fbpx
Cabo SIC

Adriano Silva Martins fala sobre processo de Luciana Abreu contra Daniel Souza: “Não foi condenado”

Adriano Silva Martins, Luciana Abreu, Daniel Souza
Instagram

Adriano Silva Martins esclareceu os novos detalhes do processo de Luciana Abreu no ‘Manhã CM’.

O processo que Luciana Abreu moveu contra o ex-marido voltou a ser tema de conversa no ‘Manhã CM’. Gonçalo Quinaz começou por explicar o que terá motivado a ausência de Daniel Souza na audiência de quinta-feira, 24 de março, na qual estava prevista a leitura de sentença.

Não compareceu e deixou o juiz à beira de um ataque de nervos, não gostou da falta de comparência dele. O advogado diz que a falta de comparência se deveu porque ele, como sabem, é guia turístico e está com turistas em Itália. O juiz não gostou, achou que a justificação ou a desculpa não era credível o suficiente para comparecer em tribunal e foi adiado“, afirmou.

Adriano Silva Martins confirmou esta informação e revelou novos detalhes do processo, que lhe foram confirmados por Rui Bacelar, advogado de Daniel Souza: “Ele confirmou-me efetivamente que o Daniel teve de ir para a Itália, a audiência será finalmente no dia 6 de abril, e quis-me emendar aqui algumas coisas que na imprensa se tem dito nos últimos tempos em relação a este processo“.

Toda a imprensa está a dizer que o Daniel Souza já foi condenado por violência doméstica. É falso! Não foi condenado e ontem era a leitura dessa sentença. Então ele não pode estar condenado quando ontem era a leitura da sentença“, referiu o jornalista, que explicou ainda que o advogado e o ex-marido de Luciana Abreu têm um “pacto de silêncio”.

Nunca quiseram intoxicar a imprensa com coisas que iriam passando durante o processo, ao contrário da outra parte, que foi filtrando todo o tipo de notícias“, afirmou.

Em jeito de conclusão, Adriano Silva Martins esclareceu outro ponto do processo de Luciana Abreu que terá sido mal-interpretado: “O Daniel Souza não foi condenado a pagar qualquer tipo de compensação económica pelas duas filhas. Houve um acordo em tribunal em que ele pagava 460 euros em total por cada filha. Nesse mesmo acordo, o Daniel teria a obrigação de estar com as filhas de 15 em 15 dias“.

Já que o Daniel está a viver no Equador, isso não é possível, mas comprometeram-se a fazer chamadas telefónicas via FaceTime para que o Daniel pudesse, pelo menos, ter conversas com as filhas. Esse contacto, desde há dois anos, é nulo, o Daniel não vê as suas filhas nem por telefone desde há dois anos“, terminou.

Leia também: Ex-marido de Luciana Abreu falha leitura de sentença em tribunal

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>