Raio X - Factor X

«Raio X» | Quarta Gala em direto do «Factor X» [Com vídeo]

E chegamos à 4º gala do Factor X Portugal!

Estou a gostar das altas produções de palco, de luzes e de imagem. Adorei o tema da passada gala, sendo o cinema. Foram interpretadas as músicas que marcaram o cinema mais conhecido.
A Kika na terceira gala surpreendeu-me com a versão do ‘Rolling in the Deep’ da Aretha Franklin. E sendo pessoalmente a minha favorita, eu estava com alta expectativa. Não me desiludiu! Com altos vocais, alta projecção e altas técnicas vocais, surpreendeu e arrasou mais uma vez. Ela é uma séria candidata a ser vencedora deste programa. A versão do ‘It’s Raining Men’ foi fenomenal. E as comparações a Aretha Franklin são bem reais, ela é a única no programa capaz de chegar aos pés dela.
A Isabela trouxe-nos um momento introspectivo e que nos fez pensar na vida. Ela é daquelas cantoras que ouvimos numa viagem de comboio, a chover lá fora, e a ver a paisagem. É de facto magnífico. Uma cantora como a Kika traz o ‘factor Diva’ e a Isabela traz o factor ‘Ordinary’ que é por acaso, o nome da música que ela cantou ‘Ordinary Love’. Gosto da Isabela porque nos podemos identificar com ela.
Sou fã dos grupo das PYT! A música que foi escolhida para o grupo é bem difícil de cantar, principalmente para raparigas daquela idade. E elas têem uma grande dinâmica de grupo. Eu espero que o programa não as transforme num grupo de Pop de ‘rádio’. Gostava de ver alguma coisa musicalmente sofisticada e de grande qualidade pois elas são bem capazes de fazer. O Junqueiro repete imenso os seus argumentos:  são as ‘más escolhas de música’, no entanto acho que para um verdadeiro bom cantor não existem más ou boas músicas.

A Mimi, como sempre, arrasa na sua grande voz e capacidade de interpretação. Não tenho nada a apontar. Gosto muito dela. O Junior, sendo um artista excêntrico, gostei imenso da performance dele. Apenas um inglês que precisa de melhorar e acho que ele ainda tem que descobrir a sua própria voz. Ele ainda não conhece muito bem e só o tempo dirá. Mas, desejo lhe toda a sorte do mundo porque ele tem grandes capacidades.

A Inês tem imensa capacidade. Escolhe muito bem as músicas e escolheu uma música na passada gala que eu pessoalmente adoro ‘Who Wants to Live Forever’ dos Queen. No entanto, a música estava num tom demasiado alto para a voz dela. Surpreende-me como a produção não tratou desse assunto. Mas, ela conseguiu dar a volta e dar uma boa actuação, embora também tenha que por vezes controlar melhor a voz.

Em relação ao Jorge, acho que ele tem a sua graça, mas desculpem, há qualquer coisa nele que não me puxa muito. Falta-lhe a comunicação com o público porque falta-lhe aquele carisma e deixar de cantar apenas para si mesmo. Há qualquer coisa nas actuações dele que não parece que corre fluentemente, parece que estamos sempre com medo que ele vá falhar a nota. No entanto, espero que ele chegue longe ao programa porque merece.

Eu adoro o  João: tão novo e a cantar uma música daquelas de uma forma lindíssima e artística. Nada a dizer.
Os Babel, sempre gostei deles. Gosto que os dois sejam diferentes, sendo que há ali uma química interessante. Não acho que eles tenham uma grande voz, mas acho que têm musicalidade e é isso que interessa.
O Rúben, tem uma boa voz, e faz actuações mediamente boas. No entanto, não gosto da atitude e personalidade dele no programa. Acho que falta uma certa humildade e genuinidade com o público. E mais, é óbvio que ele está a ser beneficiado no programa porque ele erra e os jurados dizem bem à mesma, o que não acontece com os outros concorrentes. Acho que ele tem muito que crescer enquanto artista, mas desejo-lhe toda a sorte do mundo e o melhor que a vida tem para lhe oferecer.


Júnior! Saíste do programa, mas és enorme. Boa sorte e nunca desistas!
Obrigado por lerem a minha crítica. Dêem a vossa opinião!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News