Rumo a Lisboa

Rumo a Lisboa | ESC18 (1)

Rumo a Lisboa é a nova rubrica do A Televisão dedicada à edição deste ano do Festival Eurovisão da Canção, a primeira que Portugal tem a incumbência de anfitriar. Durante três semanas, será aqui revelado, aos domingos, o perfil dos representantes dos 43 países a concurso.

Na semana de arranque, o destaque vai para os representantes dos 19 países a concurso na 1.ª semifinal, a acontecer no dia 8 de maio. Ei-los: Albânia, Arménia, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Bielorrússia, Bulgária, Chipre, Croácia, Estónia, Finlândia, Grécia, Irlanda, Islândia, Israel, Lituânia, Macedónia, República Checa e Suíça.

ALBÂNIA

Eugent Bushpepa – Mall 

Tem 33 anos. Começou a cantar com apenas seis. A sua carreira musical tem início em 2006: começa a atuar ao vivo em espaços noturnos e pubs e torna-se cantor residente no programa Top Show do canal comercial Top Channel. Logo nesse ano, ganhou vários prémios no Top Fest, uma competição musical organizada pelo albanês Top Channel. Para além de atuar no formato televisivo, ele e a sua banda apoiaram alguns outros grupos, como Overkill em 2014, nas suas digressões. Em dezembro do passado ano, Bushpepa foi escolhido por um júri profissional para representar o país na Eurovisão, com um tema interpretado e composto por si.

ARMÉNIA

Sevak Khanagyan – Qami 

Nasceu na Arménia, em 1987 (30 anos). Começou a compor música aos sete anos, quando entrou para uma escola especializada. Frequentou o ensino superior na Moscow State Classical Academy, ao mesmo tempo que fazia parte de diversas bandas. O reconhecimento chegou em 2016, ao vencer o programa X-Factor Ukraine, a que se seguiu uma digressão pela Rússia, Ucrânia e Arménia. Em fevereiro deste ano, reuniu a preferência do júri e do público na apuração nacional Depi Evratesil, ganhando o direito de representar o país no Eurofestival.

ÁUSTRIA

César Sampson – Nobody But You

Aos 34 anos, César Sampson não é um desconhecido no mundo da música. Com 17 anos participou numa digressão mundial como vocalista das bandas alternativas mais conhecidas do país (Kruder & Dorfmeister, Sofa Surfers, Louie Austen). Desde essa aventura, tem trabalhado como compositor, escritor e produtor musical dos mais variados géneros. Em 2016 e 2017 fez parte da atuação da Bulgária no Eurofestival. No final do passado ano, a televisão pública austríaca revelou-o como o representante nacional no Festival Eurovisão de 2018.

AZERBAIJÃO

Aisel – X My Heart 

Tem 28 anos, nasceu numa família de músicos e frequentou o Conservatório do Azerbaijão, em Baku. Já deu concertos não só no seu país natal, como também na Rússia, Geórgia, Turquia, Ucrânia, Israel, Suíça, Países Baixos e Itália. Os portugueses Hugo Baptista, Rui Andrade, Salomé Caldeira e Sandra d’Andrade integrarão o coro da representante azerbaijana em Lisboa.

BÉLGICA

Sennek – A Matter of Time 

Laura Groeseneken nasceu em Leuven, Bélgica, em 1990 (28 anos), adotando o nome artístico de Sennek. Desde 2014 que mantém uma parceria com Ozark Henry, com quem tem partilhado os palcos de alguns dos maiores festivais de música do país. Atualmente, está a trabalhar numa carreira a solo, escrevendo as suas próprias letras. Ao mesmo tempo, trabalha como designer de loja para uma das maiores marcas de mobiliário internacionais.

BIELORRÚSSIA

ALEKSEEV – Forever 

ALEKSEEV (nome artístico de Nikita Alekseev) nasceu em Kiev em 1993 (24 anos). Nas suas atuações espera que os ouvintes se abram às suas emoções e sentimentos. A escolha do artista como representante do país na Eurovisão resultou da decisão do júri e do público, através do televoto.

BULGÁRIA

EQUINOX – Bones 

EQUINOX é um grupo de cinco elementos que se juntaram propositadamente para o Festival Eurovisão da Canção 2018. Zhana Bergendorff, que foi a vencedora da segunda temporada do X Factor da Bulgária em 2013, tornou-se uma das artistas mais bem‑sucedidas e controversas do país. Cantor, compositor, ator e vocalista, Vlado Mihailov fez parte do coro de Kristian Kostov na edição passada do evento, em Kiev. Georgi Simeonov é cantor, letrista e produtor. Artista desde criança, o americano Johnny Manuel realizou aberturas de espetáculos da boys band ‘N Sync. Trey Campbell é um dos responsáveis pela letra de Bones, o tema com que o grupo atuará em Lisboa.

CHIPRE

Eleni Foureira – Fuego

Eleni Foureira nasceu em 1987 (31 anos) na Albânia. Lançado em 2010, o álbum Queen of Pop marcou o início da sua carreira. Com ele conquistou o sucesso na Grécia e no Chipre. A artista marcou presença, como jurada, na versão grega de Achas Que Sabes Dançar?, fez uma tour nos Balcãs e trabalhou na indústria da moda.

CROÁCIA

Franka – Crazy

Franka é uma cantora e compositora croata nascida em 1992 (25 anos). Estudou música e escrita de canções na Berklee College of Music em Boston e atualmente estuda Direito na Universidade de Zagreb. Para além de cantar, tem uma paixão por viagens e línguas estrangeiras. A vitória no concurso de talentos Showtime em 2007 marcou o início da sua carreira musical. Concorreu na apuração nacional para a Eurovisão em 2009 e 2010, tendo sido selecionada internamente pela emissora pública HRT este ano.

ESTÓNIA

Elina Nechayeva – La Forza

Elina Nechayeva nasceu em 1991 (26 anos). Estudou música clássica na Estonian Academy of Music and Theatre, onde em 2016 completou a sua formação. Fala fluentemente estoniano, russo, inglês, francês e italiano. A sua música transmite a mensagem de que o amor tem o poder de nos curar e tornar maiores.

Finlândia

Saara Aalto – Monsters

Nascida em 1987 (31 anos), Saara Aalto é uma das artistas de maior reconhecimento na Finlândia. Ficou em segundo lugar nos programas de talentos The Voice e Got Talent e deu voz à Princesa Anna na versão finlandesa do filme de animação Frozen. Atingiu a visibilidade mundial com a participação na edição de 2016 do X Factor UK, no qual obteve o segundo lugar. Já tinha participado na apuração nacional para a Eurovisão em 2011 e em 2016, tendo obtido o segundo lugar. Este ano a emissora pública finlandesa Yle selecionou‑a internamente para representar o país em Lisboa.

GRÉCIA

Yianna Terzi – Oneiro Mou

 

Yianna Terzi (38 anos) começou a sua carreira a solo em 2005. Lançou até ao momento dois álbuns, um em 2006 e outro em 2008. Em 2012, lançou o seu primeiro single em inglês, intitulado Love Is Your Name.

IRLANDA

Ryan O’Shaughnessy – Together

Ryan O’Shaughnessy nasceu em 1992 (25 anos). Interpretou Mark Halpin na telenovela da RTÉ Fair City durante quase uma década. As suas primeiras canções foram escritas em 2012, precisamente o mesmo ano em que tentou a sua sorte nos formatos The Voice of Ireland e Britain’s Got Talent, tendo conquistado o 5.º lugar na final deste último. Ainda em 2012, assinou um contrato discográfico com a Sonic Music UK e lançou um EP que alcançou o 1.º lugar na tabela de músicas da Irlanda e a 9.ª posição no Reino Unido.

ISLÂNDIA

Ari Ólafsson – Our Choice

Ari Ólafsson nasceu em 1998 (19 anos). Em 2015, participou no The Voice of Iceland. O jovem já não é estreante nestas aventuras eurovisivas: no passado ano fez parte do coro da representante nacional na Eurovisão, que se realizou em Kiev, na Ucrânia. Recentemente foi admitido na Royal Academy of Music in London com uma bolsa completa, onde irá continuar os seus estudos de canto no outono.

ISRAEL

Netta Barzilai – Toy

Netta Barzilai nasceu em Israel em 1993 (25 anos). É a vocalista do grupo Gaberband há dois anos, atuando em Israel e fora do país. Saiu do anonimato este ano ao vencer o programa The Next Star, tendo surgido, a partir daí, o convite para representar o país em Lisboa.

LITUÂNIA

Ieva Zasimauskaitė – When We’re Old

Ieva tem 24 anos. Participou na versão infantil da Eurovisão – o Junior Eurovision Song Contest – como backvocal aos 14 anos. Em 2012, ficou em 2.º lugar no The Voice da Lituânia, o que se saldou numa maior visibilidade da artista. Depois de ter tentado a sua sorte na apuração nacional para o Eurofestival no ano passado, em 2018 regressou à competição, tendo conquistado o 1.º lugar do público e o 2.º do júri. Combinadas, as pontuações deram a vitória à jovem Ieva.

MACEDÓNIA

Eye Cue – Lost and Found

Eye Cue é uma das bandas mais populares da Macedónia, desde 2008. Composto pelo guitarrista e cantor Bojan Trajkovski e pela vocalista Marija Ivanovska, o grupo lançou, até ao momento, dois álbuns e vários hits de sucesso. A emissora nacional ARJ decidiu dar ao grupo o passaporte para Lisboa numa seleção interna.

REPÚBLICA CHECA

Mikolas Josef – Lie to Me

Mikolas Josef nasceu em 1995 (22 anos) em Praga, capital da República Checa. É compositor, produtor, cantor, multi-instrumentista e realizador de vídeos de música. Vem de uma família de músicos e toca guitarra desde os cinco anos. Aos 17 anos ganhou um dos maiores prémios de mérito da London Academy of Music and Dramatic Arts: a Medalha de Ouro com distinção para ator a solo. Antes de se dedicar à carreira musical, foi manequim de algumas marcas. Foi também músico de rua em cidades como Oslo, Zurique, Hamburgo, Viena e Praga e investiu tudo o que tinha poupado no seu primeiro single e videoclipe Hands Bloody. O seu segundo single, Free, deu-lhe um acréscimo de notoriedade na República Checa. O jovem venceu a apuração nacional com o tema composto por si.

SUÍÇA

ZiBBZ – Stones

ZiBBZ é um duo suíço formado em 2008, composto pelos irmãos Coco e Stee. O grupo leva ao certame uma mensagem contra o bullying, apelando a que todos deixemos cada um viver como quer.

 

NOTA: O perfil dos participantes foi criado com base nas informações disponibilizadas no website da Eurovisão.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close