fbpx
Raio X - Factor X

«Raio X» | Quinta Gala em direto de «Factor X» [Com vídeo]

Sara Ribeiro «Raio X» | Quinta Gala Em Direto De «Factor X» [Com Vídeo]

Imagens Sararibeiro «Raio X» | Quinta Gala Em Direto De «Factor X» [Com Vídeo]

 

Chegou a 5ª Gala da 2ª Edição do Factor X! O tema é muito forte – Divas!

A Gala começou com o Jorge, o ‘representante’ do Rock nesta Edição! O tema de Tina Turner, ‘Simply The Best’ foi uma escolha forte. Mais uma vez o Jorge deu o seu toque pessoal ao tema, com toda a energia. Senti-o um pouco nervoso no início, mas ao longo da interpretação do tema conseguiu mostrar todas as suas características enquanto performer. Considero.o uma pessoa muito determinada e acredito que poderá chegar longe! Não esperava que ficasse nos menos votados da semana.

A Mimi trouxe-nos um tema da Rihanna – Diamonds. Senti a Mimi um pouco semitonada durante o tema. Julgo que os nervos a traíram… No entanto, a Mimi emana simpatia e tem uma voz muito bonita. Julgo que pode chegar longe nesta edição.

O único candidato da Sónia Tavares entra em palco com um tema da grande Diva Whitney Houston! O João Maria entrou um pouco desafinado no tema ‘I Wanna Dance With Somebody’, mas depois conseguiu agarrar a música até ao final! Para uma criança de 12 anos é de louvar tamanha coragem e determinação! O João Maria tem muita margem de evolução!

Apesar do seu timbre marcante, a pronúncia inglesa do Rúben não é das melhores. O tema ‘Killing me Softly’, acompanhado apenas ao som do ‘Hammond’, destacou todos os pormenores bons e menos bons na interpretação do Rúben. Se por um lado enalteceu o seu timbre singular, por outro destacou vários momentos de desafinação ao longo do tema. Na minha opinião, achei que o Rúben se perdeu um pouco na interpretação do tema de Roberta Flack e, tal como a Sónia disse, teve alguns problemas de afinação.

Os Babel fizeram alguma ‘magia’ com a versão que trouxeram do tema da Katy Perry. Confesso que de início fiquei reticente em relação ao tema, mas a versão funcionou muito bem. Apesar da Luana ter desafinado um pouco, o Fernando agarrou o tema com imensa garra! Embora sejam completamente diferentes um do outro, formam um grupo forte pela energia que transmitem em palco.

A versão que a Isabela fez da Amy Whinehouse deixou um pouco a desejar. E, perdoem-me a sinceridade, mas falta à Isabela alguma determinação enquanto cantora. A Isabela tem imensa musicalidade e um timbre suave que nos transmite sempre muita calma e, por esta razão, não a acho uma artista versátil. Penso que tem muito mais a dar e, infelizmente, sinto que não o fez até agora.

A P.Y.T. apresentaram-se, mais uma vez, muito originais na sua interpretação. Não desafinaram uma única nota e tiveram uma presença incrível (o cenário ajudou)! A meu ver seriam candidatas à final pela consistência que apresentaram desde o início do programa. Mas abandonaram no domingo passado o programa…

A Kika, mais uma vez, surpreendente! O tema da Mariah Carey é arrepiante e ela brilhou! De todos os candidatos, a Kika é das mais fortes candidatas à vitória. Presença, consistência, voz, atitude e uma história de vida que nos sensibiliza a todos…para além de ser uma grande artista, merece realmente um lugar de destaque neste Factor X.

Por fim, cantou a Inês, que nos presenteou com um tema da Beyoncé. De todas as vezes que ouvi a Inês cantar esta foi a que gostei mais. Adorei a versão que  fez do tema – muito afinada, contida e ao mesmo tempo com uma presença adequada ao  tema e ao cenário. A Inês promete!

Apesar das P.Y.T. terem saído acredito que ainda vamos ouvir falar muito deste grupo fantástico de três meninas talentosas!

Novidade da semana: no próximo domingo serão eliminados dois concorrentes…inédito no Factor X. Esta Edição está cheia de surpresas. Desejo muita sorte a todos os finalistas!

Assista agora ao segundo Extra com Cláudia Vieira e João Manzarra: 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Gosto muito mais desta análise do que das anteriores desta comentadora. Muito mais crítica e opinativa e menos descritiva.
    Mas uma vez que estamos a dar a opinião, e embora não simpatize minimamente com o Rúben, não posso deixar de dizer que me ri um bocadinho com “a pronúncia inglesa do Rúben não é das melhores”, já que o ano passado também sempre achei a pronúncia da Sara a puxar para o mázita.

ATV News