma associação ou trabalha nela e com isso salva dezenas de animais mas não quer adoptar, seja por que razão for? Ou é melhor quem adopta um animal, mas nunca ajudou outros?

Parece radical…e é, por isso na minha opinião é errado só vermos as coisas a duas cores ou duas dimensões! O bem e o mal existem…tudo o que signifique mau trato, fábricas de animais, onde não há amor e os animais são vistos como coisas que geram dinheiro, onde aqueles animais são tratados como máquinas de reprodução, sem respeito, sem carinho, na maior parte das vezes com mau trato diário, gerando muitas vezes animais doentes tem de acabar, não podemos alimentar isto, temos de ser conscientes, mas não se pode por tudo no mesmo saco, as leis deviam ser rígidas nesse sentido, principalmente quando é óbvio!

Ter animais, em associações, em boxes mínimas, de onde muitos não saem até enlouquecer será o melhor? Não haverá outra solução? Mais amor…

Menos julgamentos! A perfeição não existe…podemos tentar chegar lá, mas o equilíbrio será sempre o melhor! Questionarmos as coisas, tentarmos ver todas as perspectivas, ouvir e tentar entender…gosto de ser ativista dos valores que considero certos, não acho que os fundamentalismos nos levem a bom porto! Defendo que todos os animais merecem que se respeitem as suas essências, os seus espaços, a sua integridade, que seja tratados com amor e respeito!

Um vegano não é melhor pessoa que um carnívoro…acreditem que conheço vegano e carnívoros incríveis e o contrário também! De que adianta a alguém ser bom para animais e não o ser para os humanos? Será correto? Sou contra touradas mas não desejo mal a ninguém, a minha questão é com a proteção dos animais! Os cães ganham um conflito quando o evitam…quando conseguem sair dele sem nenhum se magoar!

Numa luta há sempre perdas e danos…eu quero fazer o bem, tenho os meus ideais, longe de ser perfeita, mas acredito que se queremos respeito temos de respeitar, acredito que o amor e a empatia são as ferramentas certas para trilhar este caminho, punindo e criando leis que punam quem não respeita os valores fundamentais da vida, quem mal trata humanos e animais…não podemos exigir o que não damos! Perdoem-me o texto longo e tanto haveria para falar…porque as coisas não são apenas aquilo…mas hoje, depois de uma partilha que fizeram comigo senti necessidade deste desabafo!

View this post on Instagram

Um animal ensina-nos muito sobre o amor, a vida, sobre nós, lembra-nós do que é realmente importante! Aproveito este post para fazer um desabafo…não sou contra raças, nem a favor delas, sou contra fábricas de animais e a favor de quem os ama! Um dia destes falaremos sobre o amor e empatia que falta….quando se apregoa o amor pelos animais não podemos ver as coisas apenas em duas dimensões! Como sabem defendo instituições e espaços de abrigo, ajudo de várias formas e sinto que já “adoptei” muitos de várias formas, já resgatei animais, fiz questão de os recuperar a todos os níveis, assumindo custos de treino, recuperação emocional, veterinário e procurar o melhor para eles…mas também tenho dois amigos que são criadores, conscientes, que respeitam os animais e o seu bem estar, um deles vegetariano, que defende os animais e luta contra maus tratos. Ambos amam os seus animais, como filhos…vivem em casa com eles e não imaginam a vida de outra forma! Não é extremismo que vai salvar o planeta é o equilibro! Será melhor quem adopta mas todos os dias come carne e contribui para uma indústria de massa, violenta? Ou será melhor quem cria com amor, respeitando os animais e é vegetariano? É melhor quem divulga o trabalho de uma associação ou trabalha nela e com isso salva dezenas de animais mas não quer adoptar, seja por que razão for? Ou é melhor quem adopta um animal, mas nunca ajudou outros? Parece radical…e é, por isso na minha opinião é errado só vermos as coisas a duas cores ou duas dimensões! O bem e o mal existem…tudo o que signifique mau trato, fábricas de animais, onde não há amor e os animais são vistos como coisas que geram dinheiro, onde aqueles animais são tratados como máquinas de reprodução, sem respeito, sem carinho, na maior parte das vezes com mau trato diário, gerando muitas vezes animais doentes tem de acabar, não podemos alimentar isto, temos de ser conscientes, mas não se pode por tudo no mesmo saco, as leis deviam ser rígidas nesse sentido, principalmente quando é óbvio! Ter animais, em associações, em boxes mínimas, de onde muitos não saem até enlouquecer será o melhor? Não haverá outra solução? Mais amor…(continua nos comentários)

A post shared by Andreia Rodrigues (@andreiarodriguesoficial) on

Leia também: Que boneco! Carolina Deslandes mostra primeira vez do filho no cabeleireiro e derrete fãs

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News